Comitê de Gestão Estratégica

Coge faz avaliação estratégica do primeiro semestre de 2024

Por Júlio Sonsol
08/07/2024 14:26 | Atualizado há 4 dias

Compartilhe esta notícia:

Reunião de avaliação estratégica tratou de diversas ações do Coge Reunião de avaliação estratégica tratou de diversas ações do Coge - Foto: Bia Medeiros

O Comitê de Gestão Estratégica (Coge) da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará realizou, nesta segunda-feira (08/07), sua 38ª reunião ordinária, no Salão Nobre da Presidência da Alece.  O evento foi presidido pela  secretária executiva do Coge e controladora da Alece, Sílvia Correia. O colegiado, que se reúne mensalmente, foi instituído pela Resolução nº 698/2019, e tem a finalidade de implantar o modelo de governança para a sistematização de práticas relacionadas ao planejamento estratégico, à gestão de riscos, aos controles internos e à integridade da gestão.

Sílvia Correia explicou que a reunião desta segunda-feira, por ser a última do semestre legislativo,  tem como objetivo fazer uma avaliação estratégica. "Essa reunião foi um pouco diferenciada por ser feita semestralmente. Ela avalia indicadores num nível mais estratégico. Diferentemente das reuniões mensais, nas quais a gente monitora coisas mais miúdas, os esforços, os projetos, hoje que a gente fez o encerramento do primeiro período legislativo", destacou a secretária executiva do Coge.

Conforme salientou a controladora, de acordo com a orientação da Fundação Dom Cabral (FDC), que promove consultoria externa ao Poder Legislativo estadual, foi previsto que a cada encerramento de semestre seja feita uma reunião de avaliação estratégica (RAI). "Então, hoje mostramos o trabalho feito pela Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional (Codins) e o resultado de alguns indicadores estratégicos da Alece", afirmou.

Alece 2030

Segundo infirmou Sílvia Correia, o planejamento do programa Alece 2030  está avançando. "A gente sempre diz que no planejamento estratégico, a parte mais difícil é a definição de indicadores. É muito difícil medir em números uma abstração. Mas nós temos alguns indicadores bastante positivos, um deles é a transparência e outro de governança. A gente mostrou aqui esses indicadores", destacou. A controladora informou ainda que os índices serão encaminhados para a Mesa Diretora da Casa.

Sílvia Correia (centro), controladora da Alece, tratou dos critérios para definição de indicadores - Foto: Bia Medeiros

Durante a reunião, a coordenadora da Codins, Heline Joyce Monteiro, apresentou as principais ações. Segundo afirmou, 2021 foi o ano da elaboração do planejamento do Alece2030, sendo que 2022 foi o ano de execução dos projetos que estão no planejamento e da elaboração da metodologia de monitoramento. Já o ano de 2023 foi marcado pelo aprimoramento da metodologia e monitoramento dos indicadores, destacou Heline. 

Ela explicou que esta foi a primeira reunião semestral de 2024  de avaliação estratégica do Coge, com metodologia de monitoramento do planejamento estratégico. "Nós analisamos o resultado dos indicadores estratégicos da Casa, monitorados pela Codins. São 11 indicadores estratégicos", apontou. 

Apresentação de resultados

Heline Joyce pontuou ainda que ao longo do primeiro semestre deste ano, os comitês técnicos setoriais se reuniram mensalmente, fazendo esse acompanhamento e passando as informações de dados para que sejam apresentados os resultados. "Além dos indicadores estratégicos, esses comitês também monitoram em suas áreas os indicadores táticos e operacionais. Hoje a gente vai fazer essa análise, dos resultados", asseverou.

Entre estes, há os indicadores de índices de governança, de tecnologia da informação, índice de implantação de proteção de dados na Casa, índice de resolutividade das demandas que foram encaminhadas para a Ouvidoria da Alece, índice de resolutividade das mediações feitas pelo pelo Centro de Mediação e Gestão de Conflitos, entre outros índices de transparência, de acordo com ela.

Heline Joyce salientou ainda que hoje a Alece é a quarta Assembleia Legislativa mais transparente do Brasil, conforme demonstrado pelos resultados de indicadores. Ela apresentou os resultados de cada indicador por comitê iniciando pelo Coge, que deu ênfase ao indicador do índice de transparência da Alece.

Heline Joyce Monteiro, coordenadora da Codins, apresentou as ações com as quais o Coge esteve envolvido - Foto: Bia Medeiros

A Assembleia foi avaliada pela transparência internacional, figurando no ranking da Transparência Internacional Brasil como a quarta casa legislativa estadual mais transparente. Nacionalmente, a transparência da Alece foi premiada pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon).

''Ressaltamos  a importância dos cinco comitês técnicos  setoriais que foram criados por uma portaria da Diretoria Geral e possuem um papel fundamental de fortalecer a implantação do modelo de governança  da Casa e também fazer junto aos órgãos o monitoramento de projetos e ações'', acrescentou.

Saiba mais

O Comitê de Gestão Estratégica é formado por titulares da Diretoria Geral, Controladoria, Diretoria Administrativa Financeira, Diretoria Legislativa, Procuradoria-Geral, Coordenadoria de Comunicação Social, Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Coti), Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional (Codins), Chefia de Gabinete da Presidência, Coordenadoria de Comunicação Legislativa, Secretaria Executiva da Mesa Diretora, Comitê de Responsabilidade Social, Ouvidoria Parlamentar e Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace).

Conteúdo digital: Leonardo Coutinho

Edição: Salomão de Castro

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: comunicacaointerna@al.ce.gov.br

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Veja também