Fortaleza, Sexta-feira, 20 Maio 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Um momento de celebração a Deus que há dois anos não era realizado presencialmente foi retomado nesta quinta-feira (12/05), na Assembleia Legislativa do Ceará. Nesta manhã, no auditório Murilo Aguiar, no edifício sede do Poder Legislativo, a Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce) celebrou a Eucaristia em Ação de Graças, pela passagem do Dia das Mães.

A missa foi presidida pelo Padre Sales, com acompanhamento do Diácono Joaquim, em atividade marcada pela presença expressiva de servidoras da Casa.

Após um período de dois anos sem a tradicional comemoração do Dia das Mães (que transcorreu no dia 8 de maio), em virtude da pandemia da Covid-19, a Assalce promoveu esse momento de gratidão às mulheres que dedicam suas vidas ao cuidado responsável e afetuoso de seus filhos e filhas. O evento foi iniciado pelo Coral da Assalce, que executou canções relacionadas à atividade materna.

Retomada marcada por agradecimentos

Ao se dirigir às servidoras presentes à atividade, o presidente da Assalce, Luis Edson Sales, agradeceu aos deputados estaduais que participaram da celebração, dentre os quais o presidente da Assembleia, Evandro Leitão (PDT) - que fez a primeira leitura, referente aos Atos dos Apóstolos -, o 1º secretário da Mesa Diretora, Antonio Granja (PDT), e Walter Cavalcante (PV), bem como dirigentes de setores vinculados ao Poder Legislativo, pelo apoio à iniciativa da Assalce.

Luis Edson fez referência ainda à atuação do Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC) e ao Instituto de Assistência e Proteção Social (IAPS), que estiveram envolvidos na organização da missa, destacando o papel da primeira-dama e presidente do Movimento, Cristiane Leitão, e à presidente de honra do MMLC, a ex-deputada estadual Meire Costa Lima. "Agradeço às servidoras aqui presentes, pois depois de muito tempo estamos podendo nos reunir. Que Deus abençoe a família de cada uma", afirmou, em referência às mães que atuam na Assembleia.

A primeira-dama da Alece, Cristiane Leitão, agradeceu à presidente do IAPS, Simone Fernandes, pelo apoio à celebração e fez referência às atividades desenvolvidas pelo Instituto. "É importante que as pessoas saibam sobre a atuação do IAPS, que faz o resgate de muitas crianças por meio da música", afirmou.

Ao final da celebração, houve sorteio de prêmios para servidoras associadas da Assalce e distribuição de lembrancinhas para as mães.

Também participaram da missa gestoras da Alece, dentre as quais a diretora geral Sávia Magalhães, a controladora Sílvia Correia, a coordenadora de Comunicação Legislativa, Laila Freitas e Silva, e as diretoras do Departamento de Administração, Lise Novais, e do Departamento de Gestão de Pessoas, Elenice Ferreira Lima.

SC, com Assessoria de Comunicação e Marketing da Assalce

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

Publicado em ASSALCE

O Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, presta homenagem aos fonoaudiólogos nesta quinta-feira (09/12) pela passagem do seu dia. A data celebra o dia dos profissionais responsáveis pelo cuidado, estudo e prevenção das doenças e distúrbios da linguagem humana, por meio da audição, fala e escrita. Os fonoaudiólogos também ajudam a treinar e aperfeiçoar a voz, sendo bastante procurados por pessoas da área da comunicação, artistas, locutores, advogados e demais indivíduos que desejam ter uma boa dicção.

O diretor do DSAS, Luis Edson Sales, parabeniza os(as) fonoaudiólogos(as) pelo seu dia, ressaltando o trabalho da Célula de Fonoaudiologia do Departamento. “É com prazer e gratidão que parabenizo o relevante trabalho de todos(as) os(as)  profissionais fonoaudiólogos(as), em particular a equipe do DSAS que tão bem vem conduzindo o serviço de atendimento aos(as) servidores(as) da Assembléia. São profissionais qualificados, especializados, humanizados e dedicados que trabalham na prevenção e reabilitação dos distúrbios da fala, voz, audição  e linguagem”, afirma.

Segundo Socorro Timbó, orientadora da Célula de Fonoaudiologia do DSAS, para ajudar a tratar os seus pacientes, muitas vezes o fonoaudiólogo precisa trabalhar em conjunto com psicólogos, otorrinolaringologistas e neurologistas, dentre outros profissionais da área médica.

Áreas envolvidas

Ela informa que o fonoaudiólogo atua em varias áreas, dentre as quais amamentação, trabalhando no sentido de estimular a sucção e a deglutição do bebê, ensinando a mãe como seguir com esses estímulos; motricidade orofacial, área que permite avaliar o sistema estomatognático, que está relacionado à sucção, mastigação, deglutição, respiração e fala em todas as fases de vida; disfagia, que significa dificuldade ao deglutir; e fala. "Talvez essa seja a área mais conhecida no trabalho de um fonoaudiólogo. Envolve as alterações na voz, gagueira, língua presa e problemas na pronúncia de fonemas”, explica.

A orientadora da Célula afirma ainda que além de bebês, crianças, adultos e idosos, também são beneficiados com esses tratamentos pacientes com paralisia cerebral e traumatismo craniano, com danos relacionados à musculatura da face e suas funções vitais. “A Fonoaudiologia trabalha na reabilitação e na capacitação de alguns profissionais. Muitos podem ter problema de voz, mas também de linguagem. É preciso fazer uma avaliação para saber o que deve ser trabalhado", entende.

Socorro Timbó aponta que a Fonoaudiologia também atua no tratamento em crianças com atraso na aprendizagem, e nos indivíduos de todas as idades que por alguma razão possam apresentar a perda de capacidade devido a doenças ou lesões, pacientes neurológicos. "Em casos de pacientes que perdem a voz com frequência, excluindo doenças mais sérias, pode-se diagnosticar o mau uso da voz, com esforços excessivos que prejudicam a fala. A Fonoaudiologia abrange muitas áreas especificas como a voz, audição, linguagem e muitos profissionais apresentam dificuldades em áreas afins. Isso tudo é medido no processo avaliativo, para que se possa trabalhar na reabilitação e capacitação do paciente, permitindo que a pessoa possa ter uma vida normal", ressalta.  

Outros cuidados

Você já reparou que profissionais que trabalham com a voz, como jornalistas, locutores, dubladores, atores, cantores e telefonistas, estão em constante tratamento com fonoaudiólogos? De acordo com Socorro Timbó, isso acontece porque em suas consultas não são averiguados apenas distúrbios ou dificuldades, mas também o aperfeiçoamento da voz.  "Com o auxílio de um profissional qualificado é possível melhorar a qualidade da voz e da fala, deixando-a mais limpa e clara através de técnicas de respiração, aquecimento vocal e exercícios específicos”, pontua.

A orientadora da Célula de Fonoaudiologia do DSAS lembra que o profissional da área é capaz de identificar e tratar distúrbios relacionados a vários aspectos da comunicação. Além da fala e da audição, que são os mais conhecidos, a leitura e a escrita também são trabalhadas em suas consultas. “Sintomas como dificuldades de ler e escrever podem estar relacionados à dislexia ou outros problemas. A troca de letras e fonemas, tanto na fala quanto na escrita, pode ser tratada através de exercícios específicos, sejam eles auditivos ou psicomotores", assevera.

Fonoaudiólogos serão homenageados pela Alece

O Decreto de Lei nº 6.965, de 09 de dezembro de 1981, regulamenta a profissão dentro da área da Fonoaudiologia no Brasil. A data é uma homenagem a este importante momento na história desses profissionais.

Em sessão solene,  que será realizada na próxima segunda-feira (13/12), às 15 horas, no Plenário 13 de Maio, o presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão (PDT), por requerimento de sua autoria e dos deputados Carlos Felipe (PCdoB) e Tin Gomes (PDT), prestará homenagem aos servidores do DSAS, da Célula de Fonoaudilogia, Antônia Sandra Marques Aquino, Henrique Jorge Martins Bezerra, Wládia Amâncio Campos e  Wládia Pontes Nascimento.

Serviço: Provavelmente você não imaginava o quão essencial é em nossas vidas o fonoaudiólogo. Agende sua consulta no Departamento de Saúde e Assistência Social da Assembleia Legislativa (DSAS), por meio da Célula do Serviçlo Social e tenha uma melhor qualidade de vida. Mais informações pelos telefones (85)2180.6534 e (85)99717.2522.

Da Assessoria de Imprensa do DSAS, com Núcleo de Comunicação Interna da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Assembleia Legislativa do Ceará homenageou os servidores públicos pela dedicação e trabalho em prol da população durante sessão solene nesta sexta-feira (12/11). O evento faz referência ao Dia do Servidor Público, celebrado em 28 de outubro, e atendeu requerimento dos deputados Carlos Felipe (PCdoB) e Audic Mota (PSB), homenageando profissionais de diversas áreas do serviço público. Dentre os homenageados, estiveram servidores e servidoras do Poder Legislativo.

Em vídeo, o deputado Carlos Felipe comentou que a iniciativa da solene é uma “forma de prestigiar o grande trabalho que o servidor faz para a população cearense, sobretudo nesse momento que vivemos dessa grande pandemia”. Ele apontou que é por meio dos servidores que o poder público em suas diferentes esferas chega à população.

O parlamentar abordou ainda as dificuldades que os servidores vêm enfrentando nos diferentes níveis e categorias, como questões de reajuste, Plano de Carreiras, Cargos e Salários, realização de concursos e precarização. “Queria não só reconhecer o papel e importância dos servidores e homenagear, mas também ser um instrumento de valorização na prática das suas ações e trabalho”, disse.

Reconhecimento

O deputado Audic Mota destacou a solene como momento de “reconhecer quem se dedica a dar o melhor de si para que essa grande máquina que é o Estado, em especial o Estado do Ceará, possa funcionar, e entregarmos a contento ao cidadão um serviço público de qualidade, transparente e que efetivamente reconheça o nosso princípio democrático, republicano, a isonomia e o que há de melhor no serviço público”.

Marta Brandão, presidente do Sindsaúde, destacou os servidores que atuaram e se arriscaram no combate à pandemia e cobrou mais valorização por parte dos gestores, assim como educação continuada. Ela elencou algumas das ameaças enfrentadas, como a PEC 32, a Reforma da Previdência, a falta de reajuste e a inflação que corrói os salários já defasados da maioria dos servidores.

Flávio Ataliba, titular da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), destacou o Ceará como referência em diversas áreas e ressaltou que esses resultados são reflexo do empenho dos servidores. Reconhecendo os desafios, o secretário citou o trabalho do Governo do Estado para a valorização do servidor público a partir de avaliação e implementação de PCCS e reajustes.

O ex-senador Inácio Arruda (PCdoB), titular da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), defendeu o concurso público como forma de acesso ao serviço público, ressaltando a necessidade de mobilização para que mais certames sejam realizados. Ele comentou ainda o trabalho do Governo do Estado para corrigir falhas que afetavam diversas categorias, afirmando que ainda existe muito trabalho nesse aspecto a ser feito.

Dedicação

O presidente da Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce) e diretor do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), Luis Edson Sales, enalteceu os servidores por meio do reconhecimento da adaptação, dedicação e reinvenção para seguirem prestando serviços durante a pandemia da Covid-19 nas diversas áreas.

Participaram da solenidade Fernando Faria Bezerra, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema); Maiquel Mendes, da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP); o ex-deputado estadual Diego Barreto (PTB), delegado da Polícia Civil; Ana Paula Brandão (PDT), vereadora de Fortaleza, representando a Câmara Municipal e presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren).

Também estiveram presentes Francisco Will Cabral Filho, da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv); Stella Cavalcante, da Secretaria da Educação (Seduc) e Paulo César Moreira de Sousa, da Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra).

Da Agência de Notícias, com Núcleo de Comunicação Interna da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Publicado em ASSALCE

A Assembleia Legislativa do Ceará realiza, na sexta-feira (12/11), às 15 horas, no Plenário 13 de Maio, sessão solene para homenagear o Dia do Servidor Público. O requerimento atende solicitação do deputado Carlos Felipe (PCdoB).

O parlamentar destacou que 28 de outubro, data em que se comemora o Dia do Funcionário Público, foi instituído no governo do ex-presidente Getúlio Vargas, por meio da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937. Com a Constituição Federal de 1988, foi adotada a designação genérica e abrangente de servidores públicos, desaparecendo o conceito de funcionários públicos.

O deputado destacou que a função desempenhada pelos servidores públicos é de grande importância, uma vez que executa o papel de prestador de serviço proporcionado pelo Estado à sociedade.

“O papel diferencial do servidor público é a oportunidade de servir a comunidade em que está inserido e, portanto, não pode ser visto como uma profissão qualquer, e sim como um desafio de cuidar do que é todos nós”, explicou.

Serão homenageados servidores públicos de várias áreas de atuação, entre eles, representantes da Secretaria de Educação do Ceará; Assembleia Legislativa; Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado; Polícia Civil; Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado (Inesp) da Assembleia; Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce); Secretaria da Infraestrutura do Ceará; Universidade Regional do Cariri; Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior; Secretaria de Turismo do Ceará; Polícia Penal e Coordenadoria Especial da Administração Penitenciária da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado; Secretaria de Esporte e Juventude; Secretaria de Proteção Social e Casa Civil do Governo do Estado.

Da Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em ASSALCE

Após oito anos de tramitação, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou, nesta quarta-feira (25/08), o projeto de lei 243, de abril de 2013, que nomeia de Rua Frei Tito a atual Rua Doutor Sérgio Fleury, na Vila Leopoldina, na zona oeste da megalópole. O religioso é cearense e participou do movimento de resistência à ditadura militar, instaurada no país em 1964.

Frei Tito de Alencar é também o nome de batismo do Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Jurídica Popular, órgão permanente da Assembleia Legislativa do Ceará, que tem como objetivo prestar assessoria jurídica popular, judicial e extrajudicial, às comunidades vulnerabilizadas, aos grupos, coletivos, movimentos e indivíduos em casos emblemáticos de violações de direitos humanos.

A proposta aprovada pela Câmara da capital paulista é de coautoria do deputado federal e ex-vereador Orlando Silva (PCdoB), dos vereadores Arselino Tatto (PT), Antonio Donato (PT), Alfredinho (PT), Juliana Cardoso (PT) e Professor Toninho Vespoli (PSOL), e dos ex-vereadores Reis (PT) e Jamil Murad (PCdoB). A nova denominação substitui o antigo nome Sérgio Fleury, conhecido torturador no período ditatorial.

Relevância da homenagem

O coordenador do Escritório Frei Tito, advogado Miguel Rodrigues, ressalta que como defensores de direitos humanos e advogados que trabalham nesta área, a mudança da denominação da rua paulistana é muito importante. "O ato traz um simbolismo da reparação histórica e da memória do religioso fortalezense. Retirar o nome de um torturador para colocar o nome da vítima dessa tortura é um símbolo no sentido de dizer para a sociedade que não esquecemos desse período", pontua.

Ele salienta ainda que a reparação histórica é também uma indicação de que a democracia continua viva no país. "Frei Tito de Alencar continua sendo um símbolo de em defesa dos direitos humanos, das instituições democráticas e da liberdade. Isso é um recado para que a gente, em vez de simplesmente apagar o nosso passado, lembremos do que passou e reflitamos para que não voltemos a uma época tão dolorosa que esteve diante de nós", pontua.

“A alteração da denominação é um ato de grande representatividade, já que visa reparar historicamente uma homenagem que considero totalmente equivocada ao delegado Dr. Sérgio Paranhos Fleury, personagem que nenhum orgulho traz à cidade de São Paulo e que, inclusive, contribuiu para as crueldades cometidas contra Frei Tito”, afirmou o vereador Arselino Tatto. “A aprovação do projeto que o homenageia é uma vitória contra a violação dos direitos humanos e em memória a todos que perderam suas vidas na luta contra o regime político ditatorial”, afirmou o coautor da lei aprovada.

Biografia

O frei dominicano Tito de Alencar Lima, nascido em Fortaleza, em 1945 e falecido em 1974, que agora será homenageado no bairro paulistano Vila Leopoldina, foi um dos precursores da Teologia da Libertação no Brasil, onde parte da Igreja, impulsionada pelo Concílio Vaticano II, alinhou sua luta com as lutas sociais em prol da vida da população mais pobre.

Militante do movimento estudantil, Tito participou de várias manifestações contra a ditadura de 1964 e, mesmo após o exílio, dedicou sua vida a denunciar as crueldades que pairavam pelo Brasil naquela época.

Preso por Fleury e torturado pela “equipe” de carrascos orientados pelo delegado, que também era admirador do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, Tito teria recebido choques elétricos na língua. Os torturadores, por deboche, diziam que aquilo era a "hóstia sagrada", chamavam de "comunhão". Frei Tito foi encontrado enforcado no dia 10 de agosto de 1974, aos 29 anos de idade, durante seu exílio na França.

Saiba mais

A vida de frei Tito é retratada no filme "Batismo de Sangue" (2007), dirigido pelo cineasta Helvécio Ratton, vencedor dos prêmios de melhor diretor e melhor fotografia no Festival de Brasília. O filme é baseado no livro homônimo de Frei Betto que foi lançado originalmente no ano de 1983, e vencedor do prêmio Jabuti.

JS/SC

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em Categoria Matriz
Página 1 de 9

Temos 154 visitantes e 7 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500