Fortaleza, Terça-feira, 05 Julho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Célula de Terapia Ocupacional, do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, realizou, nesta sexta-feira (17/09), o primeiro Workshop com o objetivo de alinhar saberes, habilidades e competências de protocolos de avaliações cognitivas e funcionais.

A coordenadora da Célula de Terapia Ocupacional, Lucila Bomfim, destacou que a iniciativa também foi oportunidade para exposição geral sobre os protocolos de avaliação cognitiva e funcional, discussão, debates e treinamento em dupla, bem como para a realização de exercícios práticos.

Conforme justificou, os pesquisadores estão inserindo novos protocolos de avaliação de atendimento tanto para criança, adulto e idoso, sendo o workshop fundamental para capacitar os profissionais a adquirir conhecimento sobre as avaliações, a fim de prestar um serviço de qualidade para a população.

''Trouxemos protocolos validados e que fossem eficientes e sensíveis para que a gente consiga extrair dos nossos pacientes o que realmente eles necessitam. A triagem cognitiva, por exemplo, nos permite verificar como anda a atenção, orientação e memória, bem como as funções executivas que são justamente a capacidade de pensar, organizar o pensamento e executar uma atividade do paciente'', destacou Lucila Bomfim.

Integração para busca de melhoria no atendimento

Para o diretor do DSAS, Luis Edson Sales, o workshop possibilita a integração da equipe e a capacitação, contribuindo para a melhoria do atendimento à população que procura os serviços do Departamento. ''Todo mês a célula vai realizar um workshop, para reciclar e ofertar maior capacidade aos profissionais para o desempenho de suas atividades. Quem procurar o departamento vai encontrar um profissional habilitado e um serviço de excelência", afirmou.

Segundo informou Luís Edson, atualmente, o atendimento no Departamento está sendo feito 40% de forma presencial e 60% de forma online, devido à portaria nº 071/2021 da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa que disciplina o funcionamento do Poder até o dia 19 de setembro, "sendo o público interno prioridade, mas estamos nos preparando para atender em breve a população do entorno'', ressalta o diretor do DSAS.

Atendimento

O público-alvo da Célula de Terapia Ocupacional do DSAS são os servidores, dependentes e deputados estaduais, mas a expectativa é ampliar o atendimento para a população do entorno da Alece  quando a pandemia  da Covid-19 for superada.

A Célula presta atendimento individual e grupal em casos de reabilitação, estimulação e treino cognitivo. ''Quando atendemos adultos e idosos, já ofertamos o atendimento grupal para troca de experiências, para que ele se sinta melhor acolhido. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, em três turnos; manhã, intermediário e tarde, de 7 horas às 17 horas'', afirma a coordenadora da Célula de Terapia Ocupacional do DSAS.

O paciente passa por triagem da Terapia Ocupacional para que os profissionais possam entender como será o melhor plano de atendimento para ele. A equipe é formada por nove terapeutas ocupacionais que mensalmente participarão de workshops e/ou treinamentos e grupos de estudo para capacitação.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

A Terapia Ocupacional (TO) é uma profissão de fundamental relevância e, atualmente com o momento inusitado devido a pandemia da Covid-19. A crise surpreendeu a todos, que agora precisam se reinventar. Com a imposição do isolamento social, essa terapia tem assumido destaque, de acordo com Andréa Maria Araújo Ferreira de Lima, terapeuta ocupacional do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará.

Confira o vídeo de Andréa Lima que trazemos hoje para você, uma produção conjunta do DSAS e Núcleo de Comunicação Interna da Casa, com apoio da TV Assembleia.

Andréa Lima usa o seu conhecimento sobre a relação entre pessoa, ocupação e ambiente lembrando que “somos seres ocupacionais” Agora, segundo ela, um novo contexto se formou e tivemos uma busca imediata e incomum de um novo propósito e ressignificação da vida. “A TO, nesse processo, é fundamental devido ao uso terapêutico de atividades diárias (ocupações) em indivíduos ou grupos com o propósito de possibilitar ou melhorar à participação em hábitos e rotinas”, afirma.

Diante dessa realidade, Andréa Lima recomenda como orientações práticas para uma rotina mais saudável sempre procurar ficar atento e concentrado na atividade proposta, evitando realizar tarefas múltiplas. Ele aconselha organizar e higienizar os ambientes de casa, por etapas para não se cansar; perceber as aptidões específicas ao seu perfil e aquelas que têm interesse em desenvolver; ter uma mesa de trabalho organizada com objetos e materiais acessíveis; gerenciar o tempo ao seu favor, dividindo-o em turnos e horários, flexibilizando com limites, ter metas de trabalho, com determinação, criatividade e foco para um bom desempenho.

Ainda na lista de itens favoráveis a ser realizados para uma quarentena mais leve, a fisioterapeuta, também especialista em Gerontologia e Reabilitação Neurocognitiva, afirma que é preciso promover regras de convivência em funções domésticas, e revezar, ao se cansar. “É necessário organizar às finanças, através de planilhas; beber água; tomar banho de sol; dormir bem e nos mesmos horários. Ela acrescenta ainda que a meditação deve ser feita habitualmente, assim também como usar passatempos para a memória. “Devemos ser mais tolerantes conosco e com os outros e realizar exercícios físicos dentro dos limites”, defende.

Andréa Lima ressalta ainda uma dica: devemos realizar atividades colaborativas para à saúde mental como assistir filmes, TV, desenhar, pintar, fotografar, cuidar das plantas, gravar áudios e vídeos, fazer videoconferência, dentre outras atividades. “O movimento gera incentivo, estímulo e cria um ambiente dinâmico e mais acolhedor”, frisa.

(Da Assessoria do DSAS)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

Publicado em Dicas de Saúde

Temos 638 visitantes e 9 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500