Fortaleza, Segunda-feira, 08 Agosto 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Entre 2021 e 2030, é necessário que sejam desenvolvidas políticas públicas no Ceará e em Fortaleza voltadas para a sustentabilidade, com ênfase na Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Desta forma, será possível fazer com que o índice de reciclagem verificado em Fortaleza (9,19%) se aproxime da média internacional (45,8%). A defesa foi feita pelo professor de Gestão Econômica Ambiental do Centro de Comunicação e Gestão da Universidade de Fortaleza (Unifor) e diretor especial de Resíduos Sólidos da Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental da Prefeitura de Fortaleza, Albert Gradvohl, durante Webinar realizado nesta terça-feira (22/06) para 80 servidores da Assembleia Legislativa do Ceará.

“Para que cheguemos a essa realidade, serão necessários 4.400 pontos de coleta de resíduos sólidos em Fortaleza”, destacou o docente e gestor durante o Webinar promovido pela Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, com o tema ''Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: A sustentabilidade e o comportamento da sociedade".

Segundo afirmou Albert Gradvohl, a tendência é que o crescimento econômico demande maior consumo energético, o que representa, para a adoção de políticas públicas calcadas na sustentabilidade, na produção industrial com energias limpas. “Vivemos em uma realidade em que há crescente demanda por novas tecnologias de controle ambiental”, apontou, destacando medidas como a recente criação do Núcleo de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa, na gestão do presidente Evandro Leitão (PDT).

Economia e natureza

Ao longo da apresentação, o professor destacou o que a ciência tem mostrado em relação à sustentabilidade e à relação entre economia e a natureza, bem como defendeu a criação de uma modelagem econômica a partir de políticas públicas que promovam a diminuição das externalidades provocadas pelos resíduos sólidos. Ele destacou o papel de autores como Nathan Aviezer, John M. Kovac, Robert Wilson, Arno Penzias e Michiko Kaku na observação de fenômenos que envolvem as questões abordadas durante o Webinar.

Albert Gradvohl destacou a evolução dos projetos de gestão integrada de resíduos sólidos implementados na cidade de Fortaleza, que tem a maior cobertura de ecopontos do Brasil. “É importante comparar onde estamos e onde precisamos chegar, ou seja, os objetivos e as metas de como estarão o mundo em 2030 e o Ceará em relação à questão dos resíduos sólidos. Desde 2015, Fortaleza busca a sustentabilidade e vem evoluindo e servindo de exemplo para o Brasil”, pontuou, defendendo a atuação coletiva como forma de superação das demandas apresentadas pela sociedade aos governos.

Papel dos governos

Como mediador do Webinar, o deputado estadual Bruno Pedrosa (Progressistas), especialista em Direito Constitucional, Direito Previdenciário e mestre em Políticas Públicas pela Universidade de Lisboa, saudou o professor Albert Gradvohl e destacou sua contribuição como docente e gestor para o tema da gestão de resíduos sólidos no Ceará e em Fortaleza.

O deputado apontou que o mundo vive um novo momento, sob a condução dos Estados Unidos, França e Alemanha, dentre outros países, em que a temática da sustentabilidade é encarada com atenção. Na avaliação do parlamentar, uma mudança na condução do tema teria se dado a partir da posse do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, diante da forma com que o antecessor Donald Trump tratou o assunto. Bruno Pedrosa destacou ainda o compromisso do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), com a questão, por meio de ações concretas.

Sobre o Webinar

A coordenadora da Célula de Qualificação dos Servidores do Poder Legislativo, Norma David, e o diretor acadêmico da Unipace, Robson Loureiro, destacaram que o tema da sustentabilidade é recorrente, bem como elogiaram a atuação de Albert Gradvohl e sua disposição em participar do Webinar. Voltado exclusivamente para os servidores da Alece, o Webinar tem transmissão online ao vivo, por meio da plataforma Zoom, sempre às terças-feiras. Os temas são diversificados e abordados por palestrantes da Alece e especialistas convidados.

SC

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Assembleia Legislativa do Ceará lança, nesta segunda-feira (07/06), às 10 horas, o Núcleo de Responsabilidade Social (NRS). A iniciativa tem como finalidade identificar e exercer ações eficientes do Estado, no que se referem a uma gestão socialmente responsável e igualitária na comunidade do entorno. Na ocasião, a AL assina pedido de adesão ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU).

A solenidade, a ser realizada no Salão Nobre da Casa, com número restrito de convidados, será transmitida ao vivo pela TV Assembleia (canal 31.1), FM Assembleia (96,7MHz) e redes sociais da Casa.

O objetivo do Núcleo é ser instrumento de redução dos impactos negativos no meio ambiente e da comunidade do entorno, preservando recursos ambientais e culturais, atento a desigualdade socioeconômica, a fim de promover o desenvolvimento da localidade para uma sociedade sustentável. Para tanto, será utilizada a informação, sensibilização e a execução de ações, junto aos parceiros, colaboradores e comunidade local. A iniciativa é também uma forma de contribuição para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), ao proporcionar a formação de uma comunidade justa, e que beneficia seus moradores.

Integração de ações

De acordo com Cristiane Leitão, primeira-dama da Casa e idealizadora do projeto, o Núcleo  vai integrar todas as ações que já existem na Casa, ampliá-las e também trazer novas ações para fortalecer essas iniciativas. Ela ressalta ainda a importância de envolver servidores e comunidade, levando até eles um olhar de sustentabilidade.

“Ao trazer essas ideias dentro dos objetivos de desenvolvimento sustentável que a ONU prega através do Pacto Global, a gente vai juntar, ampliar e monitorar essas ações – esse é o papel do Núcleo de Responsabilidade Social – para em dezembro a gente coletar tudo isso através de um portfólio e apresentá-lo à sociedade”, explica.

Para Cristiane Leitão, no contexto atual, a responsabilidade social passa a ter mais sentido e ganha urgência com as questões econômicas agravadas pela pandemia da Covid-19. A partir disso, a identificação, execução e monitoramento de ações sociais na comunidade do entorno, através do Núcleo, se apresenta como um novo caminho para a construção de uma sociedade ainda mais justa e para um meio ambiente mais limpo, privilegiando e fortalecendo o bem-estar e o senso de pertencimento daquela localidade.

“Incorporar o conceito de responsabilidade social trará aos servidores ainda mais senso de pertencimento à Instituição, visto que eles se sentirão parte de algo maior, gerando significado para as atividades que realizam”, pontua Cristiane.

Assinatura da carta

A ONU e seus parceiros no Brasil estão trabalhando para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). São 17 pontos ambiciosos e interconectados que abordam os principais desafios de desenvolvimento enfrentados por pessoas no Brasil e no mundo.

Os ODS são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.

Nesta perspectiva, Assembleia Legislativa assina uma carta, na próxima segunda-feira (07/06), solicitando adesão ao pacto global da Organização das Nações Unidas. Com essa adesão, a Casa passa a ter responsabilidades para com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A assinatura da carta é a primeira ação do Núcleo de Responsabilidade Social.

Para o evento, além do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão (PDT), devem participar a primeira-dama do Legislativo, Cristiane Leitão; a coordenadora do Núcleo de Responsabilidade Social da Alece, Luana Brasileiro; o procurador da Casa, Hélio Leitão; o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, deputado Renato Roseno (Psol); o presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Leonardo Pinheiro (Progressistas); o presidente da Comissão Especial Brasil/ONU de Integração Jurídica e Diplomacia Cidadã para Implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, Ítalo Sérgio Alves Bezerra; o presidente da OAB Ceará, Erinaldo Dantas, o chefe do escritório do Unicef em Fortaleza, Rui Rodrigues Aguiar, e a orientadora da Célula da Agenda Ambiental da Assembleia, Conceição Machado.

Da Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

A segunda edição do programa Grandes Debates - Parlamento Protagonista convida cinco debatedores para discutir o tema “Sustentabilidade: o caminho para o desenvolvimento”, nesta segunda-feira (26/04), às 16 horas. O programa, que conta com mediação do jornalista Ruy Lima, tem transmissão pela TV Assembleia (canal 31.1), FM Assembleia (96,7MHz) e redes sociais da Assembleia Legislativa do Ceará.

Coordenado pelo Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da AL, o programa propõe debates mensais sobre temas atuais que envolvem o desenvolvimento social, econômico e político, convidando especialistas, parlamentares, pesquisadores com visões plurais para democratizar o conhecimento para a população.

Para debater sustentabilidade e desenvolvimento, o programa recebe, de forma virtual, o deputado estadual Leonardo Pinheiro (Progressistas), o teólogo Leonardo Boff, o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), o secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno e o assessor especial da Coordenadoria Especial de Programas Integrados da Secretaria Municipal de Governo de Fortaleza, Eudoro Santana.

Luiza Perdigão, secretária executiva do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da AL, afirma que a temática é abordada em um momento “em que o planeta se vê ameaçado por uma pandemia, então o programa traz reflexões sobre o modo humano de habitar a Terra e também aproveitando o momento para se falar nesse novo normal e fazer uma reflexão sobre o desenvolvimento sustentável, já defendido por muitos pensadores e estudiosos”.

A questão da sustentabilidade abre a possibilidade de abordar temas como mudança climática, desmatamento, espécies em extinção, resíduos sólidos, degradação do solo e superpopulação. O contexto da pandemia no Brasil e a forma como o meio ambiente vem sendo pautado nas ações das esferas governamentais também são assuntos relacionados à abordagem proposta pela segunda edição do programa Grandes Debates – Parlamento Protagonista.

Debatedores

Os convidados para o programa de abril, mês em que se celebra o Dia da Terra (22/04), partem de diferentes experiências para discutir a diversidade de possibilidades da questão da sustentabilidade e sua relação com o desenvolvimento.

O deputado federal Alessandro Molon tem forte atuação nas questões de desenvolvimento econômico sustentável, pautando ao longo de seus mandatos questões e propostas relacionadas ao meio ambiente. Coordenou a Frente Parlamentar Ambientalista e atualmente é o líder da oposição na Câmara dos Deputados.

Teólogo, professor e escritor de dezenas de livros, Leonardo Boff vem debatendo ao longo de sua longa trajetória questões que envolvem a humanidade e os desafios de enfrentar a miséria, a marginalização, a relação com o outro e a atuação dos movimentos sociais na busca por essa convivência com o outro.

O deputado estadual Leonardo Pinheiro é o atual presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da AL. Em seu terceiro mandato como deputado estadual, a atuação do parlamentar envolve, entre outras questões, o desenvolvimento sustentável da zona rural do Estado.

Dois gestores públicos complementam o grupo de debatedores do programa Grandes Debates – Parlamento Sustentável. O titular da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) do Ceará, Artur Bruno, é educador, foi vereador de Fortaleza, deputado estadual e federal pelo Ceará, além de ter em seu histórico mobilizações nas áreas da educação, cultura e meio ambiente.

Com longa atuação na área de planejamento e desenvolvimento, Eudoro Santana é atualmente assessor especial da Coordenadoria Especial de Programas Integrados da Secretaria Municipal de Governo de Fortaleza. Em sua trajetória, já foi deputado estadual, diretor regional do Instituto Nacional de Reforma Agrária (Incra), do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), e superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

O Dia Mundial da Terra, celebrado nesta quinta-feira (22/04), nos leva a refletir sobre como nossas ações impactam negativamente o planeta e acerca da necessidade de desenvolvermos consciência para preservação do meio ambiente. A Assembleia Legislativa do Ceará promove a sustentabilidade nas atividades da Administração Pública e auxilia na construção de uma nova cultura institucional fundamentada na excelência da gestão ambiental.

A Célula da Agenda Ambiental da Gestão Pública (A3P) da Assembleia Legislativa do Ceará, por meio de ações concretas, tem feito a diferença, contribuindo para a construção de um mundo melhor para as próximas gerações. A orientadora da Célula, Conceição Machado, destaca que Sustentabilidade no Poder Legislativo se desenvolve a partir de eixos temáticos. Conforme aponta, a gestão adequada dos resíduos sólidos, o uso racional dos recursos naturais e bens públicos, construções sustentáveis, sensibilização e capacitação dos servidores, dentre outros eixos, direcionam os projetos idealizados pela Célula da Agenda Ambiental.

Um dos projetos bem-sucedidos é o de reúso da água do ar-condicionado, que desde 2010, tem se destinado à rega de jardim, limpeza de pisos e para reposição do volume de água dos espelhos d'água.

Um único ar-condicionado da Assembleia rende 10,5 litros de água por hora e diariamente, é possível coletar 115,5 litros de água provenientes desses equipamentos. A motivação do projeto veio da necessidade de reduzir o consumo de recursos naturais, preservar o meio ambiente e gerir de forma adequada o uso da água, além de contribuir para a eliminação de vetores do mosquito Aedes aegypti.

Essa prática de reúso da água do ar-condicionado também pode ser adotada nas residências, possibilitando que o cidadão seja um multiplicador de ações em prol do meio ambiente. Em termos ambientais, ela inibe o acúmulo de água para a proliferação de mosquitos como o Aedes aegypti e, em termos financeiros, traz economia.

Reciclagem como prioridade

Um outro exemplo de prática sustentável e rotineira na AL é a reciclagem de resíduos sólidos desde 2007. Na Sala de Gestão de Resíduos Sólidos é realizado um trabalho de segregação dos materiais recicláveis coletados na Casa e acondicionados de forma ecologicamente correta, por meio de baias, em pista de rolamento colorida, que estabelece o padrão das cores para estações de coleta seletiva. O material segregado é doado a associações de catadores credenciados, que comprovam ser a reciclagem sua única fonte de renda, com todo o valor arrecado sendo dividido entre os membros da associação.

Por mês, são doados em média de 1.200 kg de papel, 130 kg de plásticos e 145 kg de vidros.

Conforme a orientadora da Célula da A3P, Conceição Machado, a gestão do presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão (PDT), inova em relação à responsabilidade socioambiental, assumindo um papel protagonista no cenário do Poder Legislativo.

Novos projetos

Além dos projetos em andamento, novas ideias serão adotadas. “O Programa Assembleia Sustentável está dentro do contexto considerado como projetos prioritários da atual gestão da AL, uma vez que terá destaque na construção do Planejamento Estratégico da Casa. Podemos destacar cinco projetos que compõe o escopo do referido programa: Gestão de Resíduos Sólidos, Eficiência Energética, Eficiência Hídrica, Projeto Agentes Ambientais e Desperdício Zero”, adianta a orientadora.

Dentre as novidades, está o projeto Desperdício Zero, que visa realizar ações de conscientização ambiental e redução de forma significativa de desperdício nas dependências da Assembleia Legislativa. “Dentro das ações previstas tem-se como exemplos, a substituição de copos plásticos por copos de silicone retrátil para os servidores e copo de papel para os visitantes, possibilitando a redução de custos para aquisição dos copos plásticos, bem como que se possa colaborar com a redução da quantidade de resíduos destinados aos aterros sanitários”, destaca Conceição Machado.

Na área da Eficiência Hídrica, o projeto “Água de Beber”, que tem como objetivo oferecer água com melhor qualidade aos servidores e está em execução no anexo II será ampliado para o anexo III. A Célula da Agenda Ambiental planeja ainda instalar uma “Estação de Tratamento de Águas Cinzas” (ETEAC). O processo tem por finalidade a captação de água não potável (água cinza), seu tratamento para reúso em irrigação de jardins e lavagens de pisos resultando na economia do consumo de água potável para fins não potáveis.

Outras ações de grande importância são a instalação de painéis solares com o intuito de favorecer o real alcance da eficiência energética na Assembleia e o projeto “Agentes Ambientais”, que destinará a coleta dos resíduos da Casa às associações de catadores.

A orientadora da Célula da A3P afirma que as ações serão desenvolvidas pela Célula da Agenda Ambiental e compõem parte do núcleo de Responsabilidade Social, com reuniões que estão sendo realizadas. Para o desenvolvimento dos projetos, estão sendo realizadas reuniões com o Conselho de Gestão Estratégica (COGE), a Coordenadoria do Desenvolvimento Institucional da Assembleia (CODINS) e a Fundação Dom Cabral (FDC), para o nivelamento do detalhamento dos projetos, bem como, a sua execução e avaliação.

“Sabemos que o desenvolvimento sustentável promove o uso consciente dos recursos naturais de forma a reduzir os impactos ambientais. No entanto, o alcance da sustentabilidade conta com a participação individual e coletiva para a criação de uma nova cultura institucional no setor público”, destaca Conceição Machado.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em A3P

O programa Grandes Debates - Parlamento Protagonista realiza sua 2ª edição no dia 26 de abril, às 16 horas, com o tema “Sustentabilidade: o caminho para o desenvolvimento”. Transmitido pela TV Assembleia (canal 31.1), FM Assembleia (96,7MHz) e redes sociais da AL, o programa tem coordenação do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Casa.

Para debater os diversos aspectos da relação entre sustentabilidade e desenvolvimento, o programa recebe, de forma virtual, o deputado estadual Leonardo Pinheiro (Progressistas), o teólogo Leonardo Boff, o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), o secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, e o assessor especial da Coordenadoria Especial de Programas Integrados da Secretaria Municipal de Governo de Fortaleza, Eudoro Santana.

Grandes Debates – Parlamento Protagonista tem mediação do jornalista Ruy Lima e promove mensalmente debates sobre assuntos importantes para a sociedade com especialistas, pesquisadores, gestores e parlamentares.

Primeira edição

O programa, que estreou em março, apresentou em sua 1ª edição um debate sobreas formas de resistência às opressões, os avanços e entraves nas lutas das mulheres no contexto social e histórico. O debate pode ser visto no canal de YouTube da TV Assembleia.

Participaram da estreia do Grandes Debates a militante feminista e pesquisadora da Universidade Federal da Bahia, Carla Akotirene, a assessora especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais do Estado do Ceará, professora Zelma Madeira e a integrante da Articulação de Mulheres Brasileiras e do Fórum Cearense de Mulheres, Beth Ferreira.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Página 3 de 7

Temos 284 visitantes e 3 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

QR Code

Portal do Servidor - Mostrando itens por tag: Sustentabilidade - QR Code Friendly



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500