Fortaleza, Terça-feira, 28 Junho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Na sessão solene de instalação da 4ª sessão legislativa da 30ª legislatura da Assembleia Legislativa do Ceará, o presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), solicitou a realização de minuto de silêncio em respeito às mais de 600 mil vítimas da pandemia de Covid-19 no Brasil, e em particular, a cinco servidores da Casa que faleceram nas últimas semanas.

O presidente da Alece homenageou os servidores Antônio José Silva de Alencar, Maria Eliane Gomes de Lima, Francisca Geraldina de Araújo, João Romário Fernandes e José Cauby Farias de Souza. 

Parceria

Em entrevista coletiva realizada após a sessão, Evandro Leitão explicou que 2022 será mais um ano marcado pelo diálogo entre Parlamento e população, sempre tendo em vista as melhores decisões para o povo cearense.

“Seguiremos com nosso trabalho no Parlamento, sempre orientados pelos protocolos sanitários determinados pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia de Coronavírus, formado pelo Poder Executivo, parlamentos e sociedade civil”, destacou.

O presidente ressaltou que as condições da pandemia e as normatizações acerca dos protocolos sanitários aplicados na Assembleia durante este período de alta nos casos de Covid-19 “serão semanalmente revistos e avaliados, e adaptados conforme o caso”.

Ainda de acordo com o presidente, o primeiro dia de trabalho, nesta quarta-feira, já foi conduzido seguindo essas normatizações, definidas esta semana pela Mesa Diretora e Colégio de Líderes, em consonância com o que foi definido pelo Comitê.

Do Núcleo de Comunicação Interna, com Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99717.1801

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A doação de sangue é um ato de solidariedade e um compromisso social que salva vidas. Munida desse propósito, a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce) aderiu à corrente de amor ao próximo na manhã desta terça-feira (28/09) e levou um grupo de servidores de setores variados da Casa ao Fujisan para realizar doação de sangue para a repórter da TV Verdes Mares, Marina Alves. Diagnosticada recentemente com um linfoma, a jornalista necessita de doações de sangue, plaquetas e de um transplante de medula óssea.

A primeira-dama da Assembleia Legislativa, Cristiane Leitão, destaca que a gestão do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão (PDT), traz esse olhar para a ajuda, o cuidado com o próximo e tem incentivado a doação de sangue e de órgãos entre os servidores.

''A partir do momento, que fazemos essa mobilização, estamos fazendo um ato de amor porque uma doação salva vidas. Sensibilizados pelo estado de saúde da jornalista Marina Alves, nossos colaboradores fizerem doação de sangue e a Assembleia aderiu à campanha ‘Doe de Coração’, da Unifor (Universidade de Fortaleza), que tem o compromisso de esclarecer sobre a importância de ser um doador de órgãos e tecidos. Independentemente do tipo de doação, o importante é ajudar o próximo'', defendeu a primeira-dama do Poder Legislativo.

Envolvimento com a causa

O presidente da Assalce e diretor do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, Luis Edson Sales, ressalta que Associação e Departamento estão engajados com a campanha “Doe de Coração”, com o intuito de incentivar a doação de órgãos e tecidos.

“O engajamento com a campanha já uma tradição porque sabemos da importância da doação de órgãos e o quanto o tema ainda é considerado um tabu, seja por falta de informação ou pela pouca discussão. Ainda temos uma grande recusa no Brasil, mas, apesar da dor do luto, podemos dar vida a outras pessoas.  A Assembleia Legislativa, por meio do presidente Evandro Leitão e da primeira-dama, Cristiane Leitão, o DSAS e Assalce, todos abraçamos essa causa'', reforça.

Outra ação incentivada pelo DSAS, juntamente com a Assalce, é a doação de sangue. Além da mobilização realizada nesta terça-feira, há o engajamento na Caravana da Solidariedade, incentivando a doação de sangue entre os servidores no mês de abril, época em que os estoques de sangue ficam em baixa. Juntos fazemos nossa parte”, reitera Luis Edson.

Uma única doação de sangue é capaz de salvar até quatro vidas. Para doar, é necessário que a pessoa esteja em boas condições de saúde e alimentada, tenha entre 16 e 69 anos, pese mais de 50 kg e leve documento de identidade original com foto recente.

Denis Studart, da 2ª Companhia de Polícia de Guarda da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, tornou-se doador voluntário há 20 anos, quando ingressou na Polícia Militar. Pelo menos uma vez ao ano, ele realiza a doação no Fujisan e no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce). “Para mim, doar é um ato incondicional de ajuda ao próximo e acima de tudo, de amor. Em pouco tempo, podemos fazer a diferença na vida de alguém com um simples ato de doação'', pontua.

Saiba mais

Para doar, os interessados devem se dirigir ao Fujisan, localizado na avenida Barão de Studart, 2626, no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 16h30min. Aos sábados, a doação pode ser feita entre 7h30min e 13 horas. Antes da doação, é preciso informar o nome completo da receptora, Marina Alves Bezerra.

A jornalista Marina Alves recebe diariamente bolsas de sangue e plaquetas, e necessita de doações. As plaquetas podem ser doadas no Fujisan, de segunda a sexta-feira, de 7h30min às 15 horas. Aos sábados, os interessados em doar plaquetas podem comparecer ao local entre 7h30min e 11 horas.

Para doação de medula, é necessário realizar cadastro no registro nacional de doadores voluntários de medula óssea, no Hemoce, ter entre 18 e 35 anos de idade, não ter tido câncer e apresentar documento de identidade.

No Hemoce, o voluntário preenche uma ficha e doa uma pequena quantidade do sangue, que será analisada em laboratório para verificar a compatibilidade. Caso a medula do doador não seja compatível com a da Marina, ela pode ser compatível com a de outra pessoa que está na mesma situação, precisando de um transplante.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Publicado em ASSALCE

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Evandro Leitão (PDT), fez um balanço, nesta quinta-feira (15/04), sobre a campanha de arrecadação de alimentos organizada pela Casa para ajudar as famílias cearenses mais vulneráveis em razão da pandemia. “Nós arrecadamos 33 toneladas de alimentos e as cestas básicas já foram entregues para diversas entidades e comunidades. Agradeço a todos os deputados que contribuíram de alguma forma, assim como todos aqueles que se envolveram”, enalteceu.

Durante a abertura da sessão plenária da Casa, realizada por meio do Sistema de Deliberação Remota (SDR), o deputado ressaltou ainda que a campanha continua e que o Poder Legislativo segue recebendo doações. As doações podem ser feitas por servidores e servidoras da Casa, na sede do Poder Legislativo. A população também pode colaborar, enviando doações à Assembleia Legislativa, especificamente para a entrada do Edifício Senador César Cals, sede do Legislativo cearense, que fica na rua Barbosa de Freitas, nº 2674, no bairro Dionísio Torres. Para evitar deslocamentos até o local, o presidente do Legislativo sugere que as compras sejam feitas de forma on-line e a entrega direcionada para a portaria do prédio.

Nesta quarta-feira (14/04), a Assembleia Legislativa do Ceará doou 1,2 tonelada de alimentos para famílias da comunidade Pau Pelado, localizada no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, no entorno da sede do Poder Legislativo. Durante a ação, 120 famílias de baixa renda foram beneficiadas. A ação contou com a participação de integrantes da 2ª Companhia de Policiamento da Assembleia Legislativa e da da 7ª Companhia do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediada na AL.

Evandro Leitão defende liberação da vacina Sputnik V no Brasil

Ainda na sessão, o presidente da Assembleia Legislativa destacou a importância de o Governo do Ceará conseguir a liberação da vacina russa Sputnik V, para poder ampliar a imunização de cearenses contra a Covid-19.

No último mês de março, o governador do Estado, Camilo Santana, sancionou lei aprovada pela Assembleia Legislativa que autoriza o Executivo estadual a adquirir 5,8 milhões de doses da vacina, por meio de uma compra direta com o Fundo Soberano Russo.

Segundo Evandro Leitão, desde então, todos os procedimentos necessários foram realizados para concretizar a aquisição. Porém, em razão da demora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso do imunizante no País, o Governo do Ceará decidiu entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que acelerar a liberação.

“O quantitativo de vacina que tem chegado ao Ceará não tem sido suficiente para atender a nossa população. Por conta disso, os nove estados nordestinos fecharam a compra de cerca de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V”, assinalou o presidente da AL.

Na avaliação do parlamentar, o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 começou de forma tardia em relação a outros países e, diante da falta de planejamento e de ações da União no que diz respeito à pandemia e suas responsabilidades, as ações precisaram ser compensadas pelos estados. “Lamentamos que mais de 362 mil vidas tenham sido perdidas para a Covid-19 no Brasil, e devemos fazer de tudo para que nenhuma mais seja perdida para essa doença”, salientou o chefe do Poder Legislativo. Para ele, ao receber as doses da vacina russa, o Ceará poderia imunizar grande parte da população, o que significaria salvar vidas, bem como garantir o retorno de atividades, com a abertura do turismo e outros setores.

O presidente da AL observou ainda que, até quarta-feira (14/04), mais de 15 mil pessoas morreram no Estado por conta da Covid-19. Em respeito a essas vidas perdidas, ele solicitou que fosse prestado minuto de silêncio.

Do Núcleo de Comunicação Interna, com Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A pandemia da Covid-19 que já ceifou a vida de quase 350 mil brasileiros também está trazendo  dificuldades econômicas para considerável parcela da população. O país atravessa uma crise de grandes proporções que ampliou a taxa de desemprego para 14,5%, a 14ª maior do mundo em um ranking das 100 maiores economias, de acordo com relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI). A situação atravessada pode ser minorada com o engajamento de todos que podem de alguma forma contribuir com os mais necessitados.

Com o objetivo de reduzir os impactos da crise, a Assembleia Legislativa do Ceará doou, nesta quarta-feira (14/04), 1,2 tonelada de alimentos para famílias da comunidade Pau Pelado, localizada no bairro Dionísio Torres, no entorno da sede do Poder Legislativo. Durante a ação, 120 famílias de baixa renda foram beneficiadas. Servidores da Assembleia podem se envolver e realizar as doações, contribuindo para a campanha.

A iniciativa é do presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), que junto a outros parlamentares da AL e segmentos da sociedade civil, arrecada alimentos e produtos de higiene para distribuir a famílias em situação de vulnerabilidade no Ceará, que tiveram suas condições agravadas pelo contexto da pandemia.

Campanha tem engajamento do Corpo de Bombeiros

A solidariedade tem se manifestado entre os que compõem o Corpo de Bombeiros. "Mais do que um gesto de amor, a atitude ajuda a salvar vidas, garantindo a subsistência, o pão de cada dia da população carente", define o subcomandante da 7ª Companhia do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediada na AL, Emerson Bastos. O grupamento aderiu à campanha de arrecadação de alimentos promovida pelo Poder Legislativo, iniciada em março passado.

Emerson Bastos destaca que todos os bombeiros sediados na Assembleia, em vários momentos da pandemia, vêm ajudando, de forma individual, às pessoas necessitadas. “A união dessas ajudas singelas, coordenada pela Casa, irá garantir um pouco de alento aos irmãos que não têm nada”, afirma. Ele acentua que os bombeiros da Assembleia continuam contribuindo com a campanha, entregando alimentos que compõem cestas básicas.

Na última oportunidade, a companhia entregou à administração do Poder Legislativo cestas básicas doadas pelos integrantes sediados na Assembleia. “Se somos semelhantes a Deus, que nossos atos reflitam o que Jesus faria e o que gostaríamos que fizessem com a gente”, acentua o oficial.

Beneficiados

Francisco Lindomar da Silva, desempregado, da comunidade Pau Pelado, agradeceu a ação da Assembleia e frisou a importância de receber cesta básica para sobrevivência da família. “Através dessas doações que estamos conseguindo sobreviver. Minha esposa, que é diarista, está fazendo alguns trabalhos mas sempre com muito cuidado e, por conta da pandemia, conseguir emprego tem sido difícil. Por isso, agradecemos demais a essas pessoas que estão nos ajudando através doações”, assinalou.

Meyrilane Nascimento, também desempregada, salientou que com a dificuldade de conseguir trabalho, as doações de cestas básicas têm suprido muitas famílias das comunidades. “É uma benção essa ação da Assembleia. Não temos palavras para a agradecer. Peço que quem está doando continue fazendo assim, porque tem feito a diferença na vida de muitas pessoas pobres”, afirmou.

O comandante da 2° Companhia de Policiamento da Assembleia Legislativa, coronel Marcelo Vasconcelos, explicou que a campanha está arrecadando alimentos de todos os que quiserem participar e colaborar. “O presidente Evandro Leitão entendeu esse momento sensível que estamos vivendo e achou essa maneira sábia de ajudar a quem precisa. A sede da Casa está recebendo esses alimentos e a Companhia de Guarda ficou responsável por recepcionar e fazer essa entrega, tudo coordenado pela equipe do presidente”, disse.

O coronel Marcelo afirmou ainda que até o momento, mais de 35 toneladas de alimentos foram arrecadadas para ajudar comunidades e entidades da Capital, como também do interior do Estado. “É louvável ver as pessoas se engajando nessa campanha. Muitos estão sendo beneficiados e é gratificante ver o olhar de alegria destes que estão sendo ajudados”, ressaltou.

Entidades beneficiadas

Com a ação da Casa, já foram beneficiadas a Associação Comunitária dos Moradores do Parque Nazaré, localizada no Siqueira; a Igreja Presbiteriana, no Henrique Jorge e a Arquidiocese de Fortaleza. Também foram beneficiados o público de pessoas imigrantes, familiares de encarcerados, catadores de lixo e povos indígenas.

"Agradecemos à Assembleia por ter pensado na gente neste cenário em que acompanhamos inúmeras famílias que se encontram numa situação de maior fome e vulnerabilidade em decorrência do Covid-19", disse Diana Maia, representante da articulação das pastorais sociais da Arquidiocese de Fortaleza. Segundo ela, entre os beneficiados, há pessoas imigrantes, familiares de encarcerados, catadores e povos indígenas.

Dentre as entidades que ainda deverão ser contempladas, estão a Comunidade Cristã Videira; a Paróquia Santo Antônio de Pádua, da Granja Portugal; a Comunidade Católica Face de Cristo; e a Arquidiocese de Fortaleza.

A população também pode colaborar, enviando doações à Assembleia Legislativa, especificamente para a entrada do Edifício Senador César Cals, sede do Legislativo cearense, que fica na rua Barbosa de Freitas, nº 2674, no bairro Dionísio Torres. Para evitar deslocamentos até o local, o presidente do Legislativo sugere que as compras sejam feitas de forma on-line e a entrega direcionada para a portaria do prédio.

JS, com informações da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Assembleia Legislativa doou, na manhã desta sexta-feira (09/04), 100 cestas básicas para a Rede Nacional de Pessoas que vivem com HIV/Aids – Núcleo Ceará (RNP+CE). Outras 50 foram destinadas à Paróquia Santo Antônio de Pádua, no bairro Granja Portugal, em Fortaleza. A ação é resultado da campanha de arrecadação de alimentos e produtos de higiene para distribuição a famílias em situação de vulnerabilidade no Ceará, iniciativa do presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), envolvendo articulação com demais parlamentares e segmentos da sociedade civil interessados em colaborar.

O coordenador administrativo da Rede Nacional de Pessoas que vivem com HIV/Aids, Vando Oliveira, agradeceu o gesto do Poder Legislativo de atender o pleito da entidade. “São pessoas que fazem uso de medicação antirretroviral de duas a três vezes ao dia, necessitando minimamente de uma alimentação que amenize os efeitos do medicamento e ajude na adesão dos mesmos”, reforça.

Ele destacou que, desde 2014, o Núcleo gerencia uma Central de Segurança Alimentar para pessoas com HIV, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Mensalmente, segundo informa, as duas secretarias enviam para a central, 700 cestas básicas, atendendo as famílias que estão cadastradas pelos serviços de saúde da Prefeitura de Fortaleza e pelo Hospital São José. “São pessoas em condição de vulnerabilidade social, fora do mercado de trabalho e sem nenhum benefício da Previdência Social. Mas, desde novembro de 2020, por questões de licitação, a Secretaria Municipal de Saúde não repassou mais nenhuma cesta básica”, aponta.

Números

Vando Oliveira adianta ainda que das mais de 30 mil pessoas com HIV no Ceará, segundo dados do boletim epidemiológico da Sesa, são cadastrados na RNP+Ceará, pelo menos, 1.685 famílias com um perfil de vulnerabilidade social.

“Até novembro passado, conseguíamos atender pelo menos 700 dessas famílias, mas neste momento apenas 400 estão sendo contempladas, o que gera uma demanda muito grande que, mesmo com campanhas de arrecadação de alimentos, não estamos conseguindo dar conta”, lamenta o coordenador.

Fundada em 1998, a RNP+Ceará é filiada à RNP+Brasil, que abrange todo o território nacional, buscando a mobilização e integração de todas as pessoas vivendo com HIV/Aids. Sem vínculo político-partidário ou religioso, atua na promoção do fortalecimento das pessoas sorologicamente positivas para o vírus HIV, independente de gênero, orientação sexual, credo, raça/cor, etnia ou nacionalidade, tendo como missão contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que vivem com HIV/Aids no Estado.

Também nesta sexta-feira, a Paróquia Santo Antônio de Pádua, localizada na Granja Portugal, em Fortaleza, recebeu 50 cestas básicas.

Segundo o representante da Paróquia, Raimundo Delfino, as cestas vão ser destinadas para as comunidades carentes do bairro, que conta com muitas famílias necessitadas. “É um povo que tem necessidade, pois muitas pessoas estão desempregadas na Paróquia”, comenta.

Ainda segundo ele, a igreja já desenvolve um trabalho muito grande nesse sentido, pedindo contribuição de alimentos dos fiéis durante as missas para distribuição aos mais carentes. “A pandemia aumentou muito a necessidade do povo e estamos aqui lutando para que essas pessoas não passem tanta necessidade”, pontuou Raimundo Delfino.

Dentre outras entidades que ainda deverão ser beneficiadas, estão a Comunidade Cristã Videira; a Comunidade Católica Face de Cristo; e a Arquidiocese de Fortaleza.

Campanha

A Assembleia Legislativa tem recebido, desde o final de março, doações de cestas e produtos de higiene para serem distribuídos a famílias em situação mais vulnerável no Ceará. Até a última segunda-feira (06/04), a Casa já havia arrecadado 32,5 toneladas de alimentos para serem doados a instituições da Capital e do Interior.

A população também pode colaborar, enviando doações à Assembleia Legislativa, especificamente para a entrada do Edifício Senador César Cals, sede do Legislativo cearense, que fica na rua Barbosa de Freitas, nº 2674, no bairro Dionísio Torres. Para evitar deslocamentos até o local, o presidente Evandro Leitão sugere que as compras sejam feitas de forma on-line e a entrega direcionada para a portaria do prédio.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

InícioAnt12345PróximoFim
Página 1 de 5

Temos 295 visitantes e Um membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500