Fortaleza, Terça-feira, 05 Julho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

O Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, por meio da Célula de Odontologia, realiza campanha de desmistificar mentiras e verdades na área da saúde. A ação é em decorrência do dia 1° de abril, que transcorre nesta sexta-feira, onde se comemora o dia da mentira ou brincadeira dos bobos, como é conhecido na Inglaterra.

Os colaboradores da Célula fizeram pequenos cartazes dobrados, de várias cores, com verdades e mentiras no que se refere à saúde e higiene bucal, pregaram no teto e na porta principal da célula. A exposição foi aberta nesta quinta-feira (31/03), pela primeira-dama da Casa, Cristiane Leitão, pelo diretor do DSAS, Luis Edson Sales, pela coordenadora do Comitê de Responsabilidade Social, Luana Brasileiro, e pela coordenadora do Centro Inclusivo para Atendimento e Desenvolvimento Infantil (Ciadi), Sáskya Vaz, e pela assessora técnica geral do Departamento, Ana Carmem.  

A orientadora da Célula junto à equipe, Amélia Capelo, apresenta nessa exposição 50 cartazes com os mitos mais frequentes. Servidores da Casa, pacientes e convidados, podem abrir o pequeno cartaz e aprender a verdade sobre vários temas que percorrem a Odontologia. Abaixo alguns deles.

Mentiras ou verdades?

Dentre os temas tratados, estão aqueles relacionados à escovação, uso de fio gental, possível ingestão de pasta com flúor por crianças durante a escovação, tratamento de canal e razões do sangramento da gengiva.

O diretor do DSAS, Luis Edson Sales, afirmou que são iniciativas como essa que fazem a diferença no trabalho desenvolvido pelo Departamento, cujas Células interagem de maneira uniforme, "sempre pensando em um melhor atendimento para o(a) servidor(a) da Casa”. Ele disse ainda que muitas são as lendas que a população leva como verdades. "Devemos mostrar a realidade porque estamos falando de saúde, o maior patrimônio que temos e precisamos preservar”, pontuou.

A primeira-dama do Legislativo, Cristiane Leitão, parabenizou a orientadora da Célula e toda a equipe pela ação e disposição de todos que contribuíram para a exposição. As Células da Psicologia, Psicopedagogia e Acupuntura também reservaram alguns pontos que sempre permeiam a mente criativa da população.  

Acupuntura, Psicologia e Psicopedagogia

O orientador da Célula de Acupuntura, Egerton Teles, também tratou de questões apontadas no que se refere à prática, corrigindo inverdades relativas ao tema. “As agulhas de Acupuntura não transmitem doenças, são totalmente seguras porque são esterilizados, cabendo ao profissional os devidos cuidados na aplicação e manuseio das mesmas. É mentira dizer que a dor provocada pela agulha de acupuntura é insuportável. O incômodo é mínimo dependendo da sensibilidade de cada um. Existem pontos que são totalmente indolores”, explanou.

A orientadora da Célula de Psicologia, Maria da Conceição Guerra Martins, desvendou mentiras apresentando algumas lendas. “Afirmar que 'Só doido vai pro psicólogo' é mentira.  Esse tipo de pensamento é permeado por preconceitos. Nos dias de hoje, já sabemos que a saúde mental é essencial para uma boa qualidade de vida. A pressa com que tudo ocorre, as exigências diárias e as metas a serem alcançadas são alguns dos problemas que levam ao sofrimento mental. A psicoterapia é essencial na prevenção do adoecimento mental”, asseverou.

Lidia Lourinho, orientadora da Célula de Psicopedagogia apresentou uma lenda sobre uma das maiores mentiras que permeiam a mente de pais, e até de profissionais: As pessoas com menos inteligência estão mais propensas a ter dificuldade de aprendizagem? Ela informou que essa visão é falsa. "A dificuldade de aprendizado só pode e deve ser diagnosticada em pessoas com inteligência média ou acima da média. Aqueles quem apresentam dificuldades de aprendizagem geralmente possuem um QI elevado, o problema é que a DA dificulta a demonstração da sua efetiva capacidade de realizar atividades cotidianas", afirmou.

Saiba mais

O Dia da Mentira é celebrado, no Brasil, em 1º de abril. Acredita-se que a data surgiu na França em meados do século XVI.

A versão mais conhecida para a data remonta ao século XVI, na França. Lá, a chegada do Ano Novo era comemorada durante uma semana, do dia 25 de março ao dia 1º de abril. Em 1564, o rei o rei francês Carlos IX  teria decidido que o Ano Novo seria celebrado no dia 1º de janeiro, devido à adoção do calendário gregoriano.

Muitas pessoas teriam demorado a se acostumar com o calendário, e outras resistiram à troca da data. Essas pessoas tornaram-se alvo das mais variadas formas de ridicularizarão. Eram chamadas de "bobos de abril", recebiam convites para festas que não existiam e ganhavam cartões e presentes esquisitos no dia 1º de abril. Da França, a mania de pregar peças nesta data teria percorrido o mundo.

Historiadores não têm certeza sobre onde oficialmente surgiu o Dia da Mentira e, portanto, o que existe são apenas teorias. Há alguns levantamentos pelos quais brincadeiras parecidas com as realizadas no Dia da Mentira eram desenvolvidas por povos da Antiguidade. Muitos historiadores apontam evidências que mostram menções ao Dia da Mentira na Idade Média.

Da Assessoria de Imprensa do DSAS, com Núcleo de Comunicação Interna da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99717.1801

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Temos 775 visitantes e 12 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500