Fortaleza, Segunda-feira, 16 Maio 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

O curso "Em rodas de Biblioterapia", promovido pela Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará, por meio do programa "Entreartes", vai realizar, nesta quinta-feira (28/04), às 11 horas, a poética "Meu amigo livro", apresentada pela coordenadora da atividade, Jacqueline Assunção. Será a primeira vez, desde o início da pandemia do Coronavírus, em 2020, que a atividade retorna às instalações da Biblioteca César Cals, localizada no Anexo II do Poder Legislativo.

Jacqueline Assunção informa que os primeiros dez inscritos para esta atividade ganharão um "livro surpresa". A poética, segundo ela, será inspirada no acervo da estante temática do projeto "Ler cuidando do ser", que fica na Biblioteca César Cals. O presidente da Assalce e diretor do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Alece, Luis Edson Sales, fará a abertura do evento.

A coordenadora assinala que a participação assegura certificados aos presentes. "Nesta quinta-feira, voltamos à Biblioteca, local que, conforme revela, costuma receber alternadamente as rodas de Biblioterapia, juntamente com a sede da Assalce. Esta é uma parceria com a instituição que nos recebe", afirma. Ela informa ainda que os livros surpresa são literários. Também foram reservados outros volumes, "que serão doados para colaboradores".

Jacqueline Assunção pontua que a roda será por meio dos "livros remédios da alma" que já estão em na estante temática "Ler cuidando do ser". "A gente vai maratonar com esses conteúdos, que serão escolhidos de forma aleatória. Todos são maravilhosos e foram elencados nas rodas pelos próprios servidores da Alece, ao longo dos anos do projeto", explica.

Ao destacar a importância da atividade, a coordenadora lembra que o livro é onde se guarda histórias, uma vez que cada publicação repassa sua história para a humanidade, atravessando os tempos. "Eu poderia dizer também que cada exemplar favorece o crescimento intelectual, mas a nossa pegada não é essa. Os livros, mesmo antes da Medicina moderna, já eram utilizados como remédios para os males da alma", observa Jacqueline Assunção.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99717.1801

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

 

Publicado em Biblioteca

Nesta quinta-feira (20/05), será realizada a última aula do primeiro módulo do curso "Em Rodas de Biblioterapia", da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce). A servidora e facilitadora do curso, Jacqueline Assunção, trará para o encontro a servidora Erliene Vale, orientadora da Consultoria Técnica Legislativa (CTLegis) da Assembleia Legislativa do Ceará.

O curso "Em Rodas de Biblioterapia" acontecerá nesta quinta-feira (20/05), às 17 horas, na plataforma digital Google Meet.

A poética da colheita dos "livros Ha!” significa a mudança profunda causada na consciência do leitor por meio de determinados livros que aguçam sua sensibilidade. A roda de conversa se dará em torno dos livros "A Arte de Viver" do filósofo Epicteto, "A Arte da Simplicidade" de Dominique Loreau, "A Força da Palmeira" de Anabela Lopes, "O Livro dos Ressignificados" de João Doerdelei, e o livro sagrado que fizeram o papel do "livro Ha!" nas vidas das duas servidoras.

Conforme destaca Jacqueline Assunção, a Biblioterapia é a prática de cuidar por meio da literatura e o curso busca visibilizar a dimensão terapêutica do ato de ler. ''Alguns livros transformam nossas vidas, nos fazem transbordar de emoção e nos ressignificam de certa maneira. Neste quinto encontro, apresentaremos algumas obras que marcaram e celebraremos a colheita", afirma.

Ela pontua que a cada encerramento de curso, opta por realizar essa dinâmica, para que todos tenham a oportunidade de se colocar e de avaliar como foram os encontros "onde nós apresentamos a poética de livros que são nossos companheiros de terapia''.

Reconhecimento internacional

Em meio à realização do curso, a servidora Jacqueline Assunção teve uma ótima notícia nesta semana. A coordenadora do curso "Em Rodas de Biblioterapia" e idealizadora do programa Assalce Entre Artes conquistou reconhecimento internacional, com o primeiro lugar no I Concurso Internacional de Poesia Cultive 2021, que fez parte da programação do 1° Salon International du Livre et de la Culture de Genève Cultive, realizado no período de 14 e 18 de maio pelo Institut Cultive Brésil Suisse.

Além do certificado, a premiação inclui a publicação do poema vencedor, ''Doce Presença'', em uma antologia que será organizada pela Editora Cultive. ''Era uma vez um Anjo'' organizada por Valquíria Imperiano, presidente da Associação Cultive de Genebra, foi a primeira antologia internacional de que Jacqueline Assunção participou, sendo coautora em duas poesias: ''Doce Presença'' e "Asas''.

Jacqueline afirma que foi uma surpresa destacar-se em meio a tantos artistas inscritos. ''São muitos escritores, inclusive premiados, e a maioria participa de academia nacional e internacional. Confesso que foi uma grata surpresa, pois escrevo com a alma, não sigo nenhuma escola, nem regras da crônica, dos contos ou poesia. Simplesmente sento e escrevo afetuosamente'', revela.

O evento foi realizado de forma virtual com transmissão pelo Canal Cultive na plataforma YouTube e reuniu autores, artistas e músicos dos países lusófonos a fim de promover a troca de cultura entre os participantes e o público.   O resultado do concurso está disponível no YouTube por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=QwGn33xra3o.

JB, com Assessoria de Comunicação e Marketing da Assalce

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em ASSALCE

O curso “Em Rodas de Biblioterapia”, que integra o programa “Entre Artes”, da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará, retornou às suas atividades neste mês, com a participação do presidente da Assalce, Luis Edson Sales. As atividades estão sendo promovidas de forma virtual a partir de agora. Para participar delas, os interessados devem manter contato com a facilitadora e idealizadora do programa “Entre Artes”, Jacqueline Assunção, pelo telefone 85.98601.6545.

Durante a aula inaugural remota do curso, realizada no dia 8 de abril, Luis Edson apresentou a poética com o tema "Uma Trajetória de Trabalho com Amor" e contou um pouco do seu percurso no Poder Legislativo, no qual ingressou profissionalmente em 1982. Ele trabalhou por muito tempo no Departamento de Recursos Humanos, atual Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), atuando nos setores de Cadastro de Servidores e na Divisão de Controle de Pessoal, setores que lhe permitiram conhecer melhor e aproximar-se dos servidores da Casa.

Na gestão do ex-presidente da Assembleia, Marcos Cals (2003/2006), recebeu o convite para assumir a direção do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), onde está até hoje. "Sou seguidor da administração humanística. Por isso, pauto minha liderança na unidade, reconhecendo e valorizando as capacidades individuais de cada colega de trabalho. Oportunizar e incentivar a criatividade da equipe stimula o desejo de oferecer um trabalho de excelência", afirmou Luis Edson durante a poética do curso.

Programação

A facilitadora do curso e coordenadora do programa “Entre Artes”, Jacqueline Assunção, destaca que devido ao isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, o “Em Rodas de Biblioterapia”, durante cinco semanas, será realizado em formato remoto sempre às quintas-feiras por meio da plataforma Google Meet, das 17 horas às 18h30min. Ao todo serão 30 horas/aula, com sua mediação e a participação de convidados.

Conforme destaca Jacqueline, a Biblioterapia é a prática de cuidar por meio da literatura e o curso busca visibilizar a dimensão terapêutica do ato de ler. “Muitas são as leituras, com seus assuntos plurais, nomeando angústias. Há trechos ou obras literárias que atravessam nossa alma, despertam e impactam de forma a provocar catarse”, afirma.

Saiba mais

O curso “Em Rodas de Biblioterapia” tem conteúdo programático com poéticas inspiradas na vida e nos livros com seus temas diversos, a partir de bases conceituais de Marc-Alain Ouaknin, Cristiana Seixas e Clarisse Fortkamp Caldin.

A facilitadora do curso e coordenadora do programa Entre Artes, Jacqueline Assunção, destaca que os benefícios são muitos, pois a história da arte está relacionada à cultura dos mais variados povos existentes. “Por ser atividade regeneradora, funciona como um verdadeiro canal de saúde, evidente na Psicologia, assim como Psicanálise e Medicina se utilizam de atividades artísticas nos tratamentos de alívio em sintomas de algumas patologias”, explica.

No entender de Jacqueline, a arte, em qualquer de suas linguagens, melhora a autoestima. “É democrática, podendo ser praticada em todas as classes sociais, por pessoas de qualquer idade, etnia ou nacionalidade’’, ressalta.

Serviço: Para saber mais sobre o curso “Em Rodas de Biblioterapia”, o contato deve ser feito com a facilitadora e idealizadora do programa “Entre Artes”, Jacqueline Assunção, pelo telefone 85.98601.6545.

JB, com Assessoria de Comunicação e Marketing da Assalce

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em ASSALCE

O curso "Em Rodas de Biblioterapia", parte do programa "Entre Artes: A Arte de Viver", realizou, nesta quinta-feira (10/10), na sede da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, o seu 42º encontro. Nesta edição, a atividade teve a "poética" (exposição) sobre a obra "A Farmácia de Platão" do escritor argelino Jacques Derrida, apresentada pelo servidor do Núcleo de Comunicação Interna, jornalista Julio Sonsol, também licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

A poética foi aberta com uma breve biografia de Jacques Derrida, filósofo argelino, fillho de pais judeus franceses e filiado à escola da Filosofia da Diferença, que tem em Gilles Deleuze seu expoente mais conhecido. O foco de Derrida está no diálogo Fedro, de Platão, que apresenta, entre outros aspectos,  a cena da origem da escrita pelo mito egípcio do Deus Teuth, que teria entregue ao faraó Tamuz a escritura.

No diálogo de Platão, conforme acentuou Julio Sonsol, se desenvolve justamente no sentido de expor uma polissemia (multiplicidade de sentidos) do termo grego phármakon para nomear a escrita, que pode ser tanto um remédio ou um venero. "Os tradutores quase sempre negligenciam essa duplicidade no ato da tradução. Em outras palavras, por si mesma a palavra phármakon não constitui uma novidade, nem foi Derrida que a descobriu. O dado inovador na leitura proposta por "A Farmácia de Platão" é tornar praticamente inviável uma decisão por um dos pólos, o positivo ou o negativo", interpretou.

Vale destacar que o diálogo abordado por Derrida gira também sobre um determinado discurso feito pelo sofista Lísias, e  ouvido por Fedro, que serviu como isca para atrair Sócrates para fora dos muros de Atenas. O discurso estava escrito, mas Fedro queria tentar fazer um simulacro do orador. Sócrates, no entanto, percebeu a escritura sob a manta do seu interlocutor. O autor argelino também nomeia esta escritura de phármakon, porque, segundo ele, tudo que é escrito pode ser um remédio ou um veneno.

Múltiplas interpretações

O autor da poética também citou que para o faraó egipcio, o texto escrito não pode ser um auxílio ao verdadeiro conhecimento porque ele simplesmente parece “repetir sem saber”. O que se marca, assim, é o valor da escrita como simples representação da fala, esta sim capaz de produzir o verdadeiro conhecimento como função da memória autêntica. Tal posição, no entanto, é aprofundada por Sócrates, porque a escritura pode também remeter à verdade.

Para Derrida, no entanto, apesar de tudo estar contido na escritura, não é possível ao leitor se chegar ao verdadeiro sentido do texto, que proporciona a cada nova leitura uma nova interpretação, e percepção de traços que a leitura anterior não permitiu um acesso completo. "Sempre que se lê novamente um mesmo livro é como se fosse um novo entendimento que surge à mente", frisa.

Após a poética, a Cozinha Vintage serviu aos presentes patês inspirados na cultura gastronômica grega, condimentados com alho, cebola e azeite, próprios do mediterrâneo. Lilian Rêgo, que coordena a cozinha, juntamente com Jacqueline Assunção, explicou que o alimento servido procura fazer um diálogo com o tema abordado. Em Rodas de Biblioterapia” é coordenado por Lilian Rêgo e Jacqueline Assunção, com a supervisão do presidente da Assalce, Luís Edson Corrêa.

"Cozinha Vintage é o projeto que idealizei também para o Programa  Assalce Entre Artes, com equipe formada por Lilian Rêgo, Verônica Barreto, Camila Rêgo e por mim. E tem como escopo a memória da vovó, dialogando com a poética da Biblioterapia pois não é um lanche simplesmente. É um alimento para a alma", diz Jacqueline.

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Publicado em ASSALCE

Temos 259 visitantes e 7 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500