Fortaleza, Quarta-feira, 17 Agosto 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Neste sábado, 15 de maio, é comemorado o Dia da/do Assistente Social, profissional que colabora com a promoção do bem-estar social. São pessoas que se  dedicam a lutar pelos direitos humanos e por melhores condições de vida para grupos sociais vulneráveis. Depois de formado, este profissional pode atuar principalmente em órgãos públicos federais, estaduais, e municipais, empresas privadas e em Organizações Não Governamentais (ONGs). A profissão foi instituída em 1936, quando houve a criação da primeira Escola de Serviço Social do país, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Os profissionais da área acompanham de perto as famílias das comunidades e desenvolvem projetos de assistência social voltados para as pessoas que se encontram em alguma situação de risco, dentre estas o abandono. Prestam orientações a grupos e famílias, realizam estudos sociais, planejam, organizam e administram benefícios sociais. Também atuam na docência, realizando pesquisas e investigações científicas, além de elaborar pareceres sociais, laudos, projetos e relatórios.

A orientadora da Célula de Assistência Social do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, Maria de Góes Rodrigues, acentua que o trabalho do assistente vai além de uma escuta ampla. "Estamos lado a lado com os demais profissionais numa campanha crescente pelo DSAS", afirma. Ela informa que o Serviço Social como a porta de entrada do Departamento "despertou para um olhar atento sobre o novo".

Maria de Góes Rodrigues ressalta que o Dia da/do Assistente Social deve ser comemorado por toda a categoria. "Parabenizo todos os profissionais da assistência social e em espacial à equipe do Departamento de Saúde e Assistência Social da Assembleia", frisa.

Regulamentação do Serviço Social: conquista histórica

O diretor do DSAS, Luis Edson Correa Sales, lembra que nessa data foi regulamentado o Serviço Social, profissão inscrita na história do Brasil há mais de 80 anos. "Para 2021, assistentes sociais apontaram um tema urgente e necessário, ainda mais no contexto da pandemia, de luta pela saúde pública e políticas sociais: o trabalho pela vida", afirma.

O dirigente também parabeniza o Conselho Federal e regionais de Serviço Social pela campanha de 2021, que tem como objetivo dar visibilidade à profissão e suas bandeiras de luta; valorizar o trabalho da categoria e dialogar com a sociedade sobre o que o Serviço Social pode oferecer como profissão em defesa da efetivação dos direitos da população.

"Neste dia, quero também homenagear nossa equipe de Assistentes Sociais do DSAS, que tão bem têm executado seu papel no atendimento aos servidores e servidoras da nossa Assembleia Legislativa”, diz o diretor.

Luis Edson Correa revela ainda que no contexto da pandemia do Coronavírus, foram efetuadas modificações na estrutura organizacional do Departamento, e que a Célula da Assistência Social aprimorou os atendimentos e consultas de forma online para alguns serviços. "Muito obrigado a cada um pelo talento, profissionalismo e amor dedicados ao trabalho e a atenção dada aos nossos servidores e servidoras", afirma, em referência aos e às profissionais homenageados na data.

JS, com Assessoria de Imprensa do DSAS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

O Ceará celebra, nesta quarta-feira (24/03), pela primeira vez, o Dia Estadual da Conscientização e de Combate às Fake News. A data foi incluída no Calendário Oficial de Eventos do Ceará a partir de um projeto de lei da deputada Érika Amorim (PSD), e tem por objetivo coibir a disseminação de notícias falsas no Estado.

A data foi instituída pela lei 17.306/20, sancionada pelo governador Camilo Santana (PT) em outubro do ano passado. A norma prevê que poderão ser firmadas parcerias público-privadas com o intuito de promover seminários e ações educativas com enfoque na conscientização sobre os efeitos legais aos quais a pessoa que cria ou dissemina notícias falsas está sujeita.

A deputada Erika Amorim, autora do projeto de lei 649/19, afirma que a data foi escolhida por ser internacionalmente reconhecida como o “Dia do Direito à Verdade”, que já faz parte do calendário nacional de datas comemorativas (Lei 13.605/2018). “Queremos coibir a prática da disseminação das fake news, notícias falsas produzidas e reproduzidas de forma irresponsável para prejudicar ou beneficiar alguém ou simplesmente para promover uma postagem com likes ou visualizações de páginas eletrônicas”, pontua.

Repercussão de fake news durante a pandemia

Para Érika Amorim, diante da pandemia da Covid-19, o compartilhamento de informações equivocadas e sem comprovação científica somente atrapalha o trabalho de prevenção e combate à doença. “A informação é a melhor arma de prevenção ao novo coronavírus”, enfatiza a parlamentar.

A deputada reitera também a importância do engajamento em massa no combate às fake news, sensibilizando a população sobre como identificar e agir diante de uma notícia falsa. Ela elenca ainda características que podem ser levadas em consideração para identificar uma fake news: desconfie da notícia absurda; a notícia falsa costuma pedir pra ser compartilhada e é muito comum usar um tom alarmista; geralmente contém erros de português; muitas notícias falsas apelam para teorias da conspiração para gerar revolta; usam dados aleatórios para dar veracidade à história; vêm de sites poucos conhecidos.

“É preciso despertar nas pessoas a urgência de checar as informações antes de repassá-las. A educação da população é sempre a melhor e mais barata solução a ser adotada”, aponta a deputada Érika Amorim.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Quinta, 02 Julho 2020 16:31

Dia do Bombeiro Brasileiro é comemorado

O Dia do Bombeiro Brasileiro é comemorado nesta quinta-feira (02/07). A data é uma homenagem a todos os herois e heroínas brasileiros que arriscam suas vidas para proteger a população, as cidades, as florestas dos riscos de incêndios e desastres naturais.  A Assembleia Legislativa do Ceará abriga a 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiro Militar, que promove constantemente prevenção e combate ao incêndio, prestação de atendimento pré-hospitalar e planejamento operacional do Poder Legislativo.

A primeiro tenente da 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiro Militar da Assembleia Legislativa, Samara Dantas, destaca que a data representa o reconhecimento pelo trabalho, abnegação e dedicação desses profissionais que atuam em prol da proteção do cidadão. O Dia do Bombeiro foi instituído por meio do Decreto-Lei 35.309, de 1954. A partir desta mesma lei, também foi definida a realização da Semana de Prevenção Contra Incêndios.

“Durante a semana do dia 2 de julho, também acontece a semana de prevenção aos incêndios em todos os estados brasileiros, abordando diversos temas relacionados aos bombeiros, seja na área de prevenção, de combate a incêndio, atendimento pré-hospitalar e salvamento. É uma semana em que se discute a profissão bombeiro militar’’, destaca.

A tenente afirma que devido à pandemia gerada pela Covid-19, a semana de prevenção do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará foi realizada 100% online por meio de lives transmitidas nas redes sociais como Instagram Facebook e YouTube, mas com ampla participação popular.

Atuação

Durante o período de pandemia, a 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiro Militar da Assembleia tem atuado em parceria com a 2ª Companhia de Polícia de Guarda do Poder Legislativo, de modo a proteger os servidores que necessitam ir à Casa. “Nossa função é proteger tanto os servidores como a população que circula no entorno do Poder Legislativo. Já presenciamos acidentes de carro, situações de mal-estar e fizemos os devidos atendimentos. Nossa frente de trabalho é prevenção contra qualquer tipo de dano à Assembleia, que é um patrimônio do nosso Estado, e as pessoas que trabalham ou por ali circulam”, destaca.

A tenente adianta que a corporação prevê novidades que serão adotadas quando o período de pandemia for superado. Dentre os novos projetos, estão a reativação da brigada da Assembleia Legislativa e a realização de cursos de treinamento para os membros da corporação e servidores.

O relações públicas do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, major Giuliano Rocha, destaca que neste ano a corporação tem se reinventado para garantir a qualidade de vida dos cearenses diante do contexto de isolamento social. “Nossa maior satisfação é trabalhar pela sociedade. Estamos realizando várias ações, dentre elas a live da terceira idade, para que as pessoas que estão em casa possam superar o isolamento social com mais leveza, diversão e saúde. Temos orientado as pessoas que estão nas praias a retornam para suas casas e conscientizado sobre os cuidados que devem ser tomados para quem necessita ir às ruas. Estamos sempre do lado da sociedade para superar qualquer dificuldade”, afirma.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

O Dia do Ceará sem Drogas será celebrado nesta quinta-feira (31/01) em  todo o Estado a partir de agora. A data,que representa um marco para  a prevenção do uso de entorpecentes, é oriunda do projeto de lei n º 53/18 de autoria conjunta dos deputados Joaquim Noronha (PRP) e Zezinho Albuquerque (PDT), presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, e instituída pelo governador Camilo Santana (PT) em dezembro de 2018.

O dia de mobilização é um desdobramento da campanha institucional Ceará sem Drogas, iniciativa do presidente Zezinho Albuquerque na AL-CE que desde 2014 percorre os municípios  cearenses  para alertar a juventude  sobres os malefícios do uso de entorpecentes.

O diretor do Departamento Legislativo, Carlos Alberto Aragão, destaca que a data vai contribuir para dar maior visibilidade a campanha Ceará sem Drogas. "Esse projeto teve um alcance muito grande nos municípios do interior do  Estado e foi inclusive motivou matéria veiculada no programa Fantástico (da Rede Globo de Televisão)", avalia.

Participação dos servidores

Segundo a coordenadora da campanha, Aline Bezerra, a participação dos servidores é fundamental para o sucesso do programa. ''A cada  edição da campanha, cerca de 40 servidores de  setores  como Inesp, Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos e Comunicação Social auxiliam  nos preparativos e divulgação  da campanha  nos municípios'', afirma.

Para Diêgo da Cunha, do Núcleo de Mídias Digitais da Assembleia, a divulgação da campanha é um importante mecanismo para dar visibilidade às atividades da Assembleia Legislativa, dentre as quais a campanha  Ceará Sem Drogas. ''As mídias digitais e os demais veículos de comunicação da  Assembleia apoiam essa campanha tão importante para o estado fazendo a cobertura em tempo real pelo Instagram e Facebook'', informa.

A servidora  Maynara Alves,  que  atuou durante um ano na Ceará sem Drogas, parabenizou a iniciativa do Poder Legislativo. ''Visitamos muitos municípios e percebi a boa receptividade da campanha em cada local. Essa iniciativa  precisa continuar porque tem ajudado a muitos jovens'', acrescentou.

Edições

A campanha Ceará sem Drogas já realizou 27 edições e contemplou  os seguintes municipios: Acaraú, Acopiara, Aquiraz, Aracati, Boa Viagem, Brejo Santo, Campos Sales, Crateús, Crato, Cruz, Fortaleza, Horizonte, Itapajé, Itatira, Limoeiro do Norte, Massapê, Missão Velha, Morada Nova, Nova Russas, Ocara, Russas, Sobral, Tauá, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

Como resultados práticos, alguns conselhos municipais sobre drogas foram criados em municípios que a campanha Ceará sem Drogas percorreu. A Assembleia Legislativa aprovou também o projeto de lei complementar que criou o Fundo Estadual de Políticas Sobre Álcool e Outras Drogas, por iniciativa do deputado Zezinho Albuquerque, que foi viabilizado na gestão do ex-governador Cid Gomes.

Temos 1223 visitantes e 18 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

QR Code

Portal do Servidor - Mostrando itens por tag: Data - QR Code Friendly



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500