Fortaleza, Segunda-feira, 23 Maio 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Quarta, 08 Dezembro 2021 08:39

Webinar aborda atendimento no Ciadi

A Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará,  realizou nesta terça-feira (07/12), Webinar sobre o tema “O Atendimento Multidisciplinar na Criança com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Síndrome de Down no Ciadi".

A temática foi abordada pela coordenadora do Centro Inclusivo para Atendimento e Desenvolvimento Infantil (Ciadi) da Assembleia Legislativa do Ceará, Ana Sáskya Vaz de Araújo. Na ocasião, a  convidada ressaltou  as fases do desenvolvimento infantil e seus atrasos, e como a intervenção precoce é importante para a evolução no desenvolvimento das habilidades cognitivas, motora, emocional e social da criança ''Temos em mente que quanto mais estímulos gerados, maior o grau de autonomia que esse indivíduo vai adquirir, sendo o cuidado com saúde, educação e inclusão social fundamentais nesse processo'', acrescentou.

Conforme explicou a palestrante, o atraso no desenvolvimento infantil ocorre quando a criança não atinge os parâmetros de desenvolvimento  esperados para cada fase, dependendo da faixa etária em que ela se encontra. Os atrasos podem afetar áreas específicas. A coordenação motora ampla interfere nas habilidades físicas, como andar e rolar, enquanto a  coordenação motora fina interfere na capacidade para segurar e manipular objetos.

Já a linguagem e comunicação, conforme explanou Sáskya, afetam a capacidade de se relacionar com outras pessoas, enquanto o autocuidado é definido como a capacidade de manter a  higiene pessoal, o que inclui os hábitos de se banhar e vestir.

A coordenadora do Ciadi ressaltou  que os primeiros três anos da vida de uma criança são os principais do seu desenvolvimento, sendo fundamental a procura de ajuda médica quando  observados sinais e sintomas de patologias.

Em relação ao sinais e sintomas, ela destacou que há algumas características que podem ser observadas,  de  acordo com a idade, e que devem ter atenção dos pais. ''O atraso no desenvolvimento neuropsicomotor acontece quando o bebê, aos três meses, apresenta dificuldade para manter a cabeça firme, quando aos seis meses não consegue sentar, dentre outros comportamentos considerados normais para cada idade". afirmou.

Ainda no entender de Sáskya, o atraso no  desenvolvimento infantil é multifatorial e pode ocorrer devido a traumas, devido ao nascimento prematuro ou desnutrição, bem como contração de doenças durante o  período de gravidez, dentre outras situações. A Organização Mundial  de Saúde (OMS) estima que  uma a cada 160 crianças  no mundo tem TEA. O Brasil ainda não dispõe  de dados  oficiais do número de pessoas com TEA. No entanto, a estimativa  de pesquisadores é que  haja cerca de 2 milhões  de pessoas no país nesta situação.

Sobre o Ciadi

Na ocasião, Ana Sáskya Vaz apresentou o trabalho desenvolvido pela equipe multidisciplinar do Ciadi da Alece  para com seu público alvo.

Criado pela  Resolução nº 719, de 20 de maio de 2021, o Ciadi   tem o objetivo de oferecer atendimento às crianças de 2 a 12 anos e adolescentes até 16 anos com transtorno do espectro autista (TEA) e crianças de 2 a 7 anos com síndrome de Down, dependentes dos servidores da Assembleia Legislativa do Ceará e à comunidade do entorno do Poder Legislativo. '' O Ciadi vem se destacando por desenvolver um trabalho multidisciplinar com excelência no que refere ao atendimento às crianças e adolescentes, de forma integral e sistêmica'',  destaca a coordenadora.

Para desenvolver suas atividades o Ciadi conta com uma equipe de profissionais para a gestão  do Centro e outra equipe multiprofissional, com profissionais como psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, musicoterapeutas, médico psiquiatra infantil, medico pediatra, neuropediatra infantil, psicopedagogos, fonoaudiólogos,assistentes sociais.

"Foi um projeto da primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, abraçando um projeto que já existia na Casa, o Mundo Azul,  e recentemente houve uma ampliação do  espaço e melhorias para realização dos atendimentos", apontou Sáskya, destacando o trabalho em parceria com o Departamento de Saúde a Assistência Social (DSAS).

"Estamos diretamente ligados à presidência da Alece. Nossa equipe é formada por  48 profissionais  e mensalmente fazemos  49  atendimentos. A porta de entrada para o atendimento é o serviço social. O interessado deve ligar ou comparecer presencialmente ao Centro, informando o nome completo da criança e a idade. Posteriormente, o serviço social entra em contato  para agendar a triagem. Temos uma lista de espera'', afirmou.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Temos 340 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500