Fortaleza, Domingo, 03 Julho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Célula de Fonoaudiologia, o  Núcleo de Práticas Sistêmicas e o Núcleo de Mediação de Conflitos da Assembleia Legislativa do Ceará realizaram, nesta quarta-feira (10/11), palestras dentro da campanha "Ouça Bem, Previna a Surdez", promovida pelo Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Casa. A iniciativa é também alusiva ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, que transcorre nesta quarta-feira, e que foi criado como símbolo de luta pela educação, conscientização e prevenção sobre os problemas relacionados à surdez e à saúde auditiva.

O evento, direcionado aos alunos deficientes auditivos do Instituto Filippo Smaldone, de orientação católica, foi aberto pela primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, pelo diretor do DSAS, Luis Edson Sales, e pela orientadora da Célula de Fonoaudiologia da Alece, Socorro Timbó. Na oportunidade, Luis Edson destacou que receber e acolher os estudantes presentes se revestiu em um momento de alegria. Ela destacou o "excelente trabalho" que vem sendo realizado pelo presidente de Alece, deputado Evandro Leitão (PDT), e sua esposa, Cristiane, no sentido promover o acolhimento da comunidade.

"A informação é de fundamental importância tanto para a promoção da saúde quanto para a prevenção da surdez. Esse tema apresentado por nossos profissionais ressalta a nossa preocupação em levar ao servidor e à servidora nossa maior missão: o cuidar, o acolher e o de informar para uma melhor qualidade de vida", pontuou Luis Edson.

Interação com estudantes

A primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, afirmou que foi forte a emoção de encontrar os alunos do Instituto Filippo Smaldone, seu ambiente de trabalho durante seis anos. Fonoaudióloga por formação, ela revelou que essa atividade profissional a direcionou espontaneamente para a especialização em audiologia. "Aprendi muito no instituto e me especializei visando ao atendimento de portadores de dificuldades auditivas", explanou.

Cristiane Leitão lembrou que o Instituto direcionava os alunos somente à oralidade, no início, mas depois também veio a adotar a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ela contou que acompanhou o desenvolvimento de muitas crianças, levando-as, inclusive, ao seu consultório. "Por conta desse trabalho do Instituto, muitas crianças vieram a ser advogados, fisioterapeutas, médicos e empresários", disse.

Socorro Timbó disse aos presentes que também estava sentindo uma grande alegria em receber os alunos, e definiu este como o primeiro de muitos eventos voltados às pessoas com deficiência auditiva a serem realizados pelo DSAS. "É uma manhã de acolhimento, onde todos têm a oportunidade de tirar dúvidas sobre o sentido da audição", definiu. A orientadora observou ainda que o Instituto Filippo Smaldone se preocupa não somente com a formação educacional dos jovens, mas também com o lado espiritual de todos.

Palestras

A primeira palestra, "Cuidados importantes que o surdo deve ter com a audição e o uso do aparelho auditivo", foi apresentada pelo médico otorrinolaringologista Luiz Ricardo Martin e pela fonoaudióloga Valéria Cavalcante. Ambos abordaram aspectos fisiológicos da audição e as causas que levam à surdez total ou parcial. Ele apresentou a fisiologia do aparelho auditivo, exibindo um vídeo onde é mostrado o caminho que a onda sonora percorre no ouvido.

Luiz Ricardo Martin também informou que as perdas auditivas são classificadas como perda auditiva condutiva, perda auditiva sensorioneural e perda auditiva mista. Quando há a perda, muitas vezes, o paciente não reconhece a redução da qualidade da audição. Desta forma, geralmente, no seu entender, um parente próximo identifica o problema.

As causas das perdas, segundo afirmou o médico são alteração metabólica, barotrauma, caxumba, colesteatoma, doença de Meniére, genética, medicamentos ortotóxicos, meningite, ostoclerose, presbiacusia, rubéola, sarampo, som intenso, trauma acústico, traumatismo, tumores benignos e malignos.

Inclusão em pauta

A advogada Juliana Holanda apresentou a palestra "Direitos e inclusão do deficiente auditivo no mercado de trabalho". Ela assinalou que há uma previsão na Constituição Federal, no capítulo relacionado aos Direitos Humanos, que trata sobre o acesso universal à justiça. "Esse acesso é igual para todos, independente de cor, raça, etnia, ou até mesmo de uma deficiência", afirmou.

Segundo ela, as pessoas acometidas de qualquer deficiência têm de ter a consciência deste direito e o que a lei traz de proteção para cada um. "Temos ainda uma limitação muito grande com empresas, entes públicos e privados, em relação a essa abrangência. Mas nós temos a lei das cotas que garante uma porcentagem de inserção dessas pessoas", considerou.

Entre as palestras, Cristiane Leitão e a dirigente do Instituto, Irmã Lilian, foram homenageadas pelos estudantes, com a oferta de flores. Ao final, houve também uma "vivência interativa", com todos os presentes facilitada pela coordenadora do Núcleo de Práticas Sistêmicas da Alece, Selma Machado. Também foi sugerido que todos cadastrassem o Instituto Felipo Smaldone como beneficiário do programa de notas fiscais da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz).

Webinar tratou da temática

Nesta terça-feira (09/11), a Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, realizou Webinar com o tema "Ouça Bem, Previna a Surdez". A apresentação foi realizada pela fonoaudióloga Ana Paula Nogueira Lima Martin, com especialização em Audiologia e em Estética Facial.

Ela é também professora da Especialização em Motricidade Orofacial da Faculdade Inspirar, de Teresina (PI). Atua em consultório nas áreas de audiologia, otoneurologia, fono estética (rejuvenescimento facial), linguagem e fala. Atualmente, integra a Célula de Fonoaudiologia do DSAS.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional (Codins) avançara para uma nova etapa no planejamento estratégico das ações da Assembleia Legisltiva do Ceará. Juntamente com as áreas que foram priorizadas para o desdobramento do planejamento estratégico, a Codins realizou, nesta segunda-feira (08/11), os 9º e 10º workshops para caracterização dos indicadores estratégicos destas áreas.

De acordo com Heline Joyce, coordenadora da Codins, a atividade permitiu que cada área observasse  seus próprios objetivos e definisse indicadores para medir o alcance dos mesmos, bem como periodicidade, fórmula e os marcos estratégicos para a construção destes indicadores.

Participam dessa etapa 76 servidores, representando as seguintes as áreas: Diretoria Legislativa, Coordenadoria de Comunicação Legislativa, Ouvidoria, Comitê de Responsabilidade Social, Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Coti), Departamento de Gestão de Pessoas (DGP) e Comissão Permanente de Licitação. Os próximos workshops serão os últimos, quando serão definidos os projetos e iniciativas dessas áreas. As atividades são conduzidos por integrantes da Fundação Dom Cabral.

Perspectivas

Todo o planejamento estratégico está sendo desenvolvimento com base em quatro perspectivas: resultados para a sociedade, reinvenção de processos, capital humano e transformação digital.

Até 2030, 45 projetos estratégicos devem ser implantados pelo Poder Legislativo, de acordo com a titular da Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional. Desse total, 27 da plataforma prioritária 2021-2022 já estão sendo  executados e outros 18 serão desenvolvidos ao longo do período 2023-2030. A previsão é que o planejamento estratégico da Alece seja entregue à Gestão Superior até a primeira quinzena de dezembro.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Publicado em Controladoria

A Célula de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, do Comitê de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Ceará, está distribuindo mudas de plantas nativas durante o I Encontro de Saúde Sistêmica da Casa, que teve iníicio nesta quinta-feira (04/11) e prossegue nesta sexta-feira (05/11), no auditório do Anexo II da Alece.

A iniciativa da Célula de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, que tem como orientadora Conceição Machado, distribuirá, aproximadamente 200 mudas no evento. As mudas foram doadas pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), parceira da Alece em suas ações de sustentabilidade.

Yuri Passos, engenheiro ambiental e assessor técnico da Célula, comenta que entre as espécies de mudas doadas estão ipê rosa e amarelo e palmeira de jardim. “É uma ação muito importante que contribui para o aumento da flora na cidade, auxiliando na redução de carbono, além de estimular a criação de plantas nas residências dos participantes do Encontro”, explica.

Ele indica que há uma priorização de espécies nativas, o que valoriza e contribui para o aumento da biodiversidade e que, na ação de distribuição aos servidores, também há orientações sobre como cuidar das plantas.

A doação de mudas aos servidores da Alece é uma ação contínua da Célula de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, que atua, entre outras frentes, na conservação ambiental e de forma alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especialmente os que focam na ação contra a mudança global do clima e na proteção e recuperação dos ecossistemas terrestres.

Da Assessoria de Imprensa do Comitê de Responsabilidade Social da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em A3P

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Evandro Leitão (PDT), abriu, nesta quinta-feira (04/11), o I Encontro de Saúde Sistêmica da Alece, que prossegue até sexta-feira (05/11), no auditório do Anexo II do Legislativo Estadual. O evento é voltado para os servidores da Casa  e também tem transmissão pela plataforma YouTube. Também participaram da atividade a primeira-dama da Alece, Cristiane Leitão, o 1º vice-presidente da Casa, deputado Fernando Santana (PT), o 1º secretário, deputado Antonio Granja (PDT), o líder do Governo Camilo Santana (PT) no Poder, deputado Júlio César Filho (Cidadania), e o diretor do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), Luis Edson Sales.

Ao se dirigir ao público do evento, formado por servidores da Assembleia, Evandro Leitão considerou que a saúde sistêmica ampliou ainda mais a sua relevância por conta da pandemia do Coronavírus enfrentada pelo País e pelo mundo desde 2020.

Na sua avaliação, os dias atuais tornaram indispensáveis os cuidados do ser como um todo, não só pelo seu aspecto físico, mas também emocional, haja vista o desgaste que o conjunto da sociedade vem enfrentando, desde a elevação da inflação, passando por questões de saúde e também sociais, decorrentes do isolamento social adotado como medida de saúde preventiva.

O presidente assinalou que desde o início da sua gestão, tem procurado trazer elementos que possam dar um olhar mais humanizado aos servidores e servidoras. "Temos uma cultura um tanto mecanizada nas nossas relações no trabalho. Por isso queremos trazer um olhar mais humano para todos", disse Evandro Leitão, que também agradeceu a todos que compõem o DSAS pela realização do I Encontro de Saúde Sistêmica. "Estamos fazendo um gesto, demonstrando que também olhamos para os nossos colaboradores", afirmou.

Divulgação de ações

A primeira-dama da Alece, Cristiane Leitão, idealizadora do encontro observou que o momento também é uma oportunidade para que todos os servidores da Casa conheçam os serviços de saúde e assistência implantados no DSAS, voltado ao atendimento do público interno e também da comunidade. "Também estamos colocando a importância dessa integração entre os diversos setores e de levar esse trabalho aos servidores", pontuou.

Ela lembrou que além do atendimento aos servidores e familiares, os núcleos do DSAS também estão voltados para a comunidade, levando ações da Alece para a população que habita no entorno da sede do Poder Legislativo. "Estão fazendo um trabalho social de educação e saúde, inserindo as pessoas dentro de um contexto de aprendizagem, de saúde mental. A Alece sai dos seus muros, levando orientações e informações para a comunidade", defendeu. Ela admitiu que parte desse público está em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia.

O 1º secretário da Assembleia, Antonio Granja, lembrou que há 35 anos se graduava em Medicina, se especializando em ginecologia e obstetrícia. Mas, por atender profissionalmente cerca de duas mil pessoas mensalmente, no Interior do Estado, hoje se reconhece muito mais como um médico generalista. "Sabemos que grande parte das doenças tem um fundo psicológico. Portanto, é sempre importante a abordagem sistêmica", disse.

O 1º vice-presidente da Alece, Fernando Santana, disse reconhecer o trabalho desenvolvido por Evandro e Cristiane Leitão, que orientaram a Assembleia Legislativa no sentido de se voltar ao conjunto da sociedade. O parlamentar salientou que durante as sessões itinerantes realizadas em Itapipoca e Icó foram também levados serviços para as comunidades dos municípios visitados e cidades vizinhas, demonstrando atenção com as populações.

Pertencimento

Após a abertura, a pedagoga e especialista em Abordagem Sistêmica, Isabel Lopes, ex-vice-prefeita de Fortaleza (2001/2004), apresentou a palestra "Viver é pertencer". Ela explicou que é importante trazer um olhar para dentro de um órgão como a Assembleia sobre como "o pertencimento é importante". Para a expositora, é importante cada pessoa reconhecer que faz parte de vários sistemas e desta forma esse reconhecimento é trazido para a atividade laboral.

"Quando a gente se conhece, pode decidir se vai pertencer a partir do eu criança, ou do eu julgador e crítico, ou ainda a partir meu eu adulto? Esse é o convite à reflexão", disse Isabel Lopes, que também agradeceu ao convite formulado por Cristiane Leitão, para participar do evento.

Programação

Após a palestra, houve uma roda de conversa  sobre Saúde de Trabalho no âmbito das Organizações.Em seguida, aconteceu uma segunda roda de conversa do dia obre o tema "Disfunção da Articulação Temporomandibular (ATM) e Suas Consequências".  Encerrando o primeiro dia, acontece a terceira roda de conversa sobre o tema "A Implicação do Sobrepeso na Vida Cotidiana".

O I Encontro de Saúde Sistêmica da Alece prossegue nesta sexta-feira (05/11), a partir das 8 horas. O evento é realizado pela Assembleia, tendo como parceiros DSAS, Centro Inclusivo para Atendimento e Desenvolvimento Infantil (Ciadi), Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC), Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce) e Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace).

JS

                                                                                  

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

O Movimento  das Mulheres do Legislativo  Cearense (MMLC), a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce) e o Comitê de Responsabilidade Social, através da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania, visitaram  nesta quarta-feira (20/10) os departamentos do Poder Legislativo. A iniciativa  integrou as atividades da campanha Outubro Rosa e teve o objetivo de  conscientizar e fortalecer  a divulgação sobre a prevenção do câncer de mama,  tipo de câncer que mais acomete as mulheres no Brasil e no mundo. Na ocasião, foram distribuídos lacinhos cor de rosa e panfletos alusivos ao mês de prevenção do câncer de mama.

A primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, ressaltou  que o Poder Legislativo está engajado no mês de prevenção ao câncer de mama e que ao longo do mês, células e núcleos do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Casa realizam atividades a fim de incentivar  o público interno e  externo  sobre a importância da saúde preventiva.

''Nesse mês, estamos realizando ações em alusão ao Outubro Rosa e adotamos o lema 'A Prevenção está em suas mãos', nome sugestivo porque  é através do toque  e o olhar para o seu corpo  que as mulheres conseguem perceber sinais, fazer um diagnóstico precoce e ter mais chance de cura", afirmou Cristiane Leitão. De acordo com ela, as visitas tratam da conscientização e a iniciativa  vai ao  encontro da gestão humanizada do presidente da Assembleia  Legislativa, deputado Evandro Leitão (PDT), "que implantou  vários serviços de saúde e novos  núcleos para termos esse cuidado com os nossos  servidores'', destacou.

A visita aos setores da Alece contou com a participação do presidente da Assalce, Luis Edson Sales, e da presidente de honra do MMLC, a ex-deputada estadual Meire Costa Lima.

Doação

Também nesta quarta-feira (20/10), MMLC, Assalce e Comitê de Responsabilidade Social, através da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania, realizaram a doação de 100 lençóis para a Casa Vida, braço de responsabilidade social do Grupo ICC – Instituto do Câncer do Ceará.

As atividades do Movimento das Mulheres em alusão ao Outubro Rosa, prosseguem nesta quinta-feira (21/10), com palestra ministrada pelo ginecologista do DSAS, Carlos Augusto Pereira, sobre a importância da prevenção ao câncer de mama para as mulheres que fazem parte  do projeto Bem-Me Quero, que busca desenvolver a autoestima e a inteligência emocional de mulheres egressas do sistema penal. O  encontro será realizado  a partir de 9 horas, no Auditório do Anexo III da Assembleia Legislativa (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque).

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Temos 338 visitantes e 4 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500