Fortaleza, Segunda-feira, 15 Agosto 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Quarta, 13 Março 2019 09:23

Reforma da Previdência é tema do segundo Papo com Mulheres do ano

Avalie este item
(2 votos)
Atividade reuniu servidoras públicas, sindicalistas e a deputada Augusta Brito Atividade reuniu servidoras públicas, sindicalistas e a deputada Augusta Brito Foto: Dário Gabriel

A Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa  realizou na tarde desta terça-feira (13/03) o segundo Papo com Mulheres do ano, com o tema "A Reforma da Previdência e o impacto na vida das mulheres". A deputada Augusta Brito (PCdoB), procuradora especial da Mulher, defendeu a necessidade de chamar atenção para que os direitos das mulheres, conquistados diante de muitas lutas, não sejam retirados.

''A reforma prejudica as  mulheres em todas as suas categorias principalmente as agricultoras. O Benefício de Prestação Continuada (BPC) será reduzido a quase nada. Isso é preocupante. Quando você chega numa certa idade prevendo se aposentar já é difícil, e ainda com esse dinheiro reduzido a menos da metade, que perspectiva as mulheres poderão ter?'', indagou.

A presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Ceará (Sindsaúde), Marta Brandão, alertou que a proposta atingirá muito mais as mulheres do que os homens.

''Se a proposta for aprovada, as mulheres serão mais penalizadas porque para adquirir o direito a aposentadoria elas precisarão trabalhar dois anos a mais para aposentadoria integral, ter 40 anos de contribuição e trabalhar mais dois anos para perfazer os 62 anos. Em relação aos homens, essa alteração não vai mexer na aposentaria. Ele vai permanecer com a mesma referência anterior  principalmente se a aposentadoria for por idade'', avaliou.

A presidente do Sindsaúde também alertou que as trabalhadoras  rurais serão prejudicadas. Pelo regime atual, elas podem se aposentar com 55 anos de idade e provar que tem até 15 anos de atividade rural. A nova proposta unifica a idade mínima entre homens e mulheres e estabelece 20 anos de contribuição.

Avaliação das convidadas

O Papo com Mulheres surgiu por iniciativa das servidoras da Assembleia, em conjunto com a Procuradoria Especial da Mulher. A iniciativa, criada  em dezembro de 2018, busca a aprofundar o conhecimento e a reflexão da sociedade, em especial as mulheres, sobre os mais diversos assuntos, por meio de rodas de conversas e debates.

Neuri Assunção parabenizou a iniciativa da Procuradoria que traz  à tona temas de interesse da mulher. ''Já participei de outra edição do Papo com  Mulheres e hoje retornei para saber mais sobre a Reforma da Previdência e seus impactos. É muito produtivo para nós mulheres interagir na sociedade e debater o  que vem nos afetando em forma de comunidade. A gente sente que os órgãos públicos estão tendo um maior cuidado e atenção conosco'', destacou.

Para Luzanira Sabino, é preciso lutar contra a aprovação da Reforma da Previdência.''Essa reforma é inadmissível. Por isso, esse encontro é muito importante para que as mulheres possam  ter consciência dos prejuízos dessa proposta. Participo das reuniões porque quero ficar atenta, informada e também refletir sobre os meus direitos na sociedade", afirmou.

Lido 544 vezes Última modificação em Quarta, 13 Março 2019 15:52
Entre para postar comentários

Temos 1097 visitantes e 5 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

QR Code

Portal do Servidor - Reforma da Previdência é tema do segundo Papo com Mulheres do ano - QR Code Friendly



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500