Fortaleza, Terça-feira, 27 Setembro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Terça, 03 Maio 2022 12:50

Augusta Brito aponta expansão de procuradorias das mulheres na 2ª edição do "Política cor de rosa" Destaque

Avalie este item
(2 votos)
Augusta Brito está em seu segundo mandato Augusta Brito está em seu segundo mandato Foto: José Leomar

A partir de uma ação da Procuradoria Estadual da Mulher (PEM) da Assembleia Legislativa do Ceará, o surgimento de órgãos com finalidade semelhante se expandiu em todo o estado. De um total inicial de quatro procuradorias da mulher municipais, já existem equipamentos como estes em 60 cidades e a previsão é de que cheguem a 100 procuradorias até o fim do ano. Os dados foram apresentados pela titular da PEM, deputada estadual Augusta Brito (PT), na segunda edição do projeto "Política cor de rosa - uma conversa de incentivo ao protagonismo feminino", realizada nesta terça-feira (03/05), no Comitê de Imprensa da Casa.

O evento é uma realização da Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce). A roda de conversa contou com Augusta Brito, que ocupa desde 2017, o cargo de Procuradora Especial da Mulher na Alece, onde tem buscado informar e formar a sociedade civil em torno da equidade de gênero, empoderamento da mulher e enfrentamento do discurso sexista, visando contribuir para o aumento da participação das mulheres na política em todas as regiões do estado.

A deputada abordou temas como violência política de gênero e empreendedorismo feminino com servidoras e servidores da Alece e representantes da sociedade civil. Segundo afirmou, um dos papeis da PEM da Assembleia é fortalecer o papel da mulher na política, por meio de parcerias com Câmaras Municipais. "Estão sendo construídas parcerias para a criação de uma rede municipal de enfrentamento à violência", afirmou, destacando ainda que, paralelamente a esta ação, é desenvolvido o projeto "Donas de si", que busca estimular o empreendedorismo entre as mulheres, buscando a inserção profissional.

Cotas

Segundo afirmou Augusta Brito, é necessário estimular a participação de mulheres na política, por meio de cotas para lançamento de candidaturas entre os partidos políticos. Ela citou dados pelos quais, dentre um total de 2.000 nomes eleitos para as Câmaras Municipais em 2020, apenas 405 vagas foram ocupadas por vereadoras. Augusta pontuou ainda que existem apenas cinco deputadas estaduais no Ceará: além dela, as parlamentares Aderlânia Noronha (SD), Drª Silvana (PL), Érika Amorim (PSD) e Fernanda Pessoa (UB). "Isso é fruto de uma cultura geral segundo a qual as mulheres devem cuidar de casa e os homens devem ficar com o espaço público. Sou a favor das cotas, pois as mulheres devem ser estimuladas a concorrer", afirmou.

Em seu segundo mandato, Augusta afirmou ter sofrido preconceito quando foi eleita deputada pela primeira vez, diante de pessoas que a apontavam apenas como filha do ex-prefeito de Graça, Augusto Brito (PCdoB), e esposa do ex-prefeito de São Benedito, Gadyel Gonçalves (PDT). "Ao atuar na política, a mulher se sente obrigada a provar o tempo inteiro que é capaz de exercer bem sua atividade", destacou. Ela fez críticas ainda a ataques sofridos por mulheres no exercício de cargos públicos, fruto de atitudes machistas e misóginas, e defendeu maior avanço na punição de agressores.

Por meio do  projeto, o Poder Legislativo conversa sobre protagonismo feminino, colocando em pauta a valorização da mulher, abordando a importância do reconhecimento de sua participação no desenvolvimento econômico, social e político da Nação.

A roda de conversa contou com  mediação da jornalista Magnólia Paiva (Rádio FM Assembleia 96,7), com direção e produção de Virgínia Bastos, assessora de Comunicação e Marketing da Assalce, e supervisão de Luis Edson Sales, presidente da Assalce.

Durante o evento, Luis Edson Sales apontou a Alece como protagonista entre as Casas Legislativas no que se refere à criação de ações sociais voltadas para mulheres, idosos e empreendedores. "É importante que o seu mandato debata bandeiras como as que foram discutidas aqui. Devemos incentivar as mulheres a ocupar o espaço público", asseverou o presidente da Assalce.

Sobre a deputada

Augusta Brito de Paula está em seu segundo mandato como deputada estadual. A parlamentar foi a  primeira mulher líder do Governo na história da Assembleia Legislativa do Ceará, na gestão do ex-governador Camilo Santana (PT), e atua hoje como vice-líder do Governo na Casa, no mandato da governadora Izolda Cela (PDT).

Augusta é natural de Fortaleza, mas tem como berço político a região da Ibiapaba, em especial a cidade de Graça, onde foi prefeita por duas vezes, em 2005 e 2009. Em seguida ocupou o cargo de secretária de educação em São Benedito. Em 2014 foi eleita deputada estadual pela primeira vez, sendo reeleita em 2018.

A deputada é presidente do Comitê de Estudos de Divisas e Limites Territoriais do Ceará, vice-presidente da Comissão de Saúde, titular da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e atua em mais 12 pastas na Casa.

SC, com Assessoria de Comunicação e Marketing da Assalce

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

Lido 208 vezes Última modificação em Terça, 03 Maio 2022 14:23
Entre para postar comentários

Temos 743 visitantes e 17 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

QR Code

Portal do Servidor - Augusta Brito aponta expansão de procuradorias das mulheres na 2ª edição do



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500