Fortaleza, Terça-feira, 05 Julho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Quarta, 10 Novembro 2021 14:39

Palestras marcam Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez Destaque

Avalie este item
(3 votos)
Palestras foram direcionado aos estudantes do Instituto Filippo Smaldone Palestras foram direcionado aos estudantes do Instituto Filippo Smaldone Foto: Bia Medeiros

A Célula de Fonoaudiologia, o  Núcleo de Práticas Sistêmicas e o Núcleo de Mediação de Conflitos da Assembleia Legislativa do Ceará realizaram, nesta quarta-feira (10/11), palestras dentro da campanha "Ouça Bem, Previna a Surdez", promovida pelo Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Casa. A iniciativa é também alusiva ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, que transcorre nesta quarta-feira, e que foi criado como símbolo de luta pela educação, conscientização e prevenção sobre os problemas relacionados à surdez e à saúde auditiva.

O evento, direcionado aos alunos deficientes auditivos do Instituto Filippo Smaldone, de orientação católica, foi aberto pela primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, pelo diretor do DSAS, Luis Edson Sales, e pela orientadora da Célula de Fonoaudiologia da Alece, Socorro Timbó. Na oportunidade, Luis Edson destacou que receber e acolher os estudantes presentes se revestiu em um momento de alegria. Ela destacou o "excelente trabalho" que vem sendo realizado pelo presidente de Alece, deputado Evandro Leitão (PDT), e sua esposa, Cristiane, no sentido promover o acolhimento da comunidade.

"A informação é de fundamental importância tanto para a promoção da saúde quanto para a prevenção da surdez. Esse tema apresentado por nossos profissionais ressalta a nossa preocupação em levar ao servidor e à servidora nossa maior missão: o cuidar, o acolher e o de informar para uma melhor qualidade de vida", pontuou Luis Edson.

Interação com estudantes

A primeira-dama da Assembleia, Cristiane Leitão, afirmou que foi forte a emoção de encontrar os alunos do Instituto Filippo Smaldone, seu ambiente de trabalho durante seis anos. Fonoaudióloga por formação, ela revelou que essa atividade profissional a direcionou espontaneamente para a especialização em audiologia. "Aprendi muito no instituto e me especializei visando ao atendimento de portadores de dificuldades auditivas", explanou.

Cristiane Leitão lembrou que o Instituto direcionava os alunos somente à oralidade, no início, mas depois também veio a adotar a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ela contou que acompanhou o desenvolvimento de muitas crianças, levando-as, inclusive, ao seu consultório. "Por conta desse trabalho do Instituto, muitas crianças vieram a ser advogados, fisioterapeutas, médicos e empresários", disse.

Socorro Timbó disse aos presentes que também estava sentindo uma grande alegria em receber os alunos, e definiu este como o primeiro de muitos eventos voltados às pessoas com deficiência auditiva a serem realizados pelo DSAS. "É uma manhã de acolhimento, onde todos têm a oportunidade de tirar dúvidas sobre o sentido da audição", definiu. A orientadora observou ainda que o Instituto Filippo Smaldone se preocupa não somente com a formação educacional dos jovens, mas também com o lado espiritual de todos.

Palestras

A primeira palestra, "Cuidados importantes que o surdo deve ter com a audição e o uso do aparelho auditivo", foi apresentada pelo médico otorrinolaringologista Luiz Ricardo Martin e pela fonoaudióloga Valéria Cavalcante. Ambos abordaram aspectos fisiológicos da audição e as causas que levam à surdez total ou parcial. Ele apresentou a fisiologia do aparelho auditivo, exibindo um vídeo onde é mostrado o caminho que a onda sonora percorre no ouvido.

Luiz Ricardo Martin também informou que as perdas auditivas são classificadas como perda auditiva condutiva, perda auditiva sensorioneural e perda auditiva mista. Quando há a perda, muitas vezes, o paciente não reconhece a redução da qualidade da audição. Desta forma, geralmente, no seu entender, um parente próximo identifica o problema.

As causas das perdas, segundo afirmou o médico são alteração metabólica, barotrauma, caxumba, colesteatoma, doença de Meniére, genética, medicamentos ortotóxicos, meningite, ostoclerose, presbiacusia, rubéola, sarampo, som intenso, trauma acústico, traumatismo, tumores benignos e malignos.

Inclusão em pauta

A advogada Juliana Holanda apresentou a palestra "Direitos e inclusão do deficiente auditivo no mercado de trabalho". Ela assinalou que há uma previsão na Constituição Federal, no capítulo relacionado aos Direitos Humanos, que trata sobre o acesso universal à justiça. "Esse acesso é igual para todos, independente de cor, raça, etnia, ou até mesmo de uma deficiência", afirmou.

Segundo ela, as pessoas acometidas de qualquer deficiência têm de ter a consciência deste direito e o que a lei traz de proteção para cada um. "Temos ainda uma limitação muito grande com empresas, entes públicos e privados, em relação a essa abrangência. Mas nós temos a lei das cotas que garante uma porcentagem de inserção dessas pessoas", considerou.

Entre as palestras, Cristiane Leitão e a dirigente do Instituto, Irmã Lilian, foram homenageadas pelos estudantes, com a oferta de flores. Ao final, houve também uma "vivência interativa", com todos os presentes facilitada pela coordenadora do Núcleo de Práticas Sistêmicas da Alece, Selma Machado. Também foi sugerido que todos cadastrassem o Instituto Felipo Smaldone como beneficiário do programa de notas fiscais da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz).

Webinar tratou da temática

Nesta terça-feira (09/11), a Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, realizou Webinar com o tema "Ouça Bem, Previna a Surdez". A apresentação foi realizada pela fonoaudióloga Ana Paula Nogueira Lima Martin, com especialização em Audiologia e em Estética Facial.

Ela é também professora da Especialização em Motricidade Orofacial da Faculdade Inspirar, de Teresina (PI). Atua em consultório nas áreas de audiologia, otoneurologia, fono estética (rejuvenescimento facial), linguagem e fala. Atualmente, integra a Célula de Fonoaudiologia do DSAS.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Lido 253 vezes
Entre para postar comentários

Temos 214 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500