Imprimir esta página
Terça, 27 Julho 2021 17:23

Núcleo de Responsabilidade Social é apresentado em Webinar da Unipace Destaque

Avalie este item
(1 Voto)
Núcleo de Responsabilidade Social é apresentado em Webinar da Unipace Foto: Divulgação

A Célula de Qualificação dos Servidores da Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), realizou, nesta terça-feira (27/07), Webinar abordando o tema ''Núcleo de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa''. A apresentação teve quatro expositoras: Luana Brasileiro, Coordenadora do Núcleo de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Ceará , Kátia Gomes, assistente social coordenadora das ações do núcleo, Patrícia Codevilla, responsável pelo marketing do Núcleo de Responsabilidade Social e ações relacionadas à Educação Ambiental e Jurídica e Tamires Campos,  enfermeira especialista em saúde pública e responsável pelas ações de saúde do Núcleo de Responsabilidade Social.

Abertura do evento foi realizada pela Primeira Dama da Alece, Cristiane Leitão, apresentando o projeto que teve sua idealização e contribuição para implementação. Ela explicou que esta foi uma das primeiras iniciativas da atual gestão da Assembleia. "Eu acredito que é um projeto que pode transformar a sociedade, não só visando ao público interno, mas também ao público externo. Nasceu para voltar o olhar para a comunidade no entorno da sede do Legislativo". Segundo ela, a direção do núcleo é formada por uma equipe de "mulheres fortes e atuantes, para fazer acontecer".

Cristiane Leitão revelou que a direção do núcleo é formada pela coordenadora Luana Brasileiro, Kátia Gomes, responsável pela assistência social, Tamires Campos, responsável pela área de saúde, Patrícia Codeville, responsável pelo marketing e a secretária executiva Ivna Vidal. "O núcleo nasceu em em 7 de junho deste ano, e a primeira ação foi uma carta pedindo a adesão da Assembleia ao Pacto Global da ONU, que tem como objetivos o desenvolvimento sustentável. Entre estes estão a Célula da Agenda Ambiental da Assembleia. Agora vamos ter de criar ações fazendo links com os objetivos de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas".

Ela avisou que já foram realizadas três reuniões com os líderes comunitários do entorno da Assembleia, inclusive convidando-os para visitação às instalações do núcleo. "Precisamos também saber as demandas da comunidade. Foram duas reuniões para montar as ações e uma na própria comunidade para observamos as necessidades da coletividade. Nosso próximo passo será formar um comitê gestor, com líderes de cada setor da casa para ampliar e criar novas ações".

De acordo com Cristiane Leitão, haverá, entre as ações, a capacitação de microempreendedores com possível financiamento de suas iniciativas, além de também o monitoramento do trabalho, para auxiliar no desenvolvimento dos empreendimentos. "Ter um trabalho apropriado é realmente muito importante para a dignidade de todos. Sem esquecer da educação e saúde, que são também prioridades". Segundo ela, a grade de cursos de formação que foram apresentadas às lideranças e que serão ministradas, vieram de encontro as carências da comunidade.

Objetivo

Luana Brasileiro assinalou que o objetivo do núcleo é ser instrumento para redução dos impactos negativos no meio ambiente e na comunidade no entorno da Alece, preservando os recursos ambientais e culturais, atento à desigualdade socioeconômica, afim de promover o desenvolvimento de uma sociedade sustentável. "Alguns servidores já atuavam, mas não tinham conhecimento que as ações desenvolvidas eram do âmbito da responsabilidade social"..

Segundo ela, as primeiras sugestões apresentadas à comunidade foram relacionadas à capacitação e saúde. "Fomos bem aceitos e recebemos também demandas. Um dos exemplos foi a necessidade de capacitação para formação de gestão de resíduos sólidos gerados dentro da comunidade. Tivemos depoimentos que pessoas transformaram a vida após receberem capacitação na área ambiental". 

Kátia Gomes reforçou que o importante "é ensinar a pescar". Ela salientou que a maior demanda apresentada pela comunidade é o emprego, e como assistente social irá trabalhar em cima de ações que venham a atender os interesses da população que habita o entorno da Assembleia.

Tamires Campos informou que tem experiência na área social há 10 anos, quando participou da administração da prefeitura de Caucaia. "Existem dois mundos. Há a Casa Legislativa com toda essa imponência e, por trás, há uma comunidade que precisa de ajuda. Os líderes comunitários se consideram até invisíveis. Só a gente entrando e visitando para ver as condições subumanas enfrentadas". Ela também agradeceu a oportunidade de participar desse projeto de sustentabilidade. "A primeira ação será voltada para tirar dúvidas em relação à Covid-19", já no início de agosto", avisou.

Patrícia Codevilla explicou que está associada ao setor de Comunicação e vai auxiliar nos campos de educação ambiental e educação jurídica. "O objetivo é que possamos reduzir os impactos negativos na comunidade. Me sinto lisonjeada por contribuir com esse elo e poder levar esperança e educação para a comunidade, além de prevenção de doenças e promoção de saúde.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Lido 432 vezes Última modificação em Terça, 27 Julho 2021 21:28

Itens relacionados (por tag)

Entre para postar comentários