Fortaleza, Terça-feira, 05 Julho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Segunda, 15 Março 2021 11:12

Período chuvoso traz alerta para aumentos de casos das arboviroses Destaque

Avalie este item
(1 Voto)
Orientações são do cardiologista Célio Vidal, do DSAS Orientações são do cardiologista Célio Vidal, do DSAS Arte: Bruna Bringel/ Núcleo de Comunicação Interna da AL

A incidência das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti tende a aumentar nesta época de muita chuva e altas temperaturas, que marcam o início do ano em Fortaleza e grande parte do interior do estado, sendo necessário um cuidado redobrado na prevenção, principal forma de evitar o contágio e a proliferação de dengue, zika e chikungunya, as chamadas arboviroses.

Com as devidas orientações de prevenção, é preciso ficar atento também aos sintomas das arboviroses. Conforme destaca o cardiologista do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, Célio Vidal, a primeira evidência de epidemia de dengue no Brasil foi registrada na década de 1980. “Depois, ela se tornou uma doença endêmica na nossa região e mais recentemente, em 2015, temos a chikungunya e zika”, aponta.

Apesar de serem transmitidas pelo mesmo mosquito, as doenças apresentam sintomas diferentes. No caso da dengue, conforme Célio Vidal, o paciente apresenta febre elevada acompanhada de cefaleia e dor nos olhos. “Já a zika se dá de forma mais discreta, podendo a pessoa ter febre e dores em sete dias e com um quadro exantemático (relacionado com erupção cutânea causada por uma doença aguda), enquanto a chikungunya se caracteriza por febre, dor articular intensa com edema articular e dificuldade as vezes para andar”, alerta.

De acordo com o cardiologista do DSAS, estas são viroses com as quais precisamos tomar cuidado e não esquecer de usar o protetor repelente para evitar esse tipo de patologia.

No período chuvoso, também surge a preocupação com o aumento de casos da Doença Diarreica Aguda (DDA), popularmente conhecida como virose da mosca. “É necessário ter cuidado com a conservação dos alimentos porque com a proliferação de insetos e moscas, predominam muitos episódios de doenças diarreicas que podem ser causados por vírus e bactérias”, destaca Célio Vidal.

Outros cuidados

Com o novo decreto de isolamento social rígido em vigor em todos os municípios do Ceará, até o dia 21 de março, a população deve ficar atenta, pois 80% dos reservatórios estão nas residências e os locais que acumulam água após a chuva são propícios para a reprodução do mosquito.

A melhor forma de prevenção é evitar água parada. Baldes, potes, quartinhas, bacias, tambores e outros recipientes que guardam a água de beber e para outros usos domésticos, assim como a caixa d’água, devem ser limpos e vedados corretamente.

Outras medidas que podem ser utilizadas pela população para evitar focos do mosquito são: guardar garrafas sempre de cabeça para baixo, encher até a borda os pratinhos dos vasos de planta e eliminar adequadamente o lixo que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas e copos descartáveis.

Saiba mais

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), entre janeiro e fevereiro de 2021, dos 1.763 casos notificados como dengue, 518 foram confirmados. As demais arboviroses, zika e chikungunya, representam 171 e 51 notificações do total de casos (31 e 16 casos foram confirmados para as doenças, respectivamente). Em relação ao mesmo período no ano passado, foi observada uma redução de 66% no número de notificações por arboviroses no Estado.

JB, com informações da Secretaria de Saúde do Estado

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Lido 428 vezes
Entre para postar comentários

Temos 197 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500