Fortaleza, Domingo, 18 Abril 2021
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Domingo, 18 Abril 2021 15:44

Prorrogado fechamento da Assembleia até 25 de abril Destaque

Avalie este item
(2 votos)

A Portaria nº 24/2021, assinada pelo primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Antônio Granja (PDT), neste domingo (18/04), prorroga o período de fechamento de todas as dependências da Casa até o próximo domingo, dia 25 de abril.

O texto legal considera o quadro de excepcional emergência na saúde pública, que exige medidas de natureza mais restritivas para conter a propagação e infecção humana pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) e se apoia no artigo 12 do ato da Mesa Diretora nº 01/2021, que dispõe de procedimentos para fins de prevenção à infecção e propagação do novo Coronavírus no âmbito da Assembleia Legislativa do Ceará.

Conforme o Artigo 1º, parágrafo único: “Em ressalva ao estabelecido no caput, o protocolo físico da Assembleia Legislativa deverá funcionar de segunda a sexta, das 9 às 13h, com equipe reduzida, exclusivamente para receber documentos originais ou autênticos que sejam exigidos por expressa disposição legal. Os demais protocolos deverão ser realizados por meio digital, por intermédio do seguinte endereço eletrônico: https://protocoloalece.al.ce.gov.br/login.php.”

Pelo texto legal, os servidores ficam dispensados da realização de registro de ponto até o dia 25 de abril.  A portaria segue em conformidade com o decreto estadual 34.037, de 17 de abril de 2021, que prorrogou a política de isolamento social até 25 de abril.

SC

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(2 votos)

Mesmo com as restrições impostas pela pandemia da Covid-19, o Procon da Assembleia Legislativa do Ceará (Procon Assembleia) mantém o atendimento aos consumidores cearenses e para isso tem recebido as queixas, exclusivamente, por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) com a abertura da Carta de Informações Preliminares (CIP).

De acordo com as queixas recebidas desde a retomada dos atendimentos em formato virtual, no dia 28 de janeiro, as principais reclamações têm se concentrado nos serviços essenciais (empresas fornecedoras de energia elétrica, telefonia, água e esgoto) e em serviços bancários (cartões de crédito e bancos).

Serviços essenciais lideram demandas

De acordo com dados do setor, os serviços essenciais representaram 33,09% dos atendimentos, enquanto os serviços privados responderam por 29,14% deles. As queixas a bancos e empresas de cartões responderam por 13,97%, enquanto que as reclamações sobre produtos representaram 13,97%. O planos de saúde ficaram com 5,88% das CIPS abertas.

O advogado Rodrigo Colares, um dos coordenadores do Procon Assembleia, lembra que o atendimento por e-mail não diminuiu a qualidade do serviço oferecido aos consumidores. Ainda de acordo com ele, os colaboradores têm conseguido agendar negociações por meio de conferência, quando necessário, já que em alguns casos a reclamação por e-mail ao prestador de serviço tem tido boa resposta.

“As pessoas estão, cada vez mais, se acostumando a tratar de suas demandas por e-mail e outras plataformas. Com o Procon Assembleia não tem sido diferente. Estamos recebendo as queixas por e-mail, atualmente de forma exclusiva, em decorrência das necessidades de isolamento social, e conseguido acompanhar as CIPs abertas”, relata.

Rodrigo Colares ressalta que houve aumento das reclamações às empresas de telefonia que oferecem serviços de Internet e também às que trabalham exclusivamente com a rede de dados. Segundo ele, isso se deve ao isolamento social e as restrições impostas para o controle da pandemia.

“Quando percebemos as reclamações se concentrarem nos serviços essenciais e privados que juntos respondem por mais da metade das demandas (62,5%), vemos aí que as empresas que trabalham com o fornecimento de acesso à Internet receberem queixas por conta desse aumento do uso da rede em todo o país”, explica.

Velocidade

De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a pandemia acarretou em aumento de tráfego na Internet entre 40% a 50% no Brasil. O impacto desse avanço gerou lentidão do serviço.

JS, com Assessoria de Imprensa do Procon Assembleia

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(4 votos)

 

Nesta sexta-feira, 16 de abril, comemoramos o “Dia Mundial da Voz”. A data é uma oportunidade para promover a conscientização da população sobre a importância da voz para a promoção da saúde, sinais e sintomas de algumas doenças, bem como para auxiliar no encaminhamento adequado de problemas potenciais ou reais.

O Brasil é o segundo país no do mundo em incidência de câncer de laringe (que faz parte do aparelho fonador), com 15 mil casos diagnosticados por ano. Esse tipo de câncer é considerado um dos mais comuns a atingir a região da cabeça e pescoço, representando cerca de 25% dos tumores malignos que acometem a região do corpo.

A fonoaudióloga do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará, Maria Socorro Tavares Timbó, destaca que diariamente é importante termos cuidados preventivos para manter a saúde vocal, como beber bastante água ao longo do dia, descansar a voz após o uso excessivo, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros e intensificar a hidratação em ambientes com ar condicionado, devido ao ressecamento das mucosas.

A profissional alerta que diante dos primeiros sintomas de alteração vocal, como cansaço, ardor ou dor ao falar, é necessário consultar um otorrinolaringologista e um fonoaudiólogo. “Fique atento aos pigarros constantes, rouquidões frequentes, tosses, falar em volume alto e gritos. Ao perceber qualquer alteração na voz, procure ajuda”, orienta.

O assunto é tema de vídeo em que a fonoaudióloga Maria Socorro Tavares Timbó trata do assunto, disponível no fim desta matéria. O vídeo é uma produção conjunta do Núcleo de Comunicação Interna da AL e DSAS, com o apoio da TV Assembleia.

Campanha institucional trata dos cuidados com a voz

O Departamento de Saúde e Assistência Social da Casa, por meio da Célula de Fonoaudiologia, promove neste mês a campanha institucional “Minha voz, minha identidade”, trazendo orientações sobre os cuidados com a voz, bem como dicas de saúde e bem-estar, por meio de depoimentos de especialistas.

A iniciativa se encerra na próxima terça-feira (20/04), com a realização de Webinar a partir das 16 horas, quando haverá palestra dos fonoaudiólogos Henrique Martins, Valéria Cavalcante e Socorro Timbó. O evento virtual contará com a participação da primeira-dama da Assembleia, a fonoaudióloga Cristiane Leitão, o diretor do DSAS, Luis Edson Sales, e a nova orientadora da Célula de Fonoaudiologia do Departamento, Saskya Vaz. O evento é direcionado a servidores e servidoras do Poder Legislativo.

JB, com Assessoria de Imprensa do DSAS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(1 Voto)

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Evandro Leitão (PDT), fez um balanço, nesta quinta-feira (15/04), sobre a campanha de arrecadação de alimentos organizada pela Casa para ajudar as famílias cearenses mais vulneráveis em razão da pandemia. “Nós arrecadamos 33 toneladas de alimentos e as cestas básicas já foram entregues para diversas entidades e comunidades. Agradeço a todos os deputados que contribuíram de alguma forma, assim como todos aqueles que se envolveram”, enalteceu.

Durante a abertura da sessão plenária da Casa, realizada por meio do Sistema de Deliberação Remota (SDR), o deputado ressaltou ainda que a campanha continua e que o Poder Legislativo segue recebendo doações. As doações podem ser feitas por servidores e servidoras da Casa, na sede do Poder Legislativo. A população também pode colaborar, enviando doações à Assembleia Legislativa, especificamente para a entrada do Edifício Senador César Cals, sede do Legislativo cearense, que fica na rua Barbosa de Freitas, nº 2674, no bairro Dionísio Torres. Para evitar deslocamentos até o local, o presidente do Legislativo sugere que as compras sejam feitas de forma on-line e a entrega direcionada para a portaria do prédio.

Nesta quarta-feira (14/04), a Assembleia Legislativa do Ceará doou 1,2 tonelada de alimentos para famílias da comunidade Pau Pelado, localizada no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, no entorno da sede do Poder Legislativo. Durante a ação, 120 famílias de baixa renda foram beneficiadas. A ação contou com a participação de integrantes da 2ª Companhia de Policiamento da Assembleia Legislativa e da da 7ª Companhia do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediada na AL.

Evandro Leitão defende liberação da vacina Sputnik V no Brasil

Ainda na sessão, o presidente da Assembleia Legislativa destacou a importância de o Governo do Ceará conseguir a liberação da vacina russa Sputnik V, para poder ampliar a imunização de cearenses contra a Covid-19.

No último mês de março, o governador do Estado, Camilo Santana, sancionou lei aprovada pela Assembleia Legislativa que autoriza o Executivo estadual a adquirir 5,8 milhões de doses da vacina, por meio de uma compra direta com o Fundo Soberano Russo.

Segundo Evandro Leitão, desde então, todos os procedimentos necessários foram realizados para concretizar a aquisição. Porém, em razão da demora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso do imunizante no País, o Governo do Ceará decidiu entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que acelerar a liberação.

“O quantitativo de vacina que tem chegado ao Ceará não tem sido suficiente para atender a nossa população. Por conta disso, os nove estados nordestinos fecharam a compra de cerca de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V”, assinalou o presidente da AL.

Na avaliação do parlamentar, o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 começou de forma tardia em relação a outros países e, diante da falta de planejamento e de ações da União no que diz respeito à pandemia e suas responsabilidades, as ações precisaram ser compensadas pelos estados. “Lamentamos que mais de 362 mil vidas tenham sido perdidas para a Covid-19 no Brasil, e devemos fazer de tudo para que nenhuma mais seja perdida para essa doença”, salientou o chefe do Poder Legislativo. Para ele, ao receber as doses da vacina russa, o Ceará poderia imunizar grande parte da população, o que significaria salvar vidas, bem como garantir o retorno de atividades, com a abertura do turismo e outros setores.

O presidente da AL observou ainda que, até quarta-feira (14/04), mais de 15 mil pessoas morreram no Estado por conta da Covid-19. Em respeito a essas vidas perdidas, ele solicitou que fosse prestado minuto de silêncio.

Do Núcleo de Comunicação Interna, com Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(3 votos)

A obra “Brasil em Imaginação: livros, impressos e leituras infantis”, escrita pela professora Andrea Borges Leão, será lançada no próximo domingo (18/04), às 16 horas, pela plataforma Zoom (através do link https://zoom.us/j/91276555927?pwd=cVdldW1JQlpkdFUxanlTaFkwV0lLdz09, com senha de acesso 863335). A iniciativa é da Assembleia Legislativa, por meio do Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp). A ação faz parte das atividades do Instituto nesse período de trabalho remoto.

Na tarde de lançamento, o livro será apresentado pelo secretário da Ciência Tecnologia e Educação Superior do Estado, Inácio Arruda. A mediação ficará por conta da jornalista e assessora de Comunicação do Inesp Luzia Rolim.

A publicação, fruto da tese de doutorado da professora Andrea, vasculha uma região até agora deixada obscura. A autora retoma o problema da sociologia da cultura em torno das diferenças no acesso aos bens culturais, mas enfocando-o do ângulo das margens postas a grupos e agentes no tocante à atribuição de significados com íntima vinculação com o sentimento de pertencimento a determinada comunidade de imaginação nacional.

Para o diretor executivo do Inesp, João Milton Cunha de Miranda, a publicação engrandece o parlamento e reforça o papel do Instituto de assessorar o Poder Legislativo por meio de pesquisas, monitoramento e acompanhamento das políticas públicas do Estado.

“Esta obra nos convida à aventura de rever nossas certezas sobre o social, quando tomamos por sólidas objetividades estrutural e institucionais e subjetividades afetivo-cognitivas, sobretudo, insistimos em naturalizar a fronteira entre umas e outras”, afirma.

Da Assessoria de Imprensa do Inesp

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Avalie este item
(1 Voto)

A população cearense terá mais tempo para realizar o Cadastro Estadual de Vacinação contra a Covid-19. Desta vez, sem prazo determinado para o término da inscrição. A ferramenta foi lançada no início de março pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) para consolidar o censo de cearenses que precisam ser vacinados e, assim, promover estratégias eficazes de imunização. A data prevista para o fim das inscrições era 11 de abril.

O cadastro pode ser realizado na plataforma Saúde Digital e no Ceará App por pessoas a partir de 18 anos, mas o plano de vacinação segue as recomendações de imunizar inicialmente os quatro primeiros grupos prioritários especificados no Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (veja quadro abaixo). A Sesa disponibiliza canal para tira-dúvidas sobre o cadastro: 0800.275.1475.

Atualmente, o Ceará encontra-se nas Fases 1 e 2 de vacinação, contemplando idosos a partir de 75 anos, profissionais de saúde e forças da segurança que atuam na linha de frente no combate à pandemia e idosos com idade inferior a 75 anos, em ordem decrescente.

A pasta informa, ainda, que a imunização seguirá o calendário de cada cidade. Caso a pessoa não se encaixe na fase em vigência de vacinação, o cadastro ficará armazenado no banco de dados da plataforma, permitindo maior organização do plano de imunização do Governo do Ceará.

Fases de vacinação

Fase 1

- População indígena aldeada

- Idosos a partir de 60 anos institucionalizados

- Trabalhadores de Saúde

- Pessoas com deficiência institucionalizadas

- Idosos a partir de 75 anos

 

Fase 2:

- Povos e comunidades tradicionais quilombolas

- Idosos a partir de 60 anos

 

Fase 3:

- Pessoas com deficiência permanente grave

- Pessoas com morbidades

 

Fase 4:

- População privada de liberdade

- Funcionários do sistema de privação de liberdade

- Forças de segurança e salvamento

- Forças Armadas

- Trabalhadores de Educação do Ensino Básico

- Trabalhadores de Educação do Ensino Superior

- Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros

- Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário

- Trabalhadores de transporte aéreo

- Trabalhadores de transporte aquaviário

- Caminhoneiros

- Trabalhadores industriais

 

Do Portal do Governo do Estado do Ceará

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(2 votos)

A Consultoria Técnica Legislativa (CTLegis), com o propósito de prosseguir prestando consultoria institucional à Assembleia Legislativa do Ceará, tem alternado sua forma de atuação entre o formato exclusivamente remoto e o híbrido o que tem garantido a continuidade de suas atividades até mesmo nos períodos de isolamento rígido.

Segundo a responsável pela condução dos trabalhos da CTLegis, Erliene Vale, durante todo o período de pandemia, sua equipe permaneceu firme na realização das atividades, sem prejuízo dos resultados planejados e das metas definidas para a equipe.

Mesmo utilizando formas de trabalho novas e diferenciadas há mais de um ano Erliene diz que a equipe sentiu a necessidade de aperfeiçoar as práticas para garantir a melhoria dos processos internos, a satisfação dos clientes e, “principalmente, os resultados dos serviços realizados que poderão repercutir na sociedade cearense e impactar a vida das pessoas”.

Avaliando a atuação da equipe e o cenário atual Erliene Vale ressalta “a necessidade da formação continuada dos servidores para manutenção da excelência na prestação dos serviços, aliada à adoção de novos formatos de trabalho e de ações inovadoras para sustentar as demandas decorrentes da nova realidade”. Esta situação exige, segundo ela, aperfeiçoamento constante, particularmente nesse momento, dada à permanência da situação de excepcionalidade decorrente da pandemia que impôs mudanças no mundo do trabalho.

Capacitação para o Teletrabalho

Para acompanhar o ritmo dessas mudanças a CTLegis demandou junto à Diretoria Legislativa o Curso de Teletrabalho cujo objetivo é compreender os desafios e as estratégias que permeiam o trabalho remoto no mundo pós-pandemia e treinar os servidores para atuação remota, com o firme propósito de assegurar a excelência do resultado das demandas que chegam à CTLegis e garantir o mesmo padrão de qualidade do atendimento presencial.

A Célula de Consultoria Técnica Legislativa (CTLegis) integra a estrutura organizacional da Assembleia Legislativa do Ceará com vinculação à Diretoria Legislativa e subordinação ao Departamento Legislativo (Resolução nº 698/2019). A CTLegis presta consultoria institucional ao Parlamento cearense, com a missão de contribuir para o aperfeiçoamento da produção legislativa por meio do suporte técnico especializado, auxiliando os deputados estaduais, os departamentos e os órgãos do Poder Legislativo no exercício de suas atribuições.

A Célula é composta por equipe técnica multidisciplinar qualificada para o desempenho das atividades-fim que repercutem no âmbito interno e na sociedade cearense.

Do Núcleo de Comunicação Interna da AL, com informações da Consultoria Técnica Legislativa

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(1 Voto)

A Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Assembleia Legislativa do Ceará realiza, nesta sexta-feira (16/04), a partir das 11 horas, a primeira live do projeto “Ei, mulher!”, com o tema “Stalking: o novo crime de perseguição ameaçadora”. Idealizado pela PEM, o projeto tem o objetivo de sanar dúvidas jurídicas e esclarecer sobre os direitos da mulher.

O debate será transmitido pelo Instagram da Procuradoria e contará com a participação da procuradora Especial da Mulher na AL, deputada estadual Augusta Brito (PCdoB), e da advogada e coordenadora do órgão, Raquel Andrade.

A deputada Augusta Brito explica que, apesar da tipificação criminal, a prática de stalking ainda é pouco compreendida e notificada pelas mulheres em situação de violência, tornando-se, assim, pouco investigada nas delegacias. “Por isso, faz-se necessário aprofundar o debate sobre o tema e esclarecer as dúvidas das mulheres sobre a nova modalidade de crime, que atinge, em sua maioria, mulheres”, destaca.

O objetivo das transmissões na rede social é aproximar as mulheres e tirar dúvidas sobre as questões jurídicas que envolvem diversos temas ligados aos direitos das mulheres, de maneira clara, simples e direta. Não há necessidade de identificação, protocolos ou formalização do atendimento jurídico, facilitando assim, o acesso rápido ao serviço de orientação jurídica para mulheres.

Nas próximas lives, o projeto abordará os seguintes temas: “A guarda compartilhada em confronto com a medida protetiva”, no dia 23 de abril, e “A relação de emprego das empregadas domésticas em tempo de pandemia”, no dia 30 de abril.

Serviço: Projeto “Ei, mulher!”. Data: 16 de abril. Hora: 11 horas às 12 horas. Transmissão pelo Instagram @procuradoriadamulherce

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(2 votos)

A pandemia da Covid-19 que já ceifou a vida de quase 350 mil brasileiros também está trazendo  dificuldades econômicas para considerável parcela da população. O país atravessa uma crise de grandes proporções que ampliou a taxa de desemprego para 14,5%, a 14ª maior do mundo em um ranking das 100 maiores economias, de acordo com relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI). A situação atravessada pode ser minorada com o engajamento de todos que podem de alguma forma contribuir com os mais necessitados.

Com o objetivo de reduzir os impactos da crise, a Assembleia Legislativa do Ceará doou, nesta quarta-feira (14/04), 1,2 tonelada de alimentos para famílias da comunidade Pau Pelado, localizada no bairro Dionísio Torres, no entorno da sede do Poder Legislativo. Durante a ação, 120 famílias de baixa renda foram beneficiadas. Servidores da Assembleia podem se envolver e realizar as doações, contribuindo para a campanha.

A iniciativa é do presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), que junto a outros parlamentares da AL e segmentos da sociedade civil, arrecada alimentos e produtos de higiene para distribuir a famílias em situação de vulnerabilidade no Ceará, que tiveram suas condições agravadas pelo contexto da pandemia.

Campanha tem engajamento do Corpo de Bombeiros

A solidariedade tem se manifestado entre os que compõem o Corpo de Bombeiros. "Mais do que um gesto de amor, a atitude ajuda a salvar vidas, garantindo a subsistência, o pão de cada dia da população carente", define o subcomandante da 7ª Companhia do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediada na AL, Emerson Bastos. O grupamento aderiu à campanha de arrecadação de alimentos promovida pelo Poder Legislativo, iniciada em março passado.

Emerson Bastos destaca que todos os bombeiros sediados na Assembleia, em vários momentos da pandemia, vêm ajudando, de forma individual, às pessoas necessitadas. “A união dessas ajudas singelas, coordenada pela Casa, irá garantir um pouco de alento aos irmãos que não têm nada”, afirma. Ele acentua que os bombeiros da Assembleia continuam contribuindo com a campanha, entregando alimentos que compõem cestas básicas.

Na última oportunidade, a companhia entregou à administração do Poder Legislativo cestas básicas doadas pelos integrantes sediados na Assembleia. “Se somos semelhantes a Deus, que nossos atos reflitam o que Jesus faria e o que gostaríamos que fizessem com a gente”, acentua o oficial.

Beneficiados

Francisco Lindomar da Silva, desempregado, da comunidade Pau Pelado, agradeceu a ação da Assembleia e frisou a importância de receber cesta básica para sobrevivência da família. “Através dessas doações que estamos conseguindo sobreviver. Minha esposa, que é diarista, está fazendo alguns trabalhos mas sempre com muito cuidado e, por conta da pandemia, conseguir emprego tem sido difícil. Por isso, agradecemos demais a essas pessoas que estão nos ajudando através doações”, assinalou.

Meyrilane Nascimento, também desempregada, salientou que com a dificuldade de conseguir trabalho, as doações de cestas básicas têm suprido muitas famílias das comunidades. “É uma benção essa ação da Assembleia. Não temos palavras para a agradecer. Peço que quem está doando continue fazendo assim, porque tem feito a diferença na vida de muitas pessoas pobres”, afirmou.

O comandante da 2° Companhia de Policiamento da Assembleia Legislativa, coronel Marcelo Vasconcelos, explicou que a campanha está arrecadando alimentos de todos os que quiserem participar e colaborar. “O presidente Evandro Leitão entendeu esse momento sensível que estamos vivendo e achou essa maneira sábia de ajudar a quem precisa. A sede da Casa está recebendo esses alimentos e a Companhia de Guarda ficou responsável por recepcionar e fazer essa entrega, tudo coordenado pela equipe do presidente”, disse.

O coronel Marcelo afirmou ainda que até o momento, mais de 35 toneladas de alimentos foram arrecadadas para ajudar comunidades e entidades da Capital, como também do interior do Estado. “É louvável ver as pessoas se engajando nessa campanha. Muitos estão sendo beneficiados e é gratificante ver o olhar de alegria destes que estão sendo ajudados”, ressaltou.

Entidades beneficiadas

Com a ação da Casa, já foram beneficiadas a Associação Comunitária dos Moradores do Parque Nazaré, localizada no Siqueira; a Igreja Presbiteriana, no Henrique Jorge e a Arquidiocese de Fortaleza. Também foram beneficiados o público de pessoas imigrantes, familiares de encarcerados, catadores de lixo e povos indígenas.

"Agradecemos à Assembleia por ter pensado na gente neste cenário em que acompanhamos inúmeras famílias que se encontram numa situação de maior fome e vulnerabilidade em decorrência do Covid-19", disse Diana Maia, representante da articulação das pastorais sociais da Arquidiocese de Fortaleza. Segundo ela, entre os beneficiados, há pessoas imigrantes, familiares de encarcerados, catadores e povos indígenas.

Dentre as entidades que ainda deverão ser contempladas, estão a Comunidade Cristã Videira; a Paróquia Santo Antônio de Pádua, da Granja Portugal; a Comunidade Católica Face de Cristo; e a Arquidiocese de Fortaleza.

A população também pode colaborar, enviando doações à Assembleia Legislativa, especificamente para a entrada do Edifício Senador César Cals, sede do Legislativo cearense, que fica na rua Barbosa de Freitas, nº 2674, no bairro Dionísio Torres. Para evitar deslocamentos até o local, o presidente do Legislativo sugere que as compras sejam feitas de forma on-line e a entrega direcionada para a portaria do prédio.

JS, com informações da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Avalie este item
(3 votos)

O curso “Em Rodas de Biblioterapia”, que integra o programa Entre Artes, da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce), apresenta nesta quinta-feira (15/04) a poética dos “Quintais da Biblioterapia", com participação da psicóloga, biblioterapeuta e mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Cristiane Seixas. O encontro virtual será realizado por meio da plataforma Zoom, a partir das 17 horas, participe.

A antologia organizada pela biblioterapeuta Cristiana Seixas reúne textos de 25 autoras, dentre elas Jacqueline Assunção, coordenadora do Programa Entre Artes, da Assalce, e das atividades do “Em Rodas de Biblioterapia”.

Jacqueline Assunção destaca que o  livro trata-se da primeira antologia contando histórias bem sucedidas de Biblioterapia em diversos estados brasileiros e aborda a socialização de experiências e testemunhos de pessoas que ousaram aplicar a metodologia diante da diversidade de seus chamados (público, local, formato e acervo).

“O livro, remédio para alma, é uma antologia organizada por Cristiane Seixas, que divulga a Biblioterapia pelo Brasil. Foi com ela que tive o primeiro contato com a Biblioterapia e essa é quarta antologia que participo sob a sua organização”, afirma.

Sobre a obra

Conforme adianta, dois capítulos do livro “Quintais da Biblioterapia” terão destaque durante o encontro virtual. ‘’O primeiro aborda a biblioterapia como recurso terapêutico no tratamento da depressão e consiste num relato de caso que falará sobre a luta pela interseção da biblioterapia nos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde). O segundo, de minha autoria, intitulado ´Ler, cuidando do ser com biblioterapia´ destaca minha trajetória dentro da biblioterapia, até chegar a implantar a atividade nos espaços da Assalce e da Assembleia Legislativa’’, afirma Jacqueline.

“Quintais de Biblioterapia” também traz a participação de outras autoras ligadas à área como Ana Maria Pereira Pinto, Ângela de Castro Reis, Cristina Lobato e Sandra Ronca.

Saiba mais

O curso “Em Rodas de Biblioterapia” tem conteúdo programático com poéticas inspiradas na vida e nos livros com seus temas diversos, a partir de bases conceituais de Marc-Alain Ouaknin, Cristiana Seixas e Clarisse Fortkamp Caldin. Conforme destaca Jacqueline, a Biblioterapia é a prática de cuidar por meio da literatura e o curso busca visibilizar a dimensão terapêutica do ato de ler.

Serviço: Para saber mais sobre o curso “Em Rodas de Biblioterapia”, o contato deve ser feito com a facilitadora e idealizadora do programa “Entre Artes”, Jacqueline Assunção, pelo telefone 85.98601.6545.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Página 1 de 114

Temos 178 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500