Fortaleza, Segunda-feira, 16 Maio 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

O comandante da 2ª Companhia de Policiamento de Guarda (2ª CPG), tenente coronel Marcelo Vasconcelos, informa que, por iniciativa da unidade, será promovida a palestra da psicóloga e capitã do BOPE da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Alexandra Valéria Vicente da Silva, nesta terça-feira (03/09), por ocasião das atividades do Setembro Amarelo. A atividade será realizada das 14 horas às 17 horas, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa do Ceará.

A atividade é parte da programação que a Assembleia promoverá a partir da próxima segunda-feira (02/09), dentro de uma grande mobilização para prevenir a depressão e os casos de suicídios no Ceará. A Casa aderiu ao Setembro Amarelo por meio de uma programação que inclui palestras, cursos, audiências públicas, panfletagem e atendimento com escuta por psicólogos. Como parte do movimento Ideia Certa, o Poder Legislativo fará uma campanha publicitária de conscientização da população.

A palestrante é doutora em Psicologia e atua na área de prevenção ao suicídio. De acordo com o militar, o nome da capitã foi sugerido, por se tratar de uma referência nacional em ações desta natureza.

Atuação proativa é necessária quanto ao assunto

"O suicídio, infelizmente, ainda é um tabu e um fenômeno que recrudesce a cada dia. Nós precisamos entender as suas causas e o comportamento para que a gente possa antecipar e de forma proativa evitar que novos casos aconteçam", avalia. O oficial lembra que hoje se vive em constante pressão por conta do trabalho e rotinas e "tudo isso vai somatizando e abalando psicologicamente os indivíduos".

A palestra da militar do Rio de Janeiro, conforme esclarece Marcelo Vasconcelos, vai dar orientações de como se deve agir em negociação para evitar que um suicídio iminente venha a acontecer. "Assim, teremos orientações de como identificar os sinais e como agir em casos de um parente ou até mesmo vizinho esteja em crise suicida. A capitã se especializou em negociação suicida", diz.

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Dentro da Campanha Setembro Amarelo, o Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE) também está disponibilizando atendimento para as pessoas que necessitam de auxílio. O Setembro amarelo é uma campanha do Centro de Valorização da Vida que busca trazer o diálogo sobre o suicídio para a sociedade. Desde 2015, durante este  mês, a iniciativa conscientiza e previne as pessoas desse tipo de atitude contra a vida.

De acordo com a psicóloga Isabel Coelho, do DSAS, no mundo todo, aproximadamente uma pessoa se mata a cada 40 segundos. Só no Brasil, o suicídio é a quarta causa mais comum de morte de jovens. “O assunto é um tabu. Não falamos dele. A mídia evita por medo de aumentar os números, as pessoas evitam por medo do assunto em si e, com isso, acabamos cortando o diálogo necessário para remover as ideias suicidas da pessoa que está sofrendo por algum motivo", afirma.

A psicóloga esclarece que as causas que levam a pessoa ao suicídio podem ser diversas, inclusive de ordem clínica. “Mas há também muitos aspectos sociais que devem ser levados em consideração, como bullying, uma desilusão amorosa, a perda de emprego, ou perda de um ente querido. Portanto, é importante observar os sinais e os comportamentos dos filhos, do cônjuge, ou de um parente próximo, para verificar se não há nenhum sintoma o afligindo”, frisa Isabel Coelho.

 Existem ainda casos de depressão, bipolaridade, dependência de álcool ou psicopativos, e esquizofrenia que também poderiam ter como desfecho o suicídio, se não adotadas as providências necessárias nesses episódios, segundo Isabel Coelho. Em todos os casos, ela recomenda a busca de atendimento profissional para os pacientes.

“Há também muitos gatilhos disponibilizados na Internet, como o Baleia Azul, que podem estimular um jovem ao suicídio. Portanto, é também importante estar atento a que tipo de conteúdo os jovens estão acessando pela rede”, acentua  a profissional.

As pessoas que estão precisando de algum tipo de atendimento podem recorrer ao Centro de Valorização da Vida (CVV), através do telefone 141, que presta serviço de acompanhamento 24 horas por dia.  “O DSAS também realiza plantão psicológico de 8 horas ao meio dia, por ordem de chegada.  Basta se dirigir ao prédio do Departamento, localizado na Avenida Desembargador Moreira 2930, segundo andar”, explica a psicóloga.

Assista abaixo o vídeo produzido pelo Núcleo de Mídias Sociais da Assembleia sobre o Setembro Amarelo.

InícioAnt12345678PróximoFim
Página 8 de 8

Temos 333 visitantes e 11 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500