Fortaleza, Sábado, 25 Junho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

O segundo semestre do ano marca o início da temporada de incêndios no Ceará. As condições meteorológicas colaboram para o aumento das queimadas que registram o pico de incidência entre os meses de agosto a dezembro. A 7ª Companhia do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediada na Assembleia Legislativa do Ceará, traz orientações para a população a fim de evitar incêndios e a ocorrência de queimadas que são mais comuns nas regiões do Médio Jaguaribe e Sertão dos Inhamuns.

Os dados do monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam que cerca de 95% dos focos de incêndio em vegetação no Estado são registrados no decorrer do segundo semestre.

Além dos fatores meteorológicos como alta temperatura e a baixa umidade relativa do ar, a ação humana e a prática de queimadas para realizar o plantio ou fazer pastagem agravam a qualidade do solo.

Importância da prevenção

O tenente coronel Emerson Bastos, subcomandante da Companhia, alerta que a vegetação cearense possui alto risco de incêndio e que medidas podem prevenir o aumento dos casos. Dentre as recomendações, ele aponta que não se deve jogar restos de cigarro ainda aceso em locais onde haja vegetação principalmente se ela estiver seca, bem como que se evite jogar lixo pela janela do carro, porque o material descartado poderá servir de alimento para o fogo.

''Para aqueles que estão em acampamento, a fogueira deve ser feita em locais sem vegetação, principalmente a seca. O ideal é fazer a fogueira perto de um rio, observando o sentido do vento com cuidado, para que as centelhas dessa fogueira não possam iniciar um incêndio florestal'', alerta.

O oficial bombeiro também adverte que a prática de soltar balão deve ser evitada, pois é considerada uma das maiores causas de queimadas. ''Nunca use o fogo para queimar o lixo ou para limpeza da plantação. Não faça queimada'', orienta.

Saiba mais

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre janeiro a maio de 2021, foram registradas 283 queimadas, número que supera em 164,48% o quantitativo anotado em igual período de 2020.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Temos 953 visitantes e 3 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500