Fortaleza, Sexta-feira, 21 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, vai realizar, nesta segunda-feira (29/06), às 17 horas, Webinar com o tema “O cenário pós-pandemia: o novo normal”, que terá apresentação de Lindolfo Cordeiro, titular da Diretoria Legislativa da Assembleia. Além de ocupar o cargo de diretor, ele é especialista Gestão de Pessoas em Organizações Públicas, graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor).

Lindolfo Cordeiro avalia que o tema será bem interessante a todos os participantes da Webinar. “Iremos abordar como será a vida da pessoa após essa pandemia, retornando às condições de vida anterior, quando essa crise passar”, antecipa.

De acordo com ele, será “um exercício de futurologia, digamos assim”, mas sua exposição contará com previsões baseadas em estudos de especialistas e de pessoas que se dedicam a estudar esses temas, olhando um pouco para o passado. “Vamos observar o que aconteceu no mundo, depois das pandemias que aconteceram ao longo da história da humanidade”, pontua. O diretor espera, com isso, trazer aos demais setores da Casa a sua contribuição no planejamento do “novo normal”.

De acordo com a coordenadora da Célula de Qualificação dos Servidores, Norma David, o link pelo qual os servidores da Assembleia Legislativa do Ceará terão acesso à plataforma Zoom será fornecido antecipadamente, na manhã de segunda-feira, para que os inscritos tenham acesso previamente e possam participar da atividade. “Estamos, com essa iniciativa, buscando uma maior aproximação com os servidores e servidoras, durante o período de isolamento social”, acentua Norma David.

Nova perspectiva sobre o tema

A coordenadora revela que Lindolfo Cordeiro vem trazendo uma experiência mais global do problema da pandemia. “Ele chegou recentemente dos Estados Unidos, podendo, assim, falar com uma visão macro do cenário que estamos enfrentando e iremos ainda enfrentar no futuro, trazendo possibilidades de uma nova realidade ressignificada”, justifica. Norma David considera que a discussão irá enriquecer a todos os participantes da Webinar. “Convido a todos para esta importante discussão”, diz.

Norma David explica que para participar do Webinar, servidores interessados precisam somente acessar o link https://doity.com.br/webinar-unipace e realizar a sua inscrição. Os IDs e senhas serão fornecidos na segunda-feira (29/06) aos inscritos. Os debates são mediados pela Célula de Qualificação de Servidores da AL, também responsável por selecionar as perguntas enviadas ao palestrante. Os certificados de participação serão emitidos ao término do período de quarentena.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

A Terapia Ocupacional (TO) é uma profissão de fundamental relevância e, atualmente com o momento inusitado devido a pandemia da Covid-19. A crise surpreendeu a todos, que agora precisam se reinventar. Com a imposição do isolamento social, essa terapia tem assumido destaque, de acordo com Andréa Maria Araújo Ferreira de Lima, terapeuta ocupacional do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará.

Confira o vídeo de Andréa Lima que trazemos hoje para você, uma produção conjunta do DSAS e Núcleo de Comunicação Interna da Casa, com apoio da TV Assembleia.

Andréa Lima usa o seu conhecimento sobre a relação entre pessoa, ocupação e ambiente lembrando que “somos seres ocupacionais” Agora, segundo ela, um novo contexto se formou e tivemos uma busca imediata e incomum de um novo propósito e ressignificação da vida. “A TO, nesse processo, é fundamental devido ao uso terapêutico de atividades diárias (ocupações) em indivíduos ou grupos com o propósito de possibilitar ou melhorar à participação em hábitos e rotinas”, afirma.

Diante dessa realidade, Andréa Lima recomenda como orientações práticas para uma rotina mais saudável sempre procurar ficar atento e concentrado na atividade proposta, evitando realizar tarefas múltiplas. Ele aconselha organizar e higienizar os ambientes de casa, por etapas para não se cansar; perceber as aptidões específicas ao seu perfil e aquelas que têm interesse em desenvolver; ter uma mesa de trabalho organizada com objetos e materiais acessíveis; gerenciar o tempo ao seu favor, dividindo-o em turnos e horários, flexibilizando com limites, ter metas de trabalho, com determinação, criatividade e foco para um bom desempenho.

Ainda na lista de itens favoráveis a ser realizados para uma quarentena mais leve, a fisioterapeuta, também especialista em Gerontologia e Reabilitação Neurocognitiva, afirma que é preciso promover regras de convivência em funções domésticas, e revezar, ao se cansar. “É necessário organizar às finanças, através de planilhas; beber água; tomar banho de sol; dormir bem e nos mesmos horários. Ela acrescenta ainda que a meditação deve ser feita habitualmente, assim também como usar passatempos para a memória. “Devemos ser mais tolerantes conosco e com os outros e realizar exercícios físicos dentro dos limites”, defende.

Andréa Lima ressalta ainda uma dica: devemos realizar atividades colaborativas para à saúde mental como assistir filmes, TV, desenhar, pintar, fotografar, cuidar das plantas, gravar áudios e vídeos, fazer videoconferência, dentre outras atividades. “O movimento gera incentivo, estímulo e cria um ambiente dinâmico e mais acolhedor”, frisa.

(Da Assessoria do DSAS)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

Publicado em Dicas de Saúde

A pandemia provocada pelo Coronavírus teve reflexo no orçamento do trabalhador brasileiro. Seja pelo desemprego ou devido à redução do salário, a população tem se desdobrado para pagar as contas mensais e honrar suas dívidas. No mês de abril, o percentual de famílias endividadas foi de 66,6%, maior índice da pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor iniciada em 2010.

Ter um controle dos gastos é fundamental para o equilíbrio do orçamento principalmente em uma situação de crise, conforme aponta o economista e professor de cursos na área financeira e políticas no Sebrae-CE, Jorge Torres. “Quem não faz um planejamento financeiro está sempre com o orçamento apertado, esperando o dia de receber o próximo salário. Infelizmente, as pessoas ainda não têm noção da importância da educação financeira como ferramenta para alcançar uma estabilidade futura’’, avalia.

Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará sabem como usar o dinheiro com cautela, após a realização do curso de Educação Financeira, ministrado em 2019 pelo economista.

Cliente deve buscar negociar dívidas

A recomendação de evitar o supérfluo também é indicada pelo coordenador do Procon Assembleia, doutor Rodrigo Colares. Ele afirma que em meio à pandemia da Covid-19, é preciso comprar apenas o necessário para evitar o endividamento e, em caso de atraso no pagamento, recomenda a negociação. “A negociação é a melhor saída. A empresa não pode deixar de prestar o serviço e possui compromissos a serem cumpridos com seus funcionários, enquanto o cliente não pode deixar de pagar. Contudo, no quadro social econômico em que nos encontramos, o contrato pode/deve ser flexibilizado. Desta forma, o cliente deve procurar a empresa para realizar uma negociação’’, defende.

Em entrevista à Rádio FM Asssembleia (96,7Mhz), Darla Lopes, diretora de educação financeira do Instituto Brasileiro de Executivo de Finanças do Estado do Ceará, afirma que o momento desafiador exige um maior controle do orçamento. “É preciso reduzir principalmente as despesas descartáveis que estão relacionadas ao lazer. As despesas variáveis (conta de energia, água e telefone) também podem ser amenizadas com hábitos conscientes, como desligar a luz, evitar o uso do ar condicionado e reaproveitar a água. Também sugiro que as pessoas fiquem atentas às medidas do governo que estão vindo amparar as pessoas físicas e jurídicas’’, aponta.

Salário assegurado

Ciente do momento de crise no país, a Assembleia Legislativa do Ceará assegura o salário integral dos servidores com a Lei Complementar 215, de 17 de abril de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado na mesma data.

O dispositivo que impede a redução dos salários dos servidores foi introduzido na Lei Complementar por meio de emenda apresentada pelo deputado Elmano Freitas (PT). ‘’Para nossa alegria essa emenda foi aprovada com unanimidade e com importante pronunciamento do governador do Estado, Camilo Santana (PT), de que no Estado do Ceará não haverá redução do salário dos servidores”, destaca o parlamentar.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

 

As condições atuais do mundo estão fazendo com que todos precisem se reinventar e buscar novas poesias nas rotinas que cada um está sendo compelido a realizar. É o que afirma Jacqueline Assunção, coordenadora e idealizadora do programa Assalce Entre Artes, da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce). Ela também coordena o curso Em Rodas de Biblioterapia, que integra o programa.

Com a perda da possibilidade de reuniões presenciais, em decorrência da quarentena, Jacqueline Assunção está buscando alternativas para não perder o contato com os participantes das rodas de biblioterapia, que chega a reunir entre 10 a 40 servidores, por semana. A coordenadora está buscando ferramentas digitais para manter o grupo vivo, por compreender que essa interação é vital para todos.

Uma das formas é por meio do aplicativo WhatsApp, que conta com aproximadamente 30 participantes. A exemplo do que aconteceu com praticamente todos os grupos do aplicativo, no início do distanciamento social, muitas pessoas passaram a postar notícias sobre os avanços da pandemia no mundo. Esta situação não estava auxiliando na manutenção da saúde mental das pessoas. A partir daí, decidiu-se que só seriam postados elementos que dialogassem com o tema do grupo, “e todos sentiram-se acolhidos, confortáveis, engrandecendo nosso espírito”, afirma Jacqueline Assunção. Por isso, além de sugestões de leituras, são também transmitidas poesias, músicas e postagens com o sentido de trazer conforto a todos.

A coordenadora tem produzido vídeos com dicas literárias que são postadas também no perfil do Instagram da Assalce. “Nós sabemos que o livro é um verdadeiro caminho de descoberta e de resgate de si mesmo. Como diz o poeta moçambicano Mia Couto: ‘O livro é uma canoa, tivesse livros ela daria uma travessia para o outro lado do mundo para o outro lado de si mesma’”, afirma.

Minimalismo em pauta

Se em tempos normais o projeto Em Rodas de Biblioterapia se reúne no auditório da Assalce ou na Biblioteca César Cals, em rodas de conversas e leituras, o momento agora é outro. “Por isso, buscamos juntos continuar construindo essa rede de afetos. E por meio dessas leituras a gente tem feito travessias”, avisa Jacqueline Assunção.

Sua primeira sugestão de leitura foi o livro de Dominque Loreau, Arte da Simplicidade, o mesmo com o qual iniciou as rodas de leitura na Assalce, há três anos. A autora do livro mora no Japão e sugere uma filosofia de vida chamada minimalismo, que nada mais é do que tirar os excessos, o que não tem valor e viver com o mínimo. “Mas um mínimo que agrega uma valoração à vida”, conforme explica Jacqueline. Para ela, nada mais atual para os dias atuais: buscar a visão de uma vida em que os excessos sejam excluídos, despertando a leveza existente em cada ser.

Ela também propõe o empoderamento da rotina com rituais de valor como ler, cozinhar e escrever, que são desenvolvidas por meio do Assalce Entre Artes. Com relação a leitura, é preciso saber que esse é um remédio para a alma. “O livro é também um lugar de encontro com o outro e consigo mesmo. Quando a gente lê a gente se encontra no mesmo lugar em que o escritor está, por meio da palavra”, frisa.

Outra proposta é que todos tenham o ritual de cozinhar. Na cozinha, trazemos memórias por meio dos sabores e aromas, conforme explica. “É o cheiro do bolo da vovó, da mamãe. Ali a gente alimenta também o nosso emocional”. Ela destaca que o projeto Cozinha Vintage é inspirado na obra do pintor italiano Leonardo da Vinci.

Jacqueline Assunção lança também o desafio: que todos leiam um livro. “Não precisa ser um livro por semana, mas no seu próprio tempo. Depois você vai lá no seu caderninho e faz uma resenha sobre o que leu. Depois de tudo isso passar, vamos ler o que resenhamos juntos. O que estamos vivendo é transitório”, prevê.

Para quem quiser também participar do grupo do Whatsapp e ficar por dentro de novas rodas dos vídeos e dos livros em PDF que ela disponibiliza no grupo, assim como dicas das demais oficinas, basta buscar o contato com Jacqueline, por meio do WhatsApp +55 85 8601-6545.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

 

 

 

Publicado em ASSALCE

O isolamento social, uma das principais medidas adotadas para controlar a disseminação do Covid-19, trouxe mudanças significativas na vida da população brasileira, afetando cada pessoa nos seus aspectos profissional e emocional.O médico Túlio Osterne, orientador da Célula de Clínica Médica do Departamento de Saúde e Assistência Social da Assembleia Legislativa do Ceará (DSAS), alerta que a situação pode trazer consequências para a saúde mental, desencadeando um sentimento de solidão, dentre outros sintomas.

Confira as orientações do médico no vídeo disponibilizado nesta sexta-feira (24/04), produzido em conjunto pelo DSAS e Núcleo de Comunicação Interna do Poder Legislativo, com apoio da TV Assembleia.

“Há alguns meses, o mundo inteiro enfrenta o desafio de vencer oCovid-19, essa doença tem causado uma devastação em muitos países com centenas de pacientes contaminados e vítimas fatais”, afirma o médico Túlio Osterne.

Um fator muito importante que pode estar associado a essa imposição, na avaliação dele, é o sentimento de solidão, que pode ter repercussão psicológica negativas nas pessoas. “Procure fazer atividades lúdicas, prazerosas e que te façam bem. Tenha uma alimentação saudável, procure ocupar bem o seu tempo e lembre-se: uma atitude pelo bem coletivo sempre é importante; o pânico jamais”, recomenda o orientador da Célula de Clínica Médica do DSAS.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

Publicado em Dicas de Saúde
Página 4 de 5

Temos 1719 visitantes e 9 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500