Fortaleza, Sexta-feira, 21 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A prevenção do câncer pode vir também pelos cuidados com a alimentação. A nutricionista oncológica Ana Paula Gonçalves traz, nas dicas de saúde desta sexta-feira (09/10) algumas orientações de como cuidar da saúde. Ela lembra que o Outubro Rosa desperta, principalmente para a prevenção do câncer de mama.

De acordo com a profissional, o câncer de mama pode ser desencadeado até mesmo pelo sedentarismo, com a elevação excessiva do peso corporal provocado pela falta de exercícios físicos. Também indica a ingestão saudável de frutas, legumes, verduras e vegetais folhosos.Outros hábitos recomendáveis, segundo Ana Paula Gonçalves, são evitar consumo de fumo, exercer um controle sobre a ingestão de bebidas alcoólicas, e também de bebidas que sejam açucaradas. Acompanhe, abaixo, o vídeo com as dicas da nutricionista.

JS

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Publicado em Dicas de Saúde

A campanha Outubro Rosa é realizada ao longo deste mês com o objetivo de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. O tipo de câncer mais comum entre as mulheres registra, anualmente,  1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Você sabia que alguns hábitos podem ajudar na prevenção da doença? É o que destaca a chefe da célula de Nutrição do Departamento de Saúde e Assistência Social da Assembleia Legislativa, Gisele Pacheco. Ela aponta que seguir uma rotina saudável, associada a uma alimentação equilibrada, pode reduzir o risco de desenvolver a doença.

O Outubro Rosa é um mês de alerta as mulheres para a prevenção do câncer de mama e do colo. A nutrição é uma aliada no combate à doença. "A minha dica é manter sempre o peso adequado, alimentar-se na forma mais natural possível evitando o uso de alimentos industrializados", orienta Gisele Pacheco.

A nutricionista aponta que consumir frutas, verduras, legumes,  cereais integrais, manter uma rotina de exercícios e ingestão adequada de água são fundamentais.

Segundo Gisele Pacheco, mulheres acima do peso ideal têm mais chances de desenvolver determinados tipos de câncer devido ao  excesso de gordura no corpo que causa um processo inflamatório e aumenta a produção de hormônios que podem gerar danos às células, provocando ou acelerando o surgimento da doença. "Uma alimentação saudável combinada com atividade física ajuda a controlar o peso corporal e prevenir doenças'', recomenda a profissional de saúde.

JB, com Assessoria do DSAS

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Publicado em Dicas de Saúde

Uma ação de incentivo à solidariedade entre as servidoras da Assembleia Legislativa do Ceará, conduzida pela Associação dos Servidores (Assalce), em parceria com o Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Casa, marcou a manhã desta terça-feira (15/10). A atividade teve como foco a prevenção do câncer de mama, por meio da realização de uma campanha para arrecadação de leite e cabelos, que, após transformados em perucas, serão doados a pessoas em tratamento quimioterápico.

Também foi realizada uma palestra com a fisioterapeuta Isabel Côrtes, do DSAS, no auditório do Comitê de Imprensa. Ela falou sobre a importância da fisioterapia durante o tratamento da doença, acompanhada de representantes das instituições Rosa Viva e Toque de Vida, que abordaram aspectos relacionados à prevenção do câncer de mama. Durante a palestra, houve uma demonstração da forma correta de fazer o autoexame.

As doações arrecadadas serão entregues à Associação Toque de Vida para a confecção de perucas e, assim, promover a autoestima de mulheres e crianças em tratamento de câncer. Para quem quis doar o cabelo, no hall da Assembleia, foi disponibilizada uma cabeleireira à disposição para o corte. Também foi realizada uma oficina de lenços e serviços de saúde como aferição de pressão arterial, teste de glicemia e orientação nutricional preventiva e curativa.

O presidente da Assalce, Luís Edson Corrêa, frisou que a saúde é o maior bem que todos têm. "Um servidor sem saúde e sem autoestima não tem as condições ideais para trabalhar. A prevenção é a melhor alternativa de evitar o agravamento das enfermidades. Por isso, a Associação e o Departamento, dentro das atividades do Outubro Rosa, resolveram fazer essa ação", afirmou. Ele lembrou que as entidades promove outras atividades, no sentido de promover o bem estar dos servidores.

A nutricionista Marília Pessoa, do DSAS, que também prestou orientações ao público, explicou que  o câncer está ligado a fatores genéticos, mas também a hábitos alimentares. "Para se prevenir, a pessoa deve procurar ingerir alimentos mais naturais possíveis, evitar produtos industrializados ou ultraprocessados como mortadela e presunto, que têm grandes quantidades de nitritos que têm alto poder cancerígeno", afirmou. Em substituição aos referidos alimentos, ela recomenda frutas, grãos integrais e verduras que têm substâncias antioxidantes.

A ação foi coordenada por Renata Leandro e Myrna Menezes, ambas do DSAS. ''Esse movimento é em alusão à campanha Outubro Rosa, mês dedicado ao combate e prevenção ao câncer de mama que acomete muitas mulheres em todo o mundo. Fazemos a sensibilização para que as mulheres, principalmente depois dos 40 anos, possam fazer o autoexame sempre que possível", afirmou Myrna Menezes.

Ampliando doações

A servidora Verônica Barreto, que é facilitadora da Oficina de Modas, também participou da ação, produzindo lenços e turbantes para a cabeça. Ela informou que foram produzidos, com os retalhos arrecadados, cerca de 50 unidades. "Resolvemos atender ao convite do presidente da Associação e diretor do DSAS, Luís Edson, e fazer essas peças para pessoas quem estão em terapia, dentro dessa campanha linda que é o Outubro Rosa", explicou.

Para as pessoas que queriam cortar o cabelo com o objetivo de doar, a cabeleireira Silene esteve no hall da Assembleia. Ela informou que recebeu o convite da servidora Virgínia Bastos, e de pronto atendeu, sem nenhuma remuneração. "É a nossa contribuição e solidariedade para as pessoas que precisam de um atenção à autoestima", afirmou. A colaboradora Bárbara Martins, dos serviços gerais, doou parte dos seus cabelos, após a realização do corte. "Eu quis ajudar pessoas próximas. O que não serve mais para gente, serve para o outro e aproveito para mudar o visual", acentuou.

O deputado e médico oncologista Carlos Felipe (PCdoB), presente ao evento, elogiou a iniciativa da Assalce e DSAS. "É um movimento belíssimo. A gente sabe que o câncer também causa problema estético, e aqui foram doados retalhos que estão servindo para a confecção de lenços. Sem dúvida, a autoestima é fator importante neste momento tão difícil", defendeu. O parlamentar também destacou as demais ações que visam a prevenir a doença.        

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Publicado em ASSALCE

 

Dentro da programação do Outubro Rosa, desenvolvida pela Assembleia Legislativa do Ceará, apresentamos nesta sexta-feira (11/10) dicas de saúde para as servidoras da Casa em relação à prevenção do câncer de mama.

O Serviço de Fisioterapia do Departamento de Saúde e Assistência Social da Assembleia (DSAS) atende às mulheres mastectomizadas antes da cirurgia e também no pós-operatório, com  um trabalho voltado para a reabilitação. Isabel de Souza Cortês Dias de Oliveira, fisioterapeuta do DSAS, trabalha diretamente com essas mulheres e reforça  que  é preciso fazer o autoexame da mama, bem como procurar o médico e realizar os exames de rotina.

“Procuramos sempre alertar as mulheres para a prevenção e nosso trabalho aqui é reabilitá-las para uma nova vida pós-doença”, defende a profissional. A fisioterapeuta lembra que as mulheres devem “se cuidar para que essa doença não nos atinja, não nos maltrate e, em caso de chegar, que seja dado um diagnóstico precoce para que haja cura”, conclui.

(Da Assessoria do DSAS)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

Publicado em Dicas de Saúde

Dando continuidade às ações da campanha Outubro Rosa, a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Ceará (Assalce), em parceria com o Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Casa, realiza, na próxima terça-feira (15/10), ações de saúde preventiva no hall de entrada do Poder Legislativo e palestra no Comitê de Imprensa. Estarão participando duas entidades que trabalham com a prevenção e  mulheres diagnosticadas com o câncer de mama: Rosa Viva e Toque de Vida.

Na oportunidade,serão apresentadas uma pequena palestra e depoimentos de vida de mulheres que superaram a doença. Para a arrecadação de cabelos, será montado um espaço exclusivo para cortes de cabelo das servidoras que desejem praticar o ato solidário. Durante a programação, haverá entrega de laços cor-de-rosa e informativos sobre a prevenção do câncer de mama.

Os setores de Psicologia, Enfermagem e Laboratório de Análises Clínicas estarão participando diretamente da ação com os profissionais de cada setor falando sobre os serviços desenvolvidos pelo DSAS. Haverá também aferição de pressão e teste de glicemia. Todos os servidores e servidoras do DSAS estão engajados na campanha Outubro Rosa.

Importância das atividades

“O câncer de mama é o que tem mais incidência no nosso país e centenas de mulheres morrem devido a esta grave doença, mas a possibilidade de detectar o câncer no início e viver é muito grande”, ressalta Isabel Cortês, fisioterapeuta do DSAS que trabalha com mulheres mastectomizadas.

Luís Edson Corrêa, diretor do DSAS, conclama todos os servidores e servidoras a se fazerem presentes durante as ações que terão início às 9 horas e prosseguirão até 13 horas. “É de suma importância esse trabalho de conscientização e de informação realizado pelo DSAS, no que diz respeito à saúde preventiva, também no serviço prestado às mulheres que nos procuram, que já fizeram ou vão fazer a cirurgia. Os profissionais da Fisioterapia, Psicologia e Enfermagem realizam um trabalho de excelência e com resultados satisfatórios bem como os profissionais de todos os setores que fazem o Departamento de Saúde”, afirma.

 “O sucesso da campanha se dá em primeiro lugar pela ação e doação de cada servidor, do seu tempo, espírito de solidariedade de cada um que se mostra sensível e também por aquele que se transforma em um multiplicador contribuindo para que possamos fazer cada vez mais a saúde preventiva e assim ajudar a salvar vidas”, reitera Luís Edson Corrêa. “Agradecemos antecipadamente a todos que participarem desta ação e esperamos sempre contar com cada um para o sucesso de nossas ações”, conclama.

Autoexame é prioridade

Uma forma popular e totalmente gratuita de identificar alterações nas mamas é o autoexame, prática de tocar e observar regularmente a região em busca de mudanças significativas, como inchaços, saliências, manchas e modificações no tamanho ou formato dos seios, por exemplo.

Embora seja importante para detectar anormalidades, o autoexame não substitui a mamografia. Por isso, os profissionais da área de saúde fazem um alerta: mesmo que a servidora não encontre nenhum sinal alarmante durante o procedimento, ainda é indispensável consultar um ginecologista de confiança.

Também é fundamental relatar ao médico caso tenha algum dos fatores de risco para a doença, como ter entrado na menopausa após os 50 anos; ter menstruado antes dos 12; ter engravidado depois dos 30; não ter tido filhos; ou ter casos de câncer de mama entre familiares de 1º grau, como mães e irmãs.

(Da Assessoria de Comunicação do DSAS, com Núcleo de Comunicação Interna)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Página 4 de 6

Temos 1673 visitantes e 8 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500