Fortaleza, Sexta-feira, 03 Dezembro 2021
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

 

A campanha Outubro Rosa, cuja edição deste ano se encerra nesta semana e que visa alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, traz informações sobre o tema. O médico ginecologista do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS)  da Assembleia Legislativa do Ceará, Carlos Augusto Pereira, apresenta  orientações sobre a doença, em vídeo disponibilizado no fim desta matéria.

Conforme alerta o médico, o câncer de mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo. Apesar de ser mais comum a partir dos 50 anos de idade, pode acontecer em outras faixas etárias. Estima-se que somente 10% dos casos aconteçam antes dos 40 anos, sendo mais comum  que mulheres  antes dos 35 anos tenham um tumor mais agressivo.

Independente da  faixa etária, o ginecologista  afirma  que o câncer de mama leva de sete a dez anos para se instalar .''Por isso, é perfeitamente detectável se houver observação rigorosa da mulher quanto aos seus sintomas. A mamografia é a opção mais precisa  para o diagnóstico'', destaca o  médico.

Além da mamografia e exame de toque, Carlos Augusto Pereira ressalta que  bons hábitos são fundamentais para a prevenção. ''É importante também observar hábitos alimentares, praticar exercícios físicos, bem como evitar a obesidade e o uso de medicamentos não prescritos por médico. Todos esses fatores vão ajudar na prevenção ao câncer de mama'', orienta.

Confira o vídeo com o médico ginecologista Carlos Augusto Pereira com orientações sobre o tema.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Publicado em Categoria Matriz

A Assembleia Legislativa do Ceará realizou nesta quarta-feira (27/10) a doação de 50 almofadas de coração para a Casa Vida, entidade que acolhe pacientes em tratamento no Instituto do Câncer do Ceará (ICC). A iniciativa faz parte da programação da campanha do Outubro Rosa.

A ação foi realizada pelo Comitê de Responsabilidade Social da Alece, por meio da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania, em parceria com o Movimento das Mulheres do Legislativo (MMLC) e a Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce).

Tamires Guimarães, orientadora da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania, explica que as almofadas foram produzidas durante oficina ministrada pelas servidoras e colaboradoras da Assalce  ,Verônica Barreto e Ivanda Albuquerque com mulheres da Comunidade do Pio XII, localizada no entorno do Poder Legislativo, e servidoras da Casa.

"As almofadas servem para mulheres mastectomizadas terem maior conforto após a cirurgia", comentou, ressaltando a alegria de dar uma contribuição para, minimamente, levar conforto para as mulheres em tratamento.

Débora Boni, diretora de Responsabilidade Social do ICC, agradeceu a doação e realçou a importância desse tipo de ação para a instituição. Ela explicou que a Casa Vida é uma casa de apoio com mais de 50 anos de existência que acolhe pacientes que fazem tratamento no ICC e são do interior do Estado. Segundo ela, doações de mantimentos, materiais de limpeza, lençóis, redes são sempre bem-vindos.

Da Assessoria do Comitê de Responsabilidade Social da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em Categoria Matriz

O mês de outubro é dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, quando transcorre o Outubro Rosa. Mesmo que as informações sobre a prevenção da doença sejam de domínio público, pouco se sabe sobre os direitos que são garantidos por lei aos portares de câncer de mama no país. Para informar corretamente servidores e servidoras da Assembleia Legislativa do Ceará sobre o tema, a Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, realizou, nesta terça-feira (26/10), Webinar sobre “Os Direitos dos Portadores de Câncer de Mama''.

A apresentação foi feita por Raisa Pontes, advogada, conciliadora e mediadora, especialista em mediação de conflitos; e Ligia Freire, advogada, especialista em Direito da Saúde, e Daniele Pimentel, da Comissão da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil/ secção Ceará (OAB-CE).

Tanto mulheres quanto os homens têm seus direitos assegurados pela Constituição Federal, que garante a gratuidade em medicamentos, tratamentos e demais necessidades do portador de câncer. A advogada Raisa Pontes esclareceu que com relação aos benefícios previdenciários, o portador do câncer de mama tem direito ao auxílio doença, saque PIS/PASEP e aposentadoria por invalidez.

Sobre o auxílio doença, Raisa Pontes orientou que os pacientes com câncer, assim como qualquer outro trabalhador segurado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), têm direito ao benefício quando ficam incapazes de trabalhar por mais de 15 dias consecutivos. Para dar entrada no pedido, é necessário se dirigir a uma agência da Previdência Social para o agendamento da perícia médica com os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, comprovantes da contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e exame médico emitido em até 30 dias, com a descrição do estado clínico aposentadoria por invalidez e o PIS/PASEP.

Quanto ao saque PIS/PASEP, a advogada destacou que os profissionais regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) têm o direito de sacar o valor depositado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) estendendo também esse direito aos dependentes. Acerca da aposentadoria por invalidez, a legislação garante o benefício quando o portador perde a capacidade de exercer a sua função ou quaisquer outras de modo definitivo após comprovação da perícia médica do INSS.

No que se refere aos direitos  tributários, Raisa Pontes esclarece que  o(a) portador(a) de câncer de mama tem direito a isenção do Imposto de Renda  na aposentadoria e na pensão, bem como  a isenção do Imposto sobre Produto  Industrializado (IPI) e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para aquisição de veículo.

Atenção aos planos de saúde

A advogada Lígia Freire, especialista em Direito da Saúde ressaltou os direitos dos pacientes com câncer em relação aos planos de saúde. Conforme observou, o(a) paciente portador(a) de câncer de mama tem direito a reconstrução mamária imediatamente após a retirada da mama com câncer, na mesma cirurgia, se houver condições clínicas, ou assim que apresentar os requisitos necessários ''incluindo a mama saudável, com o intuito de corrigir possíveis assimetrias''.

A advogada citou uma conquista recente, para aqueles que têm suspeita de câncer: a aprovação da Lei 13.896, de 30 de outubro 2019 que assegura aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com suspeita de câncer o direito à realização de exames no prazo máximo de 30 dias. ''Já a Lei 12.732/12 determina que o paciente do SUS diagnosticado com câncer tem o direito de se submeter ao primeiro tratamento no prazo de até 60 dias. Quando tiver seu direito negado, o portador deve entrar com uma ação para assegurar o cumprimento legal. Iclusive os pacientes com câncer têm prioridade na tramitação processual'', informou.

Passe livre

A advogada, Daniele Pimentel, que integra a Comissão da Mulher da OAB-CE, alertou que os portadores de mama encontram dificuldade no cumprimento de alguns benefícios, incluindo o passe livre que garante a pessoas com deficiência e comprovadamente carentes o acesso gratuito ao transporte coletivo.

''A partir do momento em que se é obrigado a colocar um direito por meio de uma lei, é porque já há uma dificuldade para o seu cumprimento. No Ceará,  tenho  recebido várias reclamações de desrespeito ao direito ao passe livre. As pessoas estão com dificuldade de fazer esse registro no Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará e receber a sua carteira. Por meio da comissão, vamos notificar o Sindiônibus para fazer valer o direito dessas pessoas'', adiantou.

A advogada citou o Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), que garante um salário mínimo mensal às pessoas com deficiência ou idosos com mais de 65 anos de idade que comprovem baixa renda. ''Pessoas em situação de vulnerabilidade podem recorrer a esse benefício, que possibilita essa garantia durante o período de tratamento ou no caso de uma invalidez permanente''.

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace), por meio da Célula de Qualificação dos Servidores, vai realizar, nesta terça-feira (26/10), às 16 horas, Webinar sobre o tema “Os Direitos dos Portadores de Câncer de Mama”. A apresentação será feita por Raisa Pontes, advogada, conciliadora e Mediadora, especialista em mediação de conflitos; Ricardo Madeiro, advogado e médico, presidente da Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil - secção Ceará (OAB/CE), especialista em Direito Médico e mestrando em Saúde Pública; e Ligia Freire, advogada, especialista em direito da saúde.

O evento, transmitido por meio da plataforma Zoom, é exclusivo para os servidores do Poder Legislativo. Para participar, os interessados devem realizar a inscrição por meio do link https://bit.ly/3aVLzrx.

De acordo com a coordenadora da Célula de Qualificação dos Servidores da Unipace e organizadora do evento, Norma David, os palestrantes convidados representam o Núcleo de Gestão e Mediação de Conflitos. "Eles irão dialogar com os servidores sobre os diretos que as pessoas com câncer de mama possuem", antecipa.

A coordenadora esclarece ainda que o próximo Webinar encerra a campanha Outubro Rosa de combate ao câncer de mama, desenvolvida pela Assembleia Legislativa. "Muitas vezes as pessoas não sabem sobre os direitos quanto a um atendimento qualificado ou uma prótese. Tudo será apresentado dentro dos critérios de previsão legal desses direitos", antecipa Norma David, convidando a todos os servidores a participar dessa exposição, inclusive trazendo questionamentos para enriquecer a discussão do tema.

Saiba mais

O Webinar é transmitido todas as terças-feiras ao vivo, por meio da plataforma Zoom. Os temas são diversificados e sugeridos pelos próprios servidores, com o objetivo de levar informação e manter a interação dos profissionais durante o período da pandemia da Covid-19.

Na última edição do Webinar, foi realizado o lançamento do Projeto "Governança Interativa" na Assembleia Legislativa do Ceará. O projeto foi apresentado pelo diretor legislativo da Casa, Fabrício Machado. 

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

O médico ginecologista Carlos Augusto Pereira, do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), da Assembléia Legislativa do Ceará, realizou, nesta quinta-feira (21/10), uma exposição sobre cuidados e medidas preventivas ao câncer de mama para as mulheres que fazem parte do projeto Bem-Me-Quero. A realização da palestra foi uma parceria com o Comitê de Responsabilidade Social da Casa, por meio da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania. A iniciativa foi coordenada pela master coach Viviane Vale, que integra o Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC). Também participou da reunião a primeira-dama da Alece, Cristiane Leitão.

O projeto busca desenvolver a autoestima e a inteligência emocional de mulheres egressas do sistema penal. O encontro foi realizado no Auditório do Anexo III da Assembleia (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque) e contou também com a presença da gestora do Núcleo de Psicologia do DSAS, Conceição Guerra Martins, que apresentou e disponibilizou às participantes do Bem-Me-Quero o plantão psicológico do setor.

Durante a exposição, que integra as atividades da campanha Outubro Rosa do Poder Legislativo, o médico destacou que durante todo o mês está se fazendo um alerta sobre a prevenção do câncer de mama em toda sociedade. "Há o envolvimento de um todo – médicos, sociedade civil e empresas – para que se proporcione às mulheres, principalmente, informações precisas de como elas podem evitar, diagnosticar e tratar o câncer de mama", afirmou.

Orientações

De acordo com Carlos Augusto Pereira, o câncer de mama é um dos tipos mais presente em todo o mundo, só tendo incidência inferior ao câncer de pele. "As mulheres são atingidas de maneira bem alarmante. Assim, há a necessidade que se faça uma política de prevenção e de diagnóstico precoce", defendeu. Com essas medidas, são reduzidos os custos de tratamento, sendo permitida a elevação do número de pessoas atendidas pelo sistema de saúde, conforme explicou o médico.

Dentre as medidas indicadas pelo profissional de saúde, foram apontadas a prática de hábitos saudáveis, como prática de exercícios físicos, boa alimentação, redução do consumo de álcool e cigarro, evitar obesidade e uso de medicamentos hormonais não prescritos por médicos. Ele também indicou como práticas que devem ser adotadas o autoexame periódico e a realização de mamografia anualmente.

Saiba mais

O Projeto Bem-Me-Quero, desenvolvido pelo do Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense, tem encontros voltados para o resgate da autoestima e promoção da ressocialização de mulheres em cumprimento de pena. A iniciativa é resultado de convênio firmado entre a Assembleia Legislativa do Ceará e o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).

Na reunião de hoje, Viviane Vale apresentou uma aula sobre comunicação, dentro da perspectiva da autoestima. "Uma das premissas deste projeto é também ajudar as participantes na forma de se comunicar. A gente tem todo um trabalho científico por trás disso. A comunicação nos dá empoderamento e pode mandar comandos para o cérebro e a gente usa todas as ferramentas do coach para ensinar a amar-se", afirmou.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

InícioAnt123456PróximoFim
Página 1 de 6

Temos 456 visitantes e 9 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500