Fortaleza, Quinta-feira, 02 Fevereiro 2023
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas Restaurativas, do Comitê de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Ceará, em parceria com o Centro de Mediação e Gestão de Conflitos, realizou reunião do Círculo de Diálogo, desta vez com o tema "Autocuidado", nesta quarta-feira (26/10). O evento fez parte de uma série de atividades relacionadas à prevenção e combate ao câncer de mama vinculadas à campanha Outubro Rosa, que promoveu diversas atividades na Casa.

O Círculo de Diálogo ocorreu na Sala de Práticas Sistêmicas, no Anexo III da Assembleia Legislativa do Ceará (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque). A mediação ficou por conta das psicólogas e facilitadoras Socorro Fagundes e Nara Guimarães.

Nara Guimarães, facilitadora da Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas Restaurativas, psicóloga e terapeuta sistêmica, destaca que o grupo já se reúne há mais de um ano para discutir vários temas, sendo alguns sugeridos pelas facilitadoras e outros trazidos pelos participantes. "Neste encontro, por conta do Outubro Rosa, vamos falar sobre a prevenção, com foco no autocuidado. No grupo, temos pessoas que já tiveram a doença e é muito importante esta troca de experiências e sabedorias", pontua.

Atuação multidisciplinar

Socorro Fagundes, facilitadora de justiça restaurativa, reforça a importância do trabalho multidisciplinar das células do Comitê de Responsabilidade Social da Alece. "Nós, do Centro de Mediação e Gestão de Conflitos, atuamos também sobre a questão das doenças, especialmente no lado psicológico. Sabemos que situações de estresse, por exemplo, podem acelerar processos que acarretem em doenças como o câncer", ressalta.

Socorro acrescenta que se a pessoa tem menos problemas a resolver, ela poderá encarar melhor situações trazidas pela doença. "Quando você está bem em seus relacionamentos, você está bem na vida", acentua.

O grupo do Círculo de Diálogo é aberto para todos os servidores da Assembleia e seus dependentes. Podem participar homens e mulheres. As reuniões são semanais, com temas variados, e acontecem todas as quartas-feiras. Servidores e servidoras interessados podem entrar em contato com a Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas.

PV

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

O Comitê de Responsabilidade Social da Alece realiza, nesta terça-feira (25/10), às 10 horas, no Comitê de Imprensa da Casa (ao lado da recepção da sede), a roda de conversa Outubro Rosa Choque.

O momento é destinado para servidores e dependentes e tem como foco informações sobre o câncer de mama e o Outubro Rosa, assim como reflexão e partilha sobre empoderamento feminino.

A realização é da Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas Restaurativas em parceria com a Célula de Articulação e Fomento à Cidadania, ambas do Comitê, assim como com o Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense e a Associação dos Servidores da Alece (Assalce). 

Círculo de Dialogo tratará do autocuidado

A Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas Restaurativas, em parceria com o Centro de Mediação e Gestão de Conflitos, vão realizar, nesta quarta-feira (26/10), às 15 horas, o Círculo de Diálogo sob o tema "Autocuidado". O evento será realizado na Sala de Práticas Sistêmicas, 3º andar do Anexo III da Assembleia Legislativa do Ceará (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque).

A ação, que faz parte das atividades vinculadas ao "Outubro Rosa", marcado por atividades relacionadas à prevenção e ao combate ao câncer de mama, é aberta a servidoras e servidores e será desenvolvida dentro do Grupo de Exercícios Sistêmicos, formado há um ano, que se reúne semanalmente, às quartas-feiras.

De acordo com a facilitadora da Célula de Saúde Mental e Práticas Sistêmicas do Comitê de Responsabilidade Social, psicóloga e terapeuta sistêmica Nara Guimarães, o grupo é aberto à participação de todos os funcionários, funcionárias e dependentes da Alece.

Público misto

"Em alusão ao Outubro Rosa, teremos essa atividade, com a Célula de Mediação de Conflitos. Iremos realizar conjuntamente este Círculo de Diálogo. Também teremos a facilitadora a doutora Socorro Fagundes, que trará o diálogo sobre a prevenção, e a importância do autocuidado em nossas vidas", acentua Nara Guimarães.

A facilitadora explica que o grupo é misto, formado de homens e mulheres. "Nesta participação especial, continuaremos abertos ao gênero masculino, mas dentro da perspectiva do Outubro Rosa, que visa a maior participação do público feminino. Mas é importante a presença do masculino para voltar a atenção ao autocuidado", explica.

JS, com Assessoria de Imprensa do Comitê de Responsabilidade Social da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801   

O Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) realizou, nesta quinta-feira (20/10), roda de conversa relativa ao Outubro Rosa, com o tema “A convivência com as sequelas do câncer de mama nas mulheres mastectomizadas”. O evento foi realizado no auditório do DSAS, no 3º andar do Anexo III (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque).

A atividade contou com presença da Associação das Mulheres Mastectomizadas Rosa Viva, Associação das Mulheres Mastectomizadas Nossa Casa, Mulheres Vitoriosas em Ação e Centro Socorro Abreu de apoio à mulher.

O diretor do DSAS, Luis Edson Sales, ressaltou o valor dos eventos didáticos realizados pelo Departamento, em referência à prevenção do câncer de mama e de útero. “O câncer de mama, por exemplo, atinge o órgão mais representativo da mulher. A sua retirada gera uma forte carga emocional e afeta sua auto-estima. Informações valiosas estão sendo transmitidas aqui por meio de pessoas competentes no assunto”, explicou.

A primeira-dama da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), Cristiane Leitão, ponderou que o câncer de mama é uma doença que traz muita dor. “Não só para a vítima, mas para toda a família, também. Felizmente, em diversos casos, Deus age trazendo a cura e, então, vencemos”, avaliou.

A primeira-dama também afirmou que, muitas vezes, o câncer acontece devido a problemas emocionais. “Por vezes, a mulher internaliza conflitos de relacionamento, e isso a longo prazo gera o câncer. Daí a importância do olhar sistêmico”, pontuou.

A ação foi do DSAS, por mei da Célula de Assistência Social e do Comitê de Responsabilidade Social da Alece, através da Célula de Articulação e Fomento à Cidadania. São responsáveis Edinira Borges, orientadora da Célula de Assistência Social, a assistente social Káthya Gomes, do Comitê de Responsabilidade Social, e a coordenadora do Movimento Outubro Rosa Ceará, Valéria Mendonça.

Da Assessoria do DSAS, com Núcleo de Comunicação Interna da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

 

O Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) e o Comitê de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Ceará, por meio das Células Médica e de Saúde e Segurança do Trabalho, realizaram, nesta quinta-feira (20/10), no auditório do DSAS, no anexo III (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque), palestras alusivas ao Outubro Rosa para servidores e servidoras da Alece, bem como para dependentes.

O objetivo é alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, também, sobre o câncer de colo de útero. O primeiro palestrante, médico mastologista Elvis Lopes Barbosa, tratou do tema “Prevenção personalizada do câncer de mama”. Elvis é mastologista do DSAS, coordenador da Residência de Mastologia do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e membro da Comissão de Oncoplastia da Sociedade Brasileira de Mastologia.

Em sua exposição, ele destacou como fundamental para as mulheres, na prevenção do câncer de mama, realizar mamografia pelo menos uma vez por ano, a partir dos 40 anos. "Este é o único exame que isoladamente reduz a mortalidade do câncer em até 30%. No Brasil, precisamos investir mais neste tipo de informação, porque apenas 17% das mulheres em idade de rastreamento conseguem realizar a mamografia", apontou. Elvis Lopes Barbosa salientou que com a campanha do Outubro Rosa, aumentou em 30% a procura e realização de exames.

O papel da nutrição

A segunda palestra ficou a cargo das nutricionistas Gisele Pacheco e Bruna Campos, profissionais que atuam no Departamento. Gisele Pacheco é Orientadora da Célula de Nutrição do DSAS, especialista em Nutrição Clínica e em fitoterapia clínica e suplementos esportivos, enquanto Bruna Campos atua na área clínica e esportiva. Elas trataram do tema “Alimentação x Câncer - Mitos e Verdades”.

Gisele Pacheco observou que a nutrição tem importância preponderante na prevenção do câncer. Durante a intervenção, respondeu a questões que são comuns em consultórios, relativas ao uso de aparelhos micro-ondas no aquecimento de alimentos. Conforme explicou, o problema na utilização do aparelho está no tipo de recipiente utilizado ao levar o alimento para aquecer. A nutricionista orientou no sentido do uso de objetos de vidro ou porcelanato, que são inertes ao calor, enquanto depósitos de plástico e similares podem emitir substâncias tóxicas quando aquecidos. Ela também pontuou que a dieta adequada para cada paciente pós câncer deve ser individualizada, "de acordo com a sintomática de cada um(a)".

Bruna Campos também abordou a temática "mitos e verdades" na alimentação saudável. Segundo ela, é preciso haver a ingestão de nutrientes compatíveis com a vida saudável. "As pessoas devem procurar se alimentar com alimentos não industrializados. Também devem ser evitadas comidas muito calóricas, como sanduíches, pizzas e biscoitos, priorizando alimentos mais naturais", asseverou.

O médico Joaquim Garcia, orientador da Célula de Saúde e Segurança do Trabalho do Comitê de Responsabilidade Social, articulador desta ação, destacou a importância do evento. “O câncer de mama é o tipo que mais acomete as mulheres no país, atrás apenas dos tumores de pele do tipo não-melanoma. Por isso, buscamos alertar principalmente as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, visto que, quando descoberto na forma inicial, o índice de cura é bastante alto”, acentuou.

O Outubro Rosa prossegue nesta quinta-feira (20/10), às 14 horas, com roda de conversa sobre o tema "A convivência com as sequelas do câncer de mama nas mulheres mastectomizadas, também no auditório do DSAS. A atividade contará com presença da Associação das Mulheres Mastectomizadas Rosa Viva, Associação das Mulheres Mastectomizadas Nossa Casa, Mulheres Vitoriosas em Ação e Centro Socorro Abreu de apoio à mulher.

JS, com assessorias de imprensa do Comitê de Responsabilidade Social e DSAS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

A Assembleia Legislativa do Ceará lança, nesta quarta-feira (19/10), campanha de doação de lenços para pessoas em tratamento do câncer dentro da programação do Outubro Rosa. A mobilização segue até o dia 18 de novembro. A iniciativa do Comitê de Responsabilidade Social da Alece conta com a parceria de diversas instituições que terão pontos de arrecadação de lenços. Na Alece, os locais de doação serão as recepções do prédio sede, dos Anexos II e III e da Procuradoria da Mulher.

Entre as organizações parceiras estão, por exemplo, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE), Shopping RioMar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, por meio do Departamento de Assistência Médica e Psicossocial, Associação dos Servidores da Alece (Assalce), Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC), Universidade de Fortaleza (Unifor) e Organização Farias Brito.

Após o período de arrecadação na Alece e nos pontos organizados pelos parceiros da campanha, os lenços serão doados para instituições que atuam de forma comprometida e sensível com as pessoas em tratamento do câncer e que poderão usufruir dos acessórios em suas rotinas.

Cristiane Leitão, primeira-dama da Alece e líder do Comitê de Responsabilidade Social da Casa, comenta que o Outubro Rosa é um marco para a sensibilização sobre o câncer de mama, a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento. Segundo ela, a campanha da Alece e dos parceiros quer mobilizar a população para a doação de lenços que serão destinados à instituições, uma forma de contribuir com o trabalho de acolhida às pessoas em tratamento e com o trabalho de organizações que atuam de forma sensível e responsável.

“Sabemos que a autoestima pode ser afetada ao longo do tratamento e os lenços, assim como um acompanhamento emocional e o apoio da família e amigos, são estratégias para que essas pessoas se sintam parte, abraçadas, vistas em sua integralidade”, avaliou. “Contamos com a participação de todos para que essa campanha seja um sucesso e possa fazer a diferença na vida das pessoas em tratamento”, convidou Cristiane Leitão.

Luana Brasileiro, coordenadora do Comitê, comenta que a ação, assim como todas as iniciativas da Alece, dialoga com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, que atuam em áreas como saúde, bem-estar, educação, clima, entre outros. “O Outubro Rosa é um momento de destaque para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, mas sabemos que a sensibilização para o tema precisa ser contínua”, disse.

Sobre o Outubro Rosa

O presidente da Alece, deputado Evandro Leitão (PDT), considera “de extrema importância a mobilização de toda a sociedade nas ações de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama, por meio de exames periódicos”. Ele ressalta que o Poder Legislativo tem cada vez mais contado com o engajamento de seus servidores e parlamentares nas atividades alusivas ao Outubro Rosa, por meio das células e dos núcleos do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) e do Comitê de Responsabilidade Social.

“Quando intensificamos a divulgação de informações corretas acerca do tema para a população, estamos cumprindo o compromisso social em defesa da vida, de saúde para todos. É um exercício de cidadania e de empatia com o próximo. Portanto, vamos juntos apoiar essa ideia, não apenas no Outubro Rosa, mas em nosso cotidiano. Previnam-se!", destacou.

Da Assessoria de Imprensa do Comitê de Responsabilidade Social, com Núcleo de Comunicação Interna da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

Página 1 de 7

Temos 394 visitantes e 32 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

EVENTOS / DESTAQUES

QR Code

Portal do Servidor - Mostrando itens por tag: Outubro Rosa - QR Code Friendly



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500