Fortaleza, Sexta-feira, 21 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Lançado pela plataforma de streaming Netflix no último dia 13 de janeiro, o filme indiano Tigre Branco (The White Tiger) é apontado como um dos possíveis indicados às premiações nesta temporada, dentre elas o Oscar, repetindo o feito do sul-coreano Parasita, que arrebatou a estatueta da Academia de Hollywood em 2020.

Talvez um raio não caia duas vezes no mesmo lugar. Mas talvez isso possa acontecer por dois motivos. O primeiro é que a produção, dirigida por Ramin Bahrani, conhecido por seus trabalhos em 99 Casas (2014) e Fahrenheit 451 (2018), realmente possui qualidade para prender o público na cadeira até o final. O segundo motivo é que boa parte das cenas são faladas na língua nativa dos patrocinadores da premiação.

Apesar de tratar de um tema denso, que é a desigualdade social acentuada na Índia, agravada com a divisão milenar de castas que procurem dar uma roupagem espiritual na discriminação e preconceitos entre etnias, a trama não carrega todo este peso. Ela conta a história de Balram, jovem nascido em um vilarejo miserável, longe das grandes cidades, mas profundamente ambicioso. Como o tigre branco, que só apresenta um exemplar nessa coloração a cada geração, conforme narra o filme.

Sagaz e esperto desde criança e considerado um prodígio na escola por sua capacidade de ler na língua inglesa, Balram percebe que para ascender na pirâmide social e se aproximar da classe mais abastada, é necessário ter alguma habilidade a oferecer. Assim, ludibria a matriarca de sua família, a avó, fazendo-a custear aulas de volante até a habilitação, para em seguida se oferecer como motorista da família de ricos que controlam o território onde está a sua favela natal.

Mesmo vivendo em uma sociedade quase feudal, Balram mantém sua ambição de mudar de vida. Segundo ele, os ricos só continuam prosperando na Índia porque têm o "melhor" sistema democrático do mundo: os mais necessitados se conformam com a inferioridade, presos como se fossem galinhas em um galinheiro, apenas esperando o momento do abate.

Sempre aos olhos do jovem motorista, a exposição da narrativa faz um estudo da desigualdade social indiana e de como o sistema viciado e corrupto do Estado (e dos milionários) prende a classe mais necessitada em um ciclo de pobreza sem fim. Apesar que oportunidades estejam surgindo para os povos marrom e amarelo - na visão de Balram, a hegemonia dos brancos está sucumbindo, e o futuro está nas mãos da Índia e da China - o poder ainda é centralizado nas mãos de quem tem dinheiro.

O drama que conta a trajetória do “tigre branco” até o topo da cadeia alimentar é uma adaptação do livro homônimo escrito por Aravind Adiga em 2008. O filme já começa bem e traz ensinamentos e reflexões sobre a cultura indiana, incluindo o grande número de deuses que possuem. O protagonista vai trazendo diversas críticas sobre seu país e conecta a história de sua vida com a da Índia. O filme prende, entretém e provoca o espectador.

JS

Núcleo de Comunicação Interna da AL
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: 85.3257.3032
WhatsApp: 85.99147.6829

 

Publicado em Agenda Cultural

Se você gosta de dramas de qualidade, há duas boas atrações disponíveis no catálogo da Netflix: trata-se de “Os 7 de Chicago”, de Aaron Sorkin, e “Pieces of a Woman”, de Kornél Mundruczó. São dois destaques da atual temporada nos Estados Unidos, acumulando prêmios e indicações variadas – além de possíveis candidatos a premiações como Oscar e Globo de Ouro.

“Os 7 de Chicago” é baseado em fatos reais. No ano de 1968, grupos contrários à Guerra do Vietnã se reuniram em um grande protesto em Chicago, local em que acontecia a Convenção Nacional Democrata - evento que anunciou a candidatura de Hubert H. Humphrey à Presidência da República. As coisas saíram do controle, houve tumulto e chegou-se à conclusão de que alguém tinha que pagar por isso. A decisão do governo foi acusar um seleto grupo de pessoas de conspiração em um julgamento que entrou para a história do país.

O filme tem como grandes qualidades a direção e o roteiro de Aaron Sorkin, cuja carreira inclui dramas já indicados ao Oscar de melhor filme, como Questão de Honra (1992) e A Rede Social (2010), bem como um grande elenco em que se destacam nomes como Sacha Baron Cohen, Eddie Redmayne, Mark Rylance e Frank Langella. A discussão sobre um julgamento em que os aspectos políticos pesam mais que os jurídicos toma conta da narrativa e dialoga com o atual cenário mundial. O filme é cotado para diversas indicações em categorias como melhor filme, diretor e ator coadjuvante.

Tragédia familiar

Já “Pieces of a Woman” tem foco maior nas relações familiares. A história de Martha (Vanessa Kirby) e Sean Carson (Shia LaBeouf) é um drama contundente sobre um casal em busca de lidar com as consequências de uma tragédia que afeta o relacionamento conjugal.

Também inspirado em uma história real, o filme tem como destaque as atuações de Vanessa Kirby e da veterana Ellen Burstyn como a mãe da protagonista. Ambas são cotadas como candidatas a premiações nas categorias de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante na atual temporada.

SC

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

 

 

Publicado em Agenda Cultural

Após exibir o “10º Cinefantasy - Festival Internacional de Cinema Fantástico” em sua faixa de programação no Imprensa Cine Drive-iN, o Cineteatro São Luiz coloca em cartaz os filmes “A Primeira Noite de um Homem” e “La La Land”, ambos vencedores do Oscar na categoria melhor direção. Ao todo, as quatro sessões começam nesta quinta-feira (24/09) e finalizam no dia 1º de outubro.

O Imprensa Cine Drive-iN está localizado no Imprensa Food Square (entrada pela Rua Barbosa de Freitas, 2222) e os ingressos para as sessões podem ser adquiridos através do site da Sympla (link direto de cada filme em: https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/imprensa-cine-drive-in).

Na trama de "La La Land", do cineasta Damien Chazelle, ao chegar em Los Angeles, o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso. Além do prêmio de melhor diretor, conquistou outras cinco estatuetas, dentre elas a de melhor atriz (Emma Stone).

Considerado um clássico, "A Primeira Noite de um Homem", do diretor Mike Nichols, é um dos principais filmes da década de 1960. Após se formar na faculdade, Benjamin Braddock (Dustin Hoffman) retorna para casa. Indeciso quanto ao seu futuro, ele acaba sendo seduzido pela Sra. Robinson (Anne Bancroft), uma amiga de seus pais. A relação se complica ainda mais quando o rapaz se vê forçado pelos pais a ter um encontro com a filha dela, Elaine (Katharine Ross). Vencedor do Oscar na categoria melhor direção, "A Primeira Noite de um Homem" teve outras seis indicações, incluindo a de melhor filme.

Serviço: La La Land. Direção: Damien Chazelle| Comédia Musical, Romance | EUA | 2017 | 2h08 | Legendado | Livre. Sessões nos dias 24 de setembro (quinta-feira), às 21h30min, e 30 de setembro (quarta-feira), às 19 horas.

A Primeira Noite de Um Homem. Direção: Mike Nichols | Comédia Dramática | EUA | 1968 | 1h42 | Legendado | 14 anos. Sessões nos dias 30 de setembro (quarta-feira), às  21h40min e 1º de outubro (quinta-feira), às 19 horas.

Entrada de terça-feira à quinta-feira: R$ 40,00* (por veículo; máximo de ocupação 4 passageiros) | Entrada de sexta-feira à domingo: R$ 60,00* (por veículo; máximo de ocupação 4 passageiros).

SC, com informações do Cineteatro São Luiz

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

 

 

Publicado em Agenda Cultural

O Cineteatro São Luiz exibe, nesta quinta-feira (24/09), a partir das 20 horas, por meio dos seus canais virtuais, o documentário "Padre Ibiapina, o missionário". A obra, produzida pelo Núcleo de Documentários da TV Assembleia, encerra a programação on-line da Semana do Audiovisual Cearense, iniciativa do Cineteatro São Luiz.

Em "Padre Ibiapina, o missionário", é apresentado o perfil de José Antônio de Maria Ibiapina. Nascido em Sobral, em 1806, e falecido na Paraíba, em 1883, ele foi professor, deputado, advogado e juiz de direito antes de se tornar missionário.

José Antônio Ibiapina abandonou a vida civil aos 47 anos para se tornar padre. Ele peregrinou pelos sertões do Nordeste brasileiro, evangelizando e promovendo obras de ação social e educação. Durante as missões, construiu açudes, cemitérios, capelas, igrejas e casas de caridade.

Sobre a produção

Para produzir o documentário, a equipe da TV Assembleia viajou a Sobral, terra do religioso, e Crato, cidade onde Padre Ibiapina construiu a Casa da Caridade, considerada uma das mais bem estruturadas do Nordeste. A equipe esteve também no sítio Santa Fé, na Paraíba, última morada do padre.

A antropóloga Luitgarde Cavalcanti, professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e uma das estudiosas dos movimentos religiosos ocorridos no Nordeste brasileiro no século XIX, é uma das participantes do programa. Outro entrevistado é o juiz Flávio Morais, do Crato, admirador de padre Ibiapina e autor de livros sobre o missionário.

Com 46 minutos de duração, o documentário foi produzido e roteirizado pela jornalista Ana Célia de Oliveira; as imagens são dos cinegrafistas Salomão Costa, Marcelo Alves, Fabiano Moreira e Cristiano Freitas; a montagem é de Daniel Cardoso e a direção geral é da coordenadora do Núcleo de Documentários da TV Assembleia, Angela Gurgel.

A transmissão on-line acontece no site do Cineteatro São Luiz e em seu canal no Youtube.

Semana do Audiovisual Cearense

Iniciativa do Cineteatro São Luiz, em parceria com o Núcleo de Documentários da TV Assembleia, o projeto Semana do Audiovisual Cearense tem apresentado, de forma on-line, desde o mês de agosto, oito documentários da emissora, sempre às quintas-feiras.

Em agosto, foram disponibilizados os documentários "Haroldo Serra - Um homem chamado teatro"; "Rodolpho Teóphilo - o Legado de um Pioneiro"; "Luz, Câmera e Barreto - Luiz Carlos Barreto" e "O Ballet de Hugo Bianchi".

Já em setembro, foram apresentadas até agora as produções "Humberto Teixeira - Vida e Música"; "Emiliano Queiroz - O ator em sua essência" e "As Histórias de Quintino Cunha".

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

Publicado em Agenda Cultural

Os índices da pandemia da Covid-19 tiveram uma queda significativa no Ceará. Mas isso não significa que já podemos nos descuidar. As orientações das autoridades sanitárias indicam que o isolamento social deve continuar, tanto quanto possível, para que uma nova onda de contaminação não venha a acontecer.

Mas ficar em casa no final de semana não precisa necessariamente se deixar abater pela monotonia. Artistas nacionais, de todos os gêneros musicais prepararam lives especialmente para você que se previne e tem empatia pelos seus próximos. As apresentações deste formato no final de semana trazem atrações de gêneros variados, incluindo os cantores Jorge Aragão e Seu Jorge.

A atual onda de lives, como ficaram conhecidas as transmissões ao vivo, impulsionou o consumo de um formato de vídeo que até a pandemia era utilizado apenas em situações especiais. Também vale salientar que boa música é uma diversão quase imprescindível para devolver a corações e mentes um pouco de paz, alegria e contentamento. Veja quais são as lives que estão disponíveis neste final de semana:

Lives do dia 14/08 (sexta-feira)

Péricles Cavalcanti – 19h (YouTube)

Sandro DJ – 20h (YouTube)

DJ Marcio Fernandes – 20h (YouTube)

Alexandre Leão – 21h (YouTube)

Best Coast – 22h (Site oficial)

TigersJaw – 22h (Site oficial)

Teresa Cristina – 22h (Instagram)

 

Lives do dia 15/08 (sábado)

Nego Alvaro – 14h30 (YouTube)

Jorge Aragão – 15h (YouTube)

Banda Reite – 16h (YouTube)

Seu Jorge em tributo a David Bowie – 16h (Site oficial)

Alcione – 18h (Site oficial)

Banda Líbanos – 19h (YouTube)

Dudu Nobre – 19h (YouTube)

Sandro DJ – 20h (YouTube)

Dan Santos – 21h (Facebook)

Teresa Cristina – 22h (Instagram)

 

Lives do dia 16/08 (domingo)

DJ Marcio Fernandes – 12h (YouTube)

Bruna Fulô – 14h (YouTube)

Linnoy e Leozinho – 15h (YouTube)

Márcia Fernanda – 17h (YouTube)

Ceumar – 19h (YouTube)

Sandro DJ – 20h (YouTube)

Teresa Cristina – 22h (Instagram)

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Whatsapp: 85.99147.6829

Publicado em Agenda Cultural
InícioAnt123PróximoFim
Página 1 de 3

Temos 2187 visitantes e 16 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500