Fortaleza, Terça-feira, 18 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A partir desta terça-feira (11/01), a TV Assembleia (canal 31.1) passará a veicular diariamente, em sua grade de programação, o esquete "Para Tudo, Uma Poesia". O objetivo é difundir a produção poética de  autores e autoras cearenses.

Para o diretor da TV Assembleia, Arnaldo Santos, o projeto traz humanização e inclusão para a programação. “Está muito bonito. É um programa muito sensível que busca humanizar a programação. O programa tem uma característica social muito importante, porque ele é inclusivo. Nós vamos pesquisando as minorias, pessoas com deficiência, que produzem poesias porque são muitos poetas nessa área”, pontua.

O projeto foi produzido pelo poeta e escritor Gylmar Chaves e trará a cada semana um poema declamado pelos próprios autores e autoras, ou convidados e convidadas, principalmente dos que necessitam de direitos sociais mais básicos, escolhidos através de pesquisa e/ou indicações.

"A TV Assembleia, ao priorizar em sua programação o patrimônio poético cearense, reafirma a potência criativa e criadora de nossa gente transbordando de saudades, lembranças, costumes, amores, paisagens e urbanidades'', destaca Gylmar Chaves.

Ele lembra que a poesia está presente na alma do cearense e dos nordestinos de um modo geral. “A musicalidade da linguagem, o espírito aventureiro, o jeito meio moleque de encarar as adversidades se revelam através de versos carregados de lirismo e de afetos”.

A esquete "Para Tudo, Uma Poesia" terá seis inserções por dia ao longo da programação da TV Assembleia.

Da Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99717.1801

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

 

A TV Assembleia (canal 31.1), com a chegada do recesso parlamentar e a suspensão das transmissões das sessões plenárias e audiências públicas, faz algumas adaptações na sua grade de programação.

Os dois telejornais da emissora - Primeiro Expediente e Jornal Assembleia - que vão ao ar pela manhã, das 8h30min às 9 horas, e à noite, das 18h50min às 19h20min, não sofrerão mudanças. A exibição será normal, de segunda a sexta-feira.

O programa Plenário Esportivo também será exibido sem alteração no período natalino e durante o mês de janeiro.

Já o Identidade Cultural apresenta um inédito neste ano, no primeiro dia do ano de 2022, em que exibe o show "Futuro e Memória 2". Depois retoma novas atrações somente em fevereiro. Ao longo de janeiro, serão reprisados os melhores programas.

O programa Questão de Ordem também apresenta a partir de terça-feira (28/12) até o final de janeiro de 2022, reprises, às 19h20min. Os programas inéditos retornam em fevereiro.

No horário das transmissões das sessões plenárias, serão exibidas reprises das sessões solenes, dos programas e documentários produzidos pela TV.

Da Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99717.1801

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Com o trabalho “Reportagens especiais - Mediação Comunitária”, a equipe de jornalismo da TV Assembleia, coordenada pela jornalista Suely Frota, conquistou o segundo lugar no 3º Prêmio MPCE de Jornalismo, na categoria Telejornalismo. Nesta edição, 74 jornalistas, repórteres cinematográficos, repórteres fotográficos e equipe de apoio participaram do concurso. Ao todo, 17 veículos de comunicação de todo Ceará estiveram representados no certame. O resultado foi anunciado nesta quinta-feira (16/12), na sede do Ministério Público Estadual.

Foram concedidos prêmio em dinheiro e certificados aos profissionais responsáveis pelos trabalhos mais bem avaliados, até os terceiros colocados,  pelos jurados, nas categorias Impresso/Web, Telejornalismo, Radiojornalismo e Fotojornalismo.

O repórter Thiago Norões, da equipe agraciada da TV Assembleia, considera que o sentimento que lhe tomou foi o de dever cumprido. "É um trabalho sério e de qualidade que a gente vem fazendo nesta emissora, que vem agora sendo reconhecido por entidades importantes como o Ministério Público Estadual", afirmou.

Ele lembra que nas três edições deste prêmio, a TV Assembleia conquistou o terceiro lugar em 2019, o primeiro lugar em 2020 e agora este ano chega ao segundo lugar. "É muito gratificante ter esse trabalho reconhecido, mas o mais importante e ter a oportunidade de levar ao conhecimento dos telespectadores os serviços prestados pelos núcleos de mediação comunitária do Ministério Público Estadual. São 13 núcleos aqui em Fortaleza, Região Metropolitana e Interior do Estado", elenca.

O repórter agraciado frisa ainda que estes núcleos têm evitado que conflitos sociais acabem no Judiciário. "Por meio dessa mediação comunitária, problemas que fatalmente iriam para a judicialização, como questões entre vizinhos ou entre familiares, são resolvidos forma rápida e na maioria das vezes pacificamente, com o auxílio dos mediadores que fazem um trabalho fantástico", assevera.

Conheça os vencedores do 3º Prêmio de Jornalismo MPCE

Categoria: Telejornalismo  

1º lugar  

Trabalho: Série: “Nós existimos”  

Veículo: TV Fortaleza  

Autoras: Amanda Nogueira e Daniele Campos  

2º lugar  

Trabalho: “Reportagens especiais Mediação Comunitária”   

Veículo: TV Assembleia  

Autora: Suely Frota Bezerra  

3º lugar  

Trabalho: “MP cobra mapeamento de abrigos no Cariri”   

Veículo: TV Verdes Mares Cariri  

Autores: Edison Aparecido de Freitas, Elmo de Goes Ferreira, Francisca Claudiana Pinho Mourato, Paulo Henrique Rodrigues de Souza e Sebastião Gondim Barreto Júnior  

Categoria: Jornalismo Impresso/WEB  

1º lugar  

Trabalho: “Da compra de atestado à fraude de documento: o impacto da ética na vacinação contra a Covid-19″ . 

Veículo: Diário do Nordeste  

Autor: Nicolas Paulino Pinto Menezes  

2º lugar  

Trabalho: “Um ano após o motim da Polícia Militar do Ceará: cenários e responsabilizações”  

Veículo: Diário do Nordeste  

Autor: Carlos Eduardo Pereira Freitas  

3º lugar  

Trabalho: “A Luta do MPCE pela ampliação nos abrigos públicos de idosos em Fortaleza”  

Veículo: A Notícia do Ceará  

Autor: Rodrigo Gonçalves de Almeida  

Categoria: Radiojornalismo  

1º lugar  

Trabalho: Série “Exposed Fortal”  

Veículo: Rádio Verdes Mares  

Autora: Emanoela Campelo de Melo  

2º lugar  

Trabalho: “Fura-filas da vacina: No Ceará, Ministério Público coloca espertalhões na fila da justiça”  

Veículo: Jangadeiro Band News  

Autores: Karla Mikaela Gonçalves Lima, Lôrrane Suely Rodrigues Mendonça, Maria Liduína Saraiva Moreira e Francisco Rômulo Sousa Magalhães  

3º lugar  

Trabalho: Série “Eu sou o alvo – a trajetória de defensores dos direitos humanos”  

Veículo: FM Dom Bosco  

Autoras: Jocasta Pimentel Araújo e Roberta Rocha de Sousa Farias  

Categoria: Fotojornalismo  

1º lugar  

Trabalho: “Despejos”  

Veículo: Jornal O Povo  

Autor: Francisco Sampaio Fontinele  

2º lugar  

Trabalho: “Consequências da pandemia”  

Veículo: Jornal O Povo  

Autor: Fábio Procópio de Lima  

3º lugar  

Trabalho: “Condutas apuradas”  

Veículo: Jornal Diário do Nordeste  

Autor: Raimundo Nonato Duarte Rodrigues

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032         

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Assembleia Legislativa do Ceará tem 13 trabalhos concorrendo à 14ª edição do Prêmio Gandhi de Comunicação, pertencentes aos veículos que integram a Coordenadoria de Comunicação Social do Poder. Na categoria Radiojornalismo, a Rádio FM Assembleia 96,7 tem oito produções na disputa. Em Telejornalismo, a TV Assembleia tem três trabalhos inscritos. Já o Núcleo de Comunicação Interna da Casa concorre na categoria Comunicação Interna com dois trabalhos. Os dados são do balanço apresentado pelo Prêmio nesta terça-feira (16/11).

Com inscrições encerradas no dia 10 de novembro, o Prêmio Gandhi de Comunicação recebeu 152 inscrições. Agora é o momento de eleger os vencedores, segundo avaliação dos jurados, dentre tantos trabalhos que abordam a cultura de paz e divulgam ações do desenvolvimento humano como instrumento da harmonia social. Os detalhes da premiação serão divulgados em breve.

Na categoria Radiojornalismo, concorrem 12 trabalhos, sendo oito da Rádio FM Assembleia, dois da Rádio Verdes Mares, um da Rádio Jovem Pan News Fortaleza e um da Rádio Assunção FM.

Telejornalismo soma 18 inscrições. Além dos três trabalhos da TV Assembleia, concorrem seis da TV Verdes Mares, três da TV Diário, dois da TV Ceará, dois da TV Otimista e dois da TV Fortaleza.

A categoria de Comunicação Interna recebeu 12 trabalhos, sendo dois do Núcleo de Comunicação Interna da Assembleia, três da Escola de Saúde Pública do Ceará, um da Fiec, um do Conselho Regional Corretores de Imóveis, um da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, um do Tribunal de Justiça do Ceará, um da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, um do Centro Cultural Bom Jardim e um do Énois.

Outras categorias

Nas demais categorias profissionais, fotojornalismo recebeu 19 trabalhos, sendo seis do Jornal Diário do Nordeste, seis do Jornal O Povo; três da Defensoria Pública do Estado do Ceará, dois da Secretaria de Saúde do Ceará, um do Jornal El País (SP) e um do Centro Cultural Bom Jardim.

Jornalismo impresso atraiu 18 inscritos, com 12 do Jornal O Povo, três do Diário do Nordeste, dois do Jornal El País (SP) e um do Jornal do Comércio.

A categoria Produtor de Conteúdo cresce a cada ano, comprovando o reconhecimento do prêmio país afora. Foram 48 inscrições este ano, incluindo Fortaleza, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Nas categorias para estudante, a edição deste ano recebeu nove inscrições de Trabalho de Conclusão de Curso: Unifor, UFC, UFCA, UNI7, Faculdade Cearense e UNI7; além de 13 de Mídia Eletrônica, sendo sete da UFC, três da Unifor e três da UNI7. E mais três de mídia impressa, sendo uma da UFC, uma da UNI7 e uma da Unifor.

Instrumento para divulgação de boas notícias

Para a coordenadora de comunicação do prêmio, jornalista Angela Marinho, o número surpreendeu a comissão. “Estamos comemorando 152 inscrições da edição deste ano. Quase batemos um novo recorde. Em tempos tão difíceis, o Prêmio Gandhi se fortalece como um importante instrumento de comunicação das boas notícias, e isso nos mostra que a resistência à informação negativa é o melhor caminho para a paz e uma convivência social de respeito pelo outro”, compartilha.

Os vencedores receberão valores, um troféu por categoria e certificado de participação. A premiação totaliza R$ 30 mil. Os vencedores das categorias profissionais receberão R$ 4 mil cada e os vencedores das categorias para estudante receberão R$ 2 mil cada. São seis categorias para profissionais, e três para estudantes.

SC, com Agência da Boa Notícia

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A TV Assembleia, emissora oficial da Assembleia Legislativa do Ceará, venceu o prêmio NHR Brasil de Jornalismo de 2021 na categoria Reportagem em Telejornalismo, com a produção “Hanseníase - Endemia presente, preconceito também”. A equipe também ficou entre os três finalistas do prêmio na categoria especial com a produção “Doença de Chagas: um século de negligência”. Os dois trabalhos foram desenvolvidos pelo grupo formado por Suely Frota (produção), Cibele Couto (reportagens e edição de texto), Daniel Cardoso Teixeira (artes e drone), José Ribamar Júnior (edição de imagens), Reginaldo Silva (imagens) e Félix Magalhães (transporte).

Os vencedores foram anunciados nesta segunda-feira (25/10), durante a abertura virtual do 1º Congresso Digital da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - MedTrop Play 2021.

O gerente geral da TV Assembleia, Arnaldo Santos, avalia que ao ganhar mais um prêmio nacional de telejornalismo, com uma série de reportagens especiais, sobre hanseníase e doenças tropicais, a emissora confirma "o grande compromisso que a equipe tem com os temas abordados para levar ao conhecimento público". Para ele, também é destacado o conhecimento e a sensibilidade jornalística de toda a equipe.

"Não poderia, neste instante, deixar de cumprimentar a todos integrantes da TV Assembleia, na pessoa da jornalista Suely Frota, que é a coordenadora do telejornalismo, por mais esse prêmio que engrandece não só a TV Assembleia, mas engrandece o jornalismo do Estado do Ceará. O mérito é dessa equipe que integra os quadros da emissora. Mas ao ganhar um prêmio nacional, são confirmados o cuidado e o talento dos jornalistas cearenses na abordagem dos temas e do tratamento da boa informação" explica Arnaldo Santos.

A repórter e editora de textos Cibele Couto destaca que é a segunda vez que a TV Assembleia vence uma premiação nacional de jornalismo. "Esse prêmio foi muito especial porque fomos finalistas em duas categorias, concorrendo com emissoras de todo o país. São trabalhos feitos com muito profissionalismo, com grande variedade de fontes e especialistas, de personagens contando suas histórias e muitas informações sobre o tratamento, mostrando a importância do combate às doenças", avalia.

Para o editor de imagens José Ribamar Junior, o anúncio da premiação veio acompanhado de muita satisfação e felicidade. "Televisão é isso. É a arte da cooperação. Isso só vem aumentar a nossa responsabilidade para trabalhos futuros. Estamos extremamente felizes", observa.

A NHR Brasil, atua como um escritório representando a ONG holandesa NRL no país, que trabalha no combate  à hanseníase. Os projetos da organização são focados em áreas de alta endemicidade para a doença.

Prêmios anteriores

A chefe de reportagem Suely Frota e a equipe da TV Assembleia conquistaram no último ano o Prêmio MPCE de Jornalismo, do Ministério Público do Ceará, e os dois primeiros lugares na categoria Telejornalismo, da 13ª edição do Prêmio Gandhi. No último, a série “Mineração em Quiterianópolis – o progresso que escorreu pelo rio”, exibida em agosto de 2020 foi a primeira colocada, enquanto o segundo lugar do prêmio ficou com a série “Caminhos para um envelhecimento cidadão”.

A emissora também foi destaque com a série de reportagens “Transplante no Brasil: um voo de esperança”, reconhecida na categoria Destaque pelo 14º Prêmio SAE BRASIL de Jornalismo – Mercedes-Benz. A mesma produção  conquistou o primeiro lugar na 7ª edição do Prêmio da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) de Jornalismo, na categoria Asas do Bem e Responsabilidade Social. A TV Assembleia foi a única emissora do Norte e Nordeste a conquistar o prêmio em 2019, que contou com um total de 163 trabalhos inscritos em três categorias.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

 

Página 1 de 7

Temos 151 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500