Fortaleza, Domingo, 23 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Assembleia Legislativa realizou, na manhã desta segunda-feira (30/09), no Auditório Murilo Aguiar, solenidade de encerramento da campanha Setembro Amarelo, mês de prevenção à depressão e combate ao suicídio.

O deputado Evandro Leitão (PDT), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio, fez um balanço das ações realizadas na Casa e informou que o colegiado dará entrada em um projeto de indicação propondo a criação do Conselho e do Fundo Estadual da Saúde Mental do Ceará. De acordo com Evandro Leitão, estão sendo colhidas assinaturas de deputados para protocolar a propositura. “Iremos propor também que essa temática seja incluída no cotidiano da Assembleia. É preciso transformar isso em um programa permanente do Poder Legislativo”, ressaltou.

O parlamentar definiu como positivo o balanço das ações realizadas na AL durante todo o mês de setembro e destacou o papel da Casa no enfrentamento ao suicídio. “Nós temos o dever de se dedicar ao tema. Nosso intuito é proporcionar uma saúde mental de qualidade para os cearenses”, pontuou.

O deputado Renato Roseno (Psol), relator do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência da AL, ressaltou que o Legislativo tem a obrigação de pautar o enfrentamento, não só aos homicídios, mas incluir como uma das prioridades o combate à depressão e ao suicídio.  “O Parlamento pode e deve pautar esses temas, ainda considerados por muitos como tabu. Além de leis que influenciam a vida da sociedade, precisamos garantir políticas públicas assegurando verbas para a manutenção do sistema existente”, sugeriu.

A psicóloga Alessandra Xavier destacou a importância de as pessoas perceberem uma às outras para identificar sinais de depressão ou suicídio. “O processo de quem está entrando nesse estado é progressivo. Os sinais vão surgindo aos poucos. Quando dizemos que o suicídio é um problema de saúde pública e que necessita de ações intersetoriais, nós sabemos que há a necessidade de qualificar todo o sistema, fortalecer a estratégia de pesquisa, assistência social e de ter a ciência de cuidar bem dos profissionais que cuidam da gente, como médicos e policiais”, observou.

Foram homenageados durante o evento representantes do setor de saúde da Assembleia Legislativa, do Centro de Valorização da Vida, do Hospital Nosso Lar, da Diversidade Católica de Fortaleza, do Programa de Apoio à Vida (Pravida), da Sociedade de Assistência e Proteção à Infância de Fortaleza (Sopai), Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), Ministério Público, Instituto Bia Dote, Centro de Desenvolvimento Psicossocial, psicólogos e professores.

Durante todo o mês de setembro os deputados estaduais fortaleceram a luta em defesa da saúde mental, combate à depressão e prevenção do suicídio. Foram realizadas palestras, panfletagens, audiências públicas, visitas, mesas-redondas e sessão especial, atividades organizadas pela frente parlamentar, Ideia Certa, Comissão da Infância e Adolescência da AL, Comunicação Social, Departamento de Saúde, Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce), Companhia de Guardas da Casa e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará.

Estiveram presentes ainda no evento os deputados Fernando Santana (PT), Marcos Sobreira (PDT), Érika Amorim (PSD), além dos palestrantes Major Edir Paixão, do Corpo de Bombeiros do Ceará, e Rebeca Rangel, psicóloga da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS). Eles trataram as formas de prevenção a depressão e combate ao suicídio e maneiras de agir quando alguém estiver em surto suicida.

(Da Agência de Notícias da AL-CE)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

O quadro Dicas de Saúde desta semana é dedicado à campanha de  prevenção ao suicídio, Setembro  Amarelo, criada em 2015 em todo o Brasil. Durante esse mês, a Assembleia Legislativa do Ceará realizou uma programação intensa de palestras, mesas redondas e panfletagem para conscientizar a população sobre o tema.

Sandra Mara Nunes Dourado, psicóloga do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia, alerta que a depressão é uma  doença silenciosa que pode levar ao suicídio. Os sintomas da  doença podem variar desde o grau leve ao grave. Independente da intensidade, é preciso procurar ajuda médica para iniciar um tratamento específico para cada caso. ''O sujeito sofre com a dor de existir e esse sofrimento pode ser minimizado com a palavra de um profissional. Não podemos apenas falar de prevenção ao suicídio, mas do cuidado com o sofrimento psíquico que é inerente ao ser humano'', destaca.

Para Elisabeth Santos, psicóloga do hospital infantil Sopais, as ações do Setembro Amarelo se encerram, mas a luta pela prevenção ao suicídio permanece. "Quero parabenizar  a Assembleia Legislativa pela iniciativa e  ousadia de falar dessa dor  que pode afetar qualquer um de nós. Em setembro, plantamos uma semente que precisa ser florescida durante todo o ano'', afirma.

O diretor do DSAS, Luis Edson Corrêa, adiantou que a prevenção ao suicídio será um programa contínuo da Assembleia Legislativa. ''Estamos muitos felizes  porque essa causa intensificada nesse mês vai prosseguir com uma programação de visitação aos municípios para que possamos  coletar os dados estatísticos e realizar o enfretamento dessa problemática que é séria'', frisa.

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

Publicado em Dicas de Saúde

A Assembleia Legislativa do Ceará encerra na próxima segunda-feira (30/09) a programação do Setembro Amarelo, mês em que os deputados estaduais fortaleceram a luta em defesa da saúde mental, combate à depressão e prevenção do suicídio. O encerramento será às 9 horas, no auditório Murilo Aguiar (avenida Desembargador Moreira, 2807 – Dionísio Torres – Fortaleza). Serão homenageados profissionais e entidades em reconhecimento ao trabalho realizado na preservação da saúde mental e da vida. Em seguida, haverá palestra sobre crise suicida e estratégias de prevenção.

O Parlamento Estadual realizou, durante todo o mês de setembro, ações para sensibilizar a população sobre a importância de cuidar da saúde mental e estimular a produção legislativa voltada para combater o problema. “Vamos ampliar esse debate para além do Setembro Amarelo por meio de ações no interior do Estado”, anuncia o deputado estadual Evandro Leitão (PDT), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio. “Nós, deputados da frente parlamentar, vamos apresentar conjuntamente um projeto de indicação para criar um conselho estadual e um fundo para destinar recursos à causa”, complementou.

 Ao longo do mês de setembro, foram realizadas na Assembleia palestras, panfletagens, audiências públicas, visitas, mesas redondas e sessão especial, atividades organizadas pela Frente Parlamentar, Ideia Certa, Comissão da Infância e Adolescência, Comunicação Social, Departamento de Saúde, Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce), Companhia de Guardas da Casa e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará.

Palestra

Após as homenagens, haverá palestra com o major do Corpo de Bombeiros, Edir Paixão – que já atuou em mais de 50 casos reais de tentativa de suicídio, todas bem sucedidas –, e a psicóloga Rebeca Rangel sobre crise suicida e estratégias de prevenção.

(Da Assessoria de Imprensa do deputado Evandro Leitão)

                                                                                                                                

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Em continuidade à programação do Setembro Amarelo na Assembleia Legislativa do Ceará, o Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) realizou nesta quarta-feira (25/09), no Auditório Murilo Aguiar, a mesa redonda ''Prevenção ao Suicídio''. A psicóloga do DSAS, Sandra Mara Nunes Dourado, abordou o tema ''Depressão, mal estar da atualidade''? ''Estamos em uma sociedade de pressão, do dia-a-dia, do trabalho e por isso a depressão é algo constante. Ações como essa, que produzam a possibilidade de discutir esse tema considerado tabu, são muito importantes. A dor de quem comete o suicídio acaba, mas dos familiares prossegue, e precisamos também tratar a posvenção'', avaliou.

A mesa redonda também contou com a participação de Elizabete Araújo, assessora especial do gabinete da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Seduc); Jucinaura Diógenes, fundadora e diretora do Instituto Bia Dote; Marluce Oliveira psiquiatra e diretora do Instituto Vandick Ponte; e a psicóloga Elisabete Santos de Souza, parceira do projeto Vidas Preservadas, que atua no Instituto Dr. Vandick Ponte, instituição que assiste pacientes com transtornos mentais graves.

Para o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio, deputado Evandro Leitão, o tema necessita de uma discussão permanente. Conforme adiantou, a intenção é que a frente formada por nove deputados dê fruto a um projeto permanente no Poder Legislativo. "Encaminharmos um projeto à presidência  para que essa frente parlamentar dê origem a um programa contínuo para que possamos prosseguir com esse trabalho de conscientização. Ao longo do mês, realizamos uma programação intensa com palestras, panfletagem e mesas redondas. Isso não seria possível sem o apoio dos demais  setores da Casa'', destacou.

O deputado também parabenizou o Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp) pela  publicação do boletim  que apresenta  os índices sobre suicídios no Estado no período de 2010 a 2018. A publicação foi distribuída durante o  evento. ''É um retrato do que acontece  em todo o Estado do Ceará e vai servir como fonte de pesquisa. Temos a intenção  de conveniar os trabalhos com os municípios e Câmaras Municipais para que eles também possam fazer esse trabalho de sensibilização'', acrescentou.

A deputada Érika Amorim (PSD) agradeceu o engajamento dos setores da  Assembleia nas atividades do Setembro Amarelo. Segundo a parlamentar, a Frente, além de ações de conscientização a prevenção ao suicídio e depressão, pode buscar soluções concretas. "Temos que levar essa luta adiante, apresentando proposições e políticas públicas que minimizem esse tema que afeta a tantos cearenses. O grande desafio é fazer a prevenção e também a posvenção", avaliou.

Saiba mais

A chefe do serviço de  Psicologia do DSAS, Conceição Guerra, afirmou que o setor lida diariamente com casos de depressão. "São casos comuns  no consultório e fazemos  um trabalho de assistência. Ofertamos diversos tipos de atendimento: psicanálise, terapia cognitivo comportamental, gestalt-terapia, constelação familiar e o plantão psicológico", destacou.

O DSAS se engajou nas atividades do Setembro Amarelo realizadas na Assembleia. Myrna Meneses, coordenadora de ações em saúde do Departamento, reforçou a importância de se procurar tratamento especializado em casos de sintomas da depressão. Renata Leandro, também do DSAS, afirmou que além da mobilização realizada neste mês, o Departamento de abraça diversas causas, como a doação de sangue, incentivada por meio da Caravana da Solidariedade, e o Movimento Doe de Coração, que incentiva a doação de órgãos.

O diretor do DSAS, Luís Edson Corrêa, alertou que o tema  já  é considerado um caso de saúde pública e necessita de  ações de enfrentamento para minimizar os altos índices no Estado. Conforme afirmou, o Departamento dispõe de um serviço voltado para  essa problemática. "O serviço de Psicologia, chefiado pela doutora Conceição Guerra, oferta o plantão psicológico para aqueles que necessitam  de ajuda. Basta ligar no setor entre 8 horas e 17 horas para ser atendido", afirmou Luís Edson Corrêa, destacando que as ações do Setembro Amarelo, lideradas pelo presidente da Assembleia, José Sarto (PDT), e pelo 1º secretário da Casa, Evandro Leitão (PDT), foram positivas.

Setembro Amarelo terá nova atividade no dia 30

A campanha Setembro Amarelo realiza outra atividade na próxima segunda-feira (30/09), por meio da palestra ''Crise suicida e estratégias de prevenção'', uma iniciativa da 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiro Militar, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado. Segundo o coronel William Rodrigues, a Assembleia, como Casa do Povo, tem que discutir os temas que afligem  a população.

''A campanha Setembro Amarelo promoveu várias atividades mostrando o compromisso da Assembleia Legislativa com a sociedade. No próximo dia 30, vamos promover uma palestra com especialistas que possuem vasta experiência na atuação a prevenção ao suicídio. Uma oportunidade para conhecer novidades de abordagem'', avaliou.

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

A programação do Setembro Amarelo na Assembleia Legislativa do Ceará terá um momento importante na próxima segunda-feira (30/09), com a palestra "Crise suicida e estratégias de prevenção", a partir das 9 horas, no Auditório Murilo Aguiar. A palestra será ministrada pelo major do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, Edir Paixão, e a psicóloga da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), Rebeca Rangel.

Conforme a organização da palestra, o suicídio é um ato, mas entre as crises pode haver a crise suicida e, na maioria das vezes, não há preocupação como deveria. O evento é organizado pela 7ª Companhia do 1º Batalhão de Bombeiro Militar, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado. As inscrições para o evento podem ser feitas pelo link http://eventos.cb.ce.gov.br/prevencaodesuicidio.

Os palestrantes abordarão formas de identificar sinais e comportamentos associados ao suicídio e ao adoecimento mental. O major BM Edir Paixão atuou em 53 casos reais de tentativa de suicídio obtendo êxito em todos. A psicóloga Rebeca Rangel trabalha diretamente com os casos de adoecimento mental dos agentes da Segurança Pública Estadual.

No evento serão recolhidas doações voluntárias de 1 kg de alimento não perecível ou 1 lata de leite em pó para serem doados à instituição filantrópica Sociedade de Assistência e Proteção à Infância de Fortaleza (Sopai). O certificado de participação será disponibilizado no site para aqueles que estiveram presentes ao evento.

Sobre os palestrantes

Edir Paixão é mestre em Saúde Pública (UFC), major do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), onde ingressou em 1998, pesquisador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídios e Prevenção (Gepesp), da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Gerenciador de Crises pela Guarda Costeira Americana, abordador técnico a tentativa de suicídio.

Rebeca Rangel é psicóloga graduada pela Universidade de Fortaleza (2006) e Mestre em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará (2015). Atualmente, leciona na Faculdade Maurício de Nassau, coordenando e atuando na Assessoria Biopsicossocial da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, a qual, promove acompanhamento biopsicossocial aos agentes e familiares que compõem a Segurança Pública do estado do Ceará (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Perícia Forense).

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Temos 289 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500