Fortaleza, Domingo, 23 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

Em virtude do Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, o Núcleo de Práticas Sistêmicas Restaurativas da Assembleia Legislativa do Ceará realizou na tarde desta quarta-feira (01/09), exercício sistêmico sobre a temática “Um olhar para tristeza”. Ao longo do mês, os exercícios realizados na sala do Núcleo, instalada no terceiro andar do Anexo III (Edifício Deputado Francisco das Chagas Albuquerque) da Alece serão voltados para a temática da campanha.

Selma Machado, coordenadora do Núcleo, ressalta que a atividade foi uma oportunidade para realizar um movimento de autopercepção e enfrentamento dos sentimentos depressivos, ansiolíticos que encontramos na jornada de nossas vidas.

''Proporcionamos aos servidores da Alece um momento terapêutico de um olhar sistêmico para sua dor, dando um lugar para ela e, posteriormente trabalhando a resiliência e novas boas formas de ajustamento, dando a oportunidade de ampliar o olhar para uma boa solução'', avaliou.

Conforme alertou a coordenadora do Núcleo, por conta da pandemia da Covid-19, as emoções ainda estão em desordem e cada indivíduo lida com elas de forma diferente. ''Estamos oferecendo por meios desses grupos uma oportunidade de escuta para que todos possam colocar pra fora o que sentem e assim possamos ampliar o nosso olhar e expandir a consciência.  Muitas vezes passamos por problemas, recebemos conselhos de quem está à nossa volta, mas a ajuda ideal é a escuta terapêutica, o psicólogo'', orientou.

Acolhida dos sentimentos

A terapeuta responsável pela atividade, Nara Guimarães, destacou que os exercícios sistêmicos são terapêuticos, trazendo pequenas situações que nos levam a refletir. ''Entramos em contato com uma situação traumática que entristece o servidor, acolhemos esse sentimento, por meio de uma tomada de consciência, e encontramos recursos para solucioná-lo. Utilizamos diversos recursos, jogos, desenho, para fazer com o que paciente olhe para suas questões internas, tenha autoconhecimento e consiga sair da situação desfavorável'', explicou a psicóloga.

Essa é a quarta vez que o Núcleo realiza os exercícios sistêmicos.  O público-alvo são os servidores da Alece e seus dependentes ou pessoas que estão em processo terapêutico pelo DSAS.  Os encontros são realizados às quartas-feiras a partir das 15 horas. ''Temos em média 13 participantes, mas, por sermos um grupo aberto, recebemos convidados e interessados nas atividades, observando o limite de pessoas na sala para evitar aglomeração. Não é necessário agendamento. A proposta é que seja uma atividade semanal'', pontuou a psicóloga.

Exercícios sistêmicos

Os exercícios sistêmicos são dinâmicas estruturadas que utilizam as leis sistêmicas como base para iniciar um movimento de ampliação de percepção, expansão de consciência para liberação das questões emocionais, padrões repetitivos e crenças limitantes, sem a necessidade de recorrer a uma constelação completa.

''Esse tipo de terapia possibilita que algumas questões sejam olhadas em um curto espaço de tempo permitindo acesso a uma informação essencial de forma rápida e eficaz, para iniciar o caminho de autoconhecimento e evolução pessoal'', destaca Nara Guimarães, psicóloga do Núcleo.

Saiba mais

O Núcleo de Práticas Sistêmicas e Restaurativas é formado por quatro profissionais: Selma Machado, Vanessa Barros, Nara Guimarães e Isabel Martins. O setor funciona de segunda a sexta-feira nos expedientes da manhã (9 horas às 13 horas) e tarde (13 horas às 17 horas), com atendimento feito mediante agendamento. Para participar das atividades, é necessário realizar agendamento pelo telefone 85.3277.3776.

As ações do Núcleo são destinadas a incentivar a resolução de conflitos por meio de atendimentos individuais e em grupos terapêuticos virtuais e presenciais. Elas estão ancoradas no pensamento sistêmico e no método revolucionário da constelação sistêmica familiar desenvolvido pelo ex-missionário católico, psicanalista e terapeuta alemão Bert Hellinger, há 30 anos.

JB, com Assessoria de Imprensa do DSAS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Assembleia Legislativa do Ceará, por meio do Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), promove, na próxima segunda-feira (28/09), a segunda live em alusão ao Setembro Amarelo.

Com o tema “Adolescente e o comportamento de risco à vida”, o debate virtual acontecerá às 18 horas, com transmissão no Instagram da Assembleia (@assembleiace), e terá como convidada a psicóloga do Hospital Infantil Sopai e do Instituto Dr. Vandick Ponte, especialista em Psicopatologia e Saúde Pública, Elisabete Santos. A mediação será com a psicóloga do DSAS e mestre em Psicologia Social Interface com a Saúde, Greyce Guimarães.

Os comportamentos de risco podem comprometer a saúde física e mental do adolescente, podendo colaborar para que o jovem se mostre como independente dos pais, lide com a ansiedade, frustração e antecipação do fracasso. Como exemplo, estão o consumo de substâncias lícitas e ilícitas, o comportamento agressivo e alterações no comportamento alimentar e sexual.

Saiba mais

Na última segunda-feira (21/09), o DSAS realizou live no Instagram com o tema “Setembro Amarelo: qualquer ajuda não ajuda”. A médica Camila Herculano, graduada pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), com residência em psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), conversou sobre a importância da ajuda qualificada na prevenção ao suicídio e os perigos que uma ajuda não qualificada pode provocar, principalmente entre crianças e adolescentes.

A campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio teve início em 2015, por iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria, e o período contempla o dia 10 de setembro, alusivo ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

O Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS) da Assembleia Legislativa do Ceará promove, na próxima segunda-feira (21/09), às 18 horas, live, que será transmitida no Instagram da AL (@assembleiace) com o tema “Setembro Amarelo: qualquer ajuda, não ajuda”.

A live contará com a participação da médica graduada pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), com residência em psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Camila Herculano, sob a mediação de Greyce Guimarães, psicóloga do DSAS e mestre em Psicologia Social Interface com a Saúde.

A convidada, que também é mestranda em Saúde da Criança e do Adolescente na Universidade Estadual do Ceará (Uece), irá conversar sobre a importância da ajuda qualificada na prevenção ao suicídio e os perigos que uma ajuda não qualificada podem provocar, principalmente entre crianças e adolescentes.

Cronograma

No dia 28/09, o DSAS da AL promove mais um encontro online em alusão ao Setembro Amarelo, desta vez, com a psicóloga especialista em Residência Multiprofissional na ênfase hospitalar em cancerologia e atuante na área de suicidologia, Sara Lavor Fernandes.

A campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio teve início em 2015, por iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria, e o período contempla o dia 10 de setembro, alusivo ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

A Assembleia Legislativa do Ceará instalou dois laços amarelos na parte externa do edifício sede em apoio à Campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio e em defesa da vida.

O símbolo da campanha Setembro Amarelo foi colocado no sábado (12/09), em frente a cúpula do Plenário 13 de Maio, com acesso pela avenida Desembargador Moreira, e outro na entrada do Edifício Senador César Cals, na rua Barbosa de Freitas.

Lise Novais, diretora do Departamento de Administração da AL, informou que o Ministério Público do Ceará (MPCE) fez a solicitação e sugeriu que o prédio da AL fosse iluminado com a cor amarela, mas como o edifício é cinza, a iluminação não teria tanto destaque e a melhor opção foi colocar os dois laços, além da iluminação que será acrescida.  "O importante dessa campanha de prevenção ao suicídio é o cuidado que precisamos ter com nossos filhos, familiares e amigos, principalmente após uma pandemia que isolou as pessoas e causou muitos danos emocionais e psicológicos", destaca.

Lise Novais informou ainda que os dois laços em PVC vão permanecer no prédio da Assembleia Legislativa até o final da campanha Setembro Amarelo e poderão ser reutilizados.

A 2ª Companhia de Policiamento de Guarda (2ª CPG) da Assembleia Legislativa também está no movimento. No dia 03/09 iniciou a campanha "Todos em Defesa da Vida - Setembro Amarelo: campanha de prevenção ao suicídio”.

Durante todo o mês, a companhia está realizando, sempre às quintas-feiras, uma ação junto aos servidores, parlamentares e cidadãos com distribuição de rosas e panfletos esclarecedores sobre o tema, com dicas e orientações de como ajudar e identificar pessoas que estejam passando por sofrimento emocional.

Setembro Amarelo

A Campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio teve início em 2015, por iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria, e o período contempla o dia 10 de setembro, alusivo ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Considerado um fenômeno complexo, com várias facetas e determinações, capaz de afetar diversas pessoas, o suicídio é abordado anualmente neste mês, com atividades de prevenção, por meio do Setembro Amarelo. A 2ª Companhia de Policiamento de Guarda (2ª CPG), sediada na Assembleia Legislativa do Ceará e que tem à frente o tenente coronel Marcelo Vasconcelos, iniciou nesta quinta-feira (03/09) a campanha "Todos em Defesa da Vida - Setembro Amarelo: campanha de prevenção ao suicídio", por meio de ação voltada para os policiais, servidores e parlamentares que integram o Poder Legislativo.

Ao ingressar na Assembleia, os servidores receberam panfletos de esclarecimento sobre o tema da campanha e rosas, materiais distribuídos por integrantes da Companhia. Os dados divulgados pela 2ª CPG mostram que aproximadamente um milhão de pessoas se suicidam em todo o mundo, sendo registrado um caso a cada 40 segundos, enquanto a cada três segundos uma pessoa tenta contra a própria vida.

O suicídio é considerado ainda a terceira causa de mortes entre pessoas com idade entre 15 e 35 anos, sendo que cada caso registrado impacta seriamente a vida de pelo menos mais seis pessoas. O Ceará registra mais de um suicídio a cada 24 horas. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS), Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e Integra SUS.

Sobre a campanha

De acordo com o major Marcus Túlio Moreira Prudêncio, da 2ª CPG, a campanha tem o objetivo de prevenir sobre o tema junto aos grupos institucionais da Polícia Militar. "É uma campanha muito importante, tendo em vista que temos vários policiais que cometem suicídio, sendo importante conscientizar, neste momento, que todos estamos juntos pela vida", afirma.

Também de acordo com o major Túlio, os integrantes da Companhia buscam conscientizar policiais e seus familiares, bem como servidores do Poder Legislativo, de que a vida é mais importante e de que é necessário tratar preventivamente sobre o tema. Ele destaca que a entrega de panfletos e rosas marcou o início das atividades, que seguirão durante todo o mês. "Estaremos promovendo esta campanha sempre às quintas-feiras, com o nosso grupo institucional, da Polícia Militar, da aqui 2ª CPG", enfatiza o major Túlio.

Dentre os alertas apontados no panfleto, está a atenção que as pessoas devem ter quando alguém sinaliza que pode atentar contra a própria vida, expressando falta de esperança, isolamento, alterações de humor, mudanças comportamentais ou ideação suicida. É sempre necessário acompanhamento, conversa, proteção e busca de ajuda profissional ao atuar de forma preventiva junto às pessoas que apresentem esta tendência.

Onde encontrar ajuda?

Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Site: https://catalogodeservicos.fortaleza.ce.gov.br/categoria/saude/servico/321

Centro de valorização da vida. Telefone: 188. Site: https://www.cvv.org.br/

Hospital de Saúde Mental de Messejana. Telefone: 85.3101.4348. Site: http://www.hsmm.ce.gov.br

Programa de apoio à Vida (Pravida/UFC). Telefones: 85.3366.8149/ 85.98400.5672

SC/AS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Temos 73 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500