Fortaleza, Sábado, 25 Junho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará decretou, neste sábado (03/04), luto oficial de três dias em homenagem póstuma pela morte do ex-governador e ex-presidente do Poder Legislativo cearense, Adauto Bezerra, aos 94 anos. Ele faleceu nesta madrugada, em Fortaleza. Internado há cerca de dez dias para tratamento de uma pneumonia, acabou contraindo a Covid-19.

“Recebi com pesar a notícia da morte do ex-governador e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Adauto Bezerra”, lamentou o presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT). “Meus sentimentos a todos os familiares, amigos e admiradores de Adauto Bezerra”, afirmou em nota. O parlamentar também lembrou, por meio de redes sociais, que Adauto Bezerra presidiu a AL por duas vezes, em 1967 e entre 1971 e 1972. 

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), decretou luto oficial de três dias no Estado e externou pesar com a notícia da morte do ex-governador Adauto Bezerra. O chefe do Executivo lembrou, em redes sociais, da trajetória política do ex-governador, que também foi superintendente da Sudene, e se solidarizou com os familiares, amigos e admiradores de Adauto Bezerra.  

O enterro do ex-governador Adauto Bezerra será no parque da Paz.

Trajetória política

Aluno da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) no Rio de Janeiro, onde concluiu o curso de Oficial do Exército, Adauto, nascido em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), estreou na política pela extinta União Democrática Nacional (UDN) e teve o apoio da família para ser eleito deputado estadual em 1958, 1962, 1966 e 1970 disputando estas duas últimas eleições pela Aliança Renovadora Nacional (Arena), chegando a assumir o governo duas vezes na condição de presidente do Poder Legislativo.

Em 1974, foi indicado governador do Ceará pelo presidente Ernesto Geisel renunciando ao cargo para disputar o pleito de 1978, quando foi eleito deputado federal. Para evitar divisão no grupo que comandava o Governo do Ceará, firmou em março de 1982 o “Acordo dos Coronéis”, ou “Acordo de Brasília” com os também ex-governadores César Cals e Virgílio Távora para assegurar a eleição de Gonzaga Mota para governador pelo PDS, com Adauto Bezerra como vice-governador e Virgílio para o Senado. Todos foram eleitos.

Em 1985 transferiu-se para o PFL. Foi candidato a governador do Ceará em 1986, sendo derrotado por Tasso Jereissati (PMDB). Nomeado para o comando da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) pelo presidente Fernando Collor de Mello em maio de 1990 – de quem foi um dos principais aliados na eleição presidencial de 1989 no Ceará –, afastou-se da política ao deixar o cargo e tornou-se sócio-proprietário do Bicbanco ao lado de seu irmão gêmeo Humberto Bezerra.

Do Núcleo de Comunicação Interna da AL, com Agência de Notícias da AL e informações do portal O Povo online

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará decretou, neste domingo (17/01), luto oficial de três dias pela morte do ex-deputado Roberto Mesquita em homenagem póstuma ao homem público que prestou relevantes serviços ao Estado do Ceará no exercício de mandato parlamentar.

Natural de Baturité, o empresário Roberto Mesquita morreu na madrugada deste domingo em Fortaleza, aos 60 anos. Ele estava em tratamento contra câncer.

O ex-parlamentar foi eleito vereador de Fortaleza em 2008. Em 2010, conquistou o primeiro mandato na Assembleia do Ceará, em 2014 foi reconduzido a uma vaga no Legislativo Estadual. Nas eleições de 2018 desistiu de concorrer.

O velório ocorreu neste domingo na Funerária Ethernus e o sepultamento foi realizado no Cemitério Parque da Paz.

Da Agência de Notícias da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Sábado, 05 Dezembro 2020 12:43

Falece servidor Antônio Martins da Costa

O servidor da Assembleia Legislativa do Ceará, Antônio Martins da Costa, faleceu neste sábado (05/12), após um mês em que esteve lutando contra a Covid-19. Lotado no Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos do Poder Legislativo, atuou em campanhas institucionais promovidas pela Casa e deixa boas recordações entre aqueles com quem conviveu.

Conhecido pelos colegas e amigos por Martins, ele lutou por mais de um mês, hospitalizado, mas foi vencido por essa doença que nos causa tanto sofrimento e temor. Martins era engenheiro agrônomo, aposentado da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH) do Governo do Estado, onde atuou desde a década de 1980, dando grande contribuição na construção e consolidação do Sistema de Recursos Hídricos do Ceará.

Cedido para a Assembleia Legislativa, atuou no Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos desde a sua fundação, em 2007. Foi coordenador do Pacto pela Convivência no Semiárido. Desde 2019, atuava no apoio institucional da coordenação do Pacto pelo Saneamento Básico, no Eixo de Drenagem Urbana.

Seu papel também foi intenso durante a campanha institucional “Refinaria Já!”, realizada no biênio 2013/2014, visando a implantação de uma refinaria de petróleo em nosso Estado pelo Governo Federal.

A equipe do Conselho de Altos Estudos lamenta a perda do amigo, mais que um colega de trabalho, um parceiro em todas as horas, sábio e tranquilo no domínio da função que exercia.

SC, com Assessoria do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da AL

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

A Assembleia Legislativa do Ceará perdeu neste domingo (31/05) a servidora Lorena Machado Vieira Maia, que faleceu aos 60 anos de idade, vítima da Covid-19, que já vitimou mais de 3.000 cearenses até agora. O deputado estadual Moisés Braz (PT) e colegas de trabalho registraram nesta segunda-feira (01/06) votos de pesar pela partida de Lorena e lembraram momentos significativos de sua atuação profissional no Poder Legislativo.

A Comissão de Agropecuária da Assembleia Legislativa do Ceará, presidida pelo deputado Moisés Braz, lamentou o falecimento da servidora Lorena Machado Vieira Maia, técnica do colegiado. Em nota publicada nas redes sociais, o parlamentar destacou que a servidora atuou durante 35 anos no Poder Legislativo exercendo com zelo e afinco suas atividades. “Uma figura querida por todos que tivemos a oportunidade de estar em seu convívio, nos entristecemos e lamentamos essa dura perda. Em nome da Comissão de agropecuária e de nosso mandato, enviamos forças e solidariedade à família a aos amigos da Lorena, que Deus possa confortá-los neste momento de dor e a receba ao seu lado’’, afirma.

O presidente da Associação dos Servidores da Assembleia (Assalce), Luis Edson Corrêa, se somou aos que lamentaram a perda da servidora, ao mesmo tempo em que fez referência às perdas que a Covid-19 gerou entre os que integram o Poder Legislativo. “Infelizmente perdemos colegas de trabalho, que ao longo dos anos de convivência tornaram-se amigos e amigas queridos, e isso nos causa uma tremenda dor. Nos unimos, também, com os que estão lutando para ter sua saúde e vida de volta. Estamos em oração por todos e nos solidarizamos com seus familiares. A Assalce está dando todo suporte necessário, nesse momento difícil, para seus associados e familiares”, destacou.

A diretora do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP) da AL, Elenice Ferreira Lima, afirma que Lorena Machado era uma servidora dedicada, sempre disposta a ajudar com um sorriso no rosto. Apesar da ausência física, afirma que sua trajetória de 35 anos na Assembleia permanecerá eternizada na memória dos colegas, sendo uma fonte de inspiração e um exemplo a ser seguido.

“Ela foi uma servidora dedicada, uma amiga que lembraremos com carinho. Foi um prazer tê-la conhecido e desfrutar de sua companhia. Falar da Lorena é falar da alegria. Seu sorriso e abraço caloroso vão fazer falta, mas todos temos nossa hora e agora ela está ao lado do Pai.  Ainda não me acostumei com sua partida repentina. Que Deus possa confortar os seus e que eles possam se orgulhar porque ela era um exemplo de servidora e ser humano, sempre de bem com a vida”, destaca.

Rejane Auto, coordenadora do Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa, afirma que Lorena começou a trabalhar no setor no ano de 2009, como secretária, onde se destacou por seu profissionalismo, competência e dedicação.

“Tivemos uma convivência de quatro anos, sempre muito harmoniosa. Ela era uma pessoa que vivia para o trabalho, dedicada, solidária e disponível para ajudar a todos. É uma grande perda pra nós, pois era uma pessoa que somava, colaborava. Houve um período que ela saiu das comissões, foi trabalhar no prédio da Unipace, mas há quatro anos ela tinha retomado o trabalho e passado a atuar na Comissão de Agropecuária. Independente do setor, a dedicação era a mesma’’, destaca.

A colega de trabalho, Socorro Muniz, da Comissão de Agropecuária da Assembleia Legislativa, afirma que trabalhar com Lorena Machado foi um grande  aprendizado. ‘’Passamos momentos ímpares juntas, que irão permanecer pra sempre na minha memória, que nem a sua partida tão abrupta, conseguirá apagar. Lorena regia a sua vida, doava-se de coração pra quem precisasse de ajuda, trabalhar ao lado dela foi um grande aprendizado’’, recorda.

 

JB

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

A Assembleia Legislativa do Ceará decretou, nesta terça-feira (12/05), luto oficial em gesto de pesar pela morte de mais de mil pessoas no Ceará vítimas do novo coronavírus. O ato assinado pela Mesa Diretora estabelece luto de três dias a partir da data de hoje.

De acordo com o presidente da Assembleia, deputado José Sarto (PDT), o decreto de luto oficial não se refere apenas a números e estatísticas. “São pessoas, homens, mulheres, filhos, filhas, que perdemos na luta contra o coronavírus. E é importante que nós possamos nos engajar nessa luta. A Assembleia se solidariza com todas as vítimas fatais dessa pandemia”, afirmou Sarto.

Ele destacou ainda que os números reforçam a necessidade de combater a pandemia e diminuir o impacto sobre a saúde dos cearenses. “A melhor maneira de combater o Covid-19 é obedecendo as autoridades municipais, ficando em casa e cuidando dos seus”, acrescentou.

(Da Assessoria de Imprensa da AL)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

InícioAnt12PróximoFim
Página 1 de 2

Temos 435 visitantes e Um membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500