Fortaleza, Quinta-feira, 02 Fevereiro 2023
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

A abertura do Festival de Cinema Italiano no Brasil será nesta quinta-feira (03/11), nos formatos remoto e presencial. Em Fortaleza, as sessões acontecerão no auditório Joaquim Albano e na Sala Interate, no Centro de Humanidades da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Na abertura, prevista para 19 horas,  será exibido o premiado "I Fratelli De Filippo" (Os Irmãos De Filippo), de Sergio Rubini, vencedor em 2022 do David di Donatello de melhor trilha sonora. O longa traz Giancarlo Giannini, no elenco, no papel do famoso comediante Eduardo Scarpetta. A trama se passa na Nápoles do começo do século passado, e conta a a história dos músicos da família De Filippo, que transformaram uma ferida pessoal em arte. A direção é de Sergio Rubini.

A edição 2022 do Festival de Cinema Italiano acontece entre 4 de novembro e 4 de dezembro de forma presencial e online, e exibirá, ao todo, 33 longas entre inéditos e a retrospectiva Musas do Cinema Italiano.

A programação completa pode ser acessada no link https://drive.google.com/file/d/1MokZ7SNyo18nze5utTWKLStFpJBclxSb/view. As sessões online devem ser acessadas no site do próprio evento: https://festivalcinemaitaliano.com/.

Em Fortaleza, as sessões presenciais acontecem na Casa da Cultura da Universidade Federal do Ceará (UFC), na sala Joaquim Albano e Sala Interarte (Avenida da Universidade, 2683), no Polo Cultural do Benfica.

JS, com informações do Festiva de Cinema Italiano

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

Publicado em Agenda Cultural

O documentário "Consigo - A Escolha de Marcos Natureza", produzido pelo Núcleo de Documentários da TV Assembleia, será apresentado durante o festival Cinema em Locais Inusitados e Temporários (CLIT), realizado entre os dias 13 e 22 de maio, na cidade de Setúbal, em Portugal.

O festival é organizado pela Associação Cultural Festival Internacional de Cinema de Troia (Festroia), com o objetivo divulgar obras que ainda não são conhecidas em Portugal e com o intuito de promover a diversidade cultural. Segundo o diretor do evento, Luís Humberto Teixeira, é um festival de cinema e cidadania que se desenvolve em qualquer espaço, exceto salas de cinema, e desafia o público a quebrar os hábitos de ver filmes em cinemas ou em casa.

Os expectadores verão no documentário a história de Marcos Natureza, aposentado do Banco do Estado do Ceará. "Temos histórias surpreendentes e emocionantes de pessoas que optaram pela reclusão e me sensibilizaram. Talvez a vida dessas pessoas emocione o público também”, diz o videomaker Marcelo Alves, um dos idealizadores do documentário ao lado da coordenadora do Núcleo de Documentários da TV, Angela Gurgel.

O filme já foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema para Uma Cultura de Paz (Ficcpaz), no México. Também foi semifinalista no Festival Internacional de Cinema de Banglore, na Índia.

A edição da produção é de Vinicius Augusto Bozzo, com artes de Daniel Cardoso, imagens de Marcelo Alves e Salomão Costa. O filme conta ainda com a música "Relógio do Mundo", do compositor cearense Cristiano Pinho.

Da Agência de Notícias da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

O Comitê de Responsabilidade Social da Assembleia Legislativa do Ceará participa, nesta quinta-feira (31/03), a partir das 17 horas, do 1º Festival Mulheridades, no Café Couture, na Praia de Iracema. O evento gratuito é realizado pelo Gabinete da Vice-Prefeitura de Fortaleza e terá periodicidade trimestral.

O Festival Mulheridades terá roda de conversa sobre igualdade de gênero, Feira Criativa, apresentações artísticas e serviços com foco na sustentabilidade, saúde e bem-estar.

Parceiro do evento, o Comitê de Responsabilidade Social da Alece levará ações por meio das Células de Articulação e Fomento à Cidadania e de Sustentabilidade e Gestão Ambiental, assim como do Núcleo de Saúde Mental e da Célula de Fisioterapia da Casa.

O estande da Alece no Festival abordará a prevenção ao suicídio por meio do livro-oficina “Despertar”, oferecerá serviços de cuidado e bem-estar, além de atividades recreativas para crianças com o tema consciência ambiental.

Programação do Festival

Com o tema "Lugar de fala, subjetividades e respeito”, a roda de conversa do Festival acontece a partir de 18 horas com a participação de diversas mulheres que partilharão suas experiências e perspectivas.

São convidadas do Festival Labelle Rainbow, atual Coordenadora Executiva da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da SDHDS da Prefeitura de Fortaleza; Rosa Pitaguary, liderança índigena, Coordenadora do Instituto Museu Índigena Pitaguary (IMIPY); Zelma Madeira, Assessora Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais do Estado do Ceará (Asemov); Katiana Pena, diretora, coreógrafa e fundadora Instituto Katiana Pena; Izabel Accioly, pesquisadora do Núcleo de Estudos em Raça e Interseccionalidades - UFC/UniLab e Iracema Lima, mulher mastectomizada, voluntária do Grupo de Educação e Estudos Oncológicos (Geeon).

A Feira Criativa reunirá iniciativas empreendedoras de mulheres, como a Feira Negra, Costurando Futuros, Rede de Mulheres Sustentável (Remes), Favela Afro, Mães da Resistência, Terra Artesã e Ateliê Crua, que venderão produtos como roupas, acessórios, objetos de decoração e artesanato.

A Feira promove assim o fortalecimento da economia criativa e inclusão produtiva das mulheres. As apresentações artísticas do Festival Mulheridades incluem a Festa Crioula, o Bando Somos Todas Marias com a performance "Quebrando o silêncio do medo" e roda de samba com a cantora Yara Canta e o Grupo Mais Melanina.

Serviço: 1º Festival Mulheridades. Nesta quinta-feira (31/03), às 17 horas. Local: Café Couture - Rua dos Tabajaras, 554.

Da Assessoria de Imprensa do Comitê de Responsabilidade Social da Alece

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99717.1801

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em Categoria Matriz

O Festival Varilux de Cinema Francês, em sua edição deste ano, que se inicia nesta quinta-feira (25/11), volta ao formato presencial. Depois de ter sido um dos setores mais afetados pela pandemia da Covid-19, o cinema retorna às salas de projeção, em todo o Brasil. Em Fortaleza, a programação constará de 18 filmes que serão exibidos nos espaços do Shopping Rio Mar, de hoje até 8 de dezembro, e no Cinema do Dragão do Mar, de 9 a 22 de dezembro.

Desde o seu nascimento, o cinema é um espaço fundamental para preservar a vida social, seja num bairro ou numa cidade. É uma experiência única a vivência proporcionada pela comunidade efêmera que se forma à nossa volta na sala escura de um cinema, onde compartilhamos uma mesma emoção.  É  que afirma a curadoria do festival, acentuando que a França defende suas 5.500 salas de cinema, que recebem ajuda financeira dos municípios e do Governo Federal francês, em um esforço para fazer com que nenhuma delas feche suas portas.

Recentemente a comunidade cinematográfica francesa se opôs à realização nos cinemas de um festival organizado pela Netflix – considerado como o “melhor” inimigo do sistema de apoio ao cinema francês e das salas de exibição. Há quem compare essa resistência àquela da pequena aldeia gaulesa do personagem gálico Asterix. Talvez para alguns seja uma causa perdida, mas acreditamos que assistir a filmes no cinema continua a ser uma das “coisas da vida” que valem a pena ser defendidas.

O público cearense poderá reencontrar os maiores atores do cinema francês, como Catherine Deneuve,  incrivelmente comovente ao lado de Benoit Magimel em "Enquanto vivo";  Gérard Depardieu, Sophie Marceau, Pierre Niney, François Cluzet, Mathieu Amalric e André Dussolier, entre outros.

Programação no Cine Rio Mar Fortaleza

Está tudo bem -  dia 25 de novembro às 21 horas, e dia 6 de dezembro às 19 horas.

Adeus Idiotas - dia 27 de novembro às 21 horas e dia 1º de dezembro.

Enquanto vivo - dias 28 e 30 de novembro às 20h55min.

Paris, 13º Distrito - dia 29 de novembro às 21 horas.

Ilusões Perdidas - dia 3 de dezembro às 20h15min.

O Magnífico - dia 7 de dezembro às 19 horas.

JS, com informações do site do Festival Varilux de Cinema Francês e jornal O Povo

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em Agenda Cultural

A noite deste sábado (01/08) foi de comemoração para artistas cearenses, que participaram do II Festival de Música da Assembleia Legislativa, encerrado com a vitória de “No Céu do Jardim”, composição de Orlângelo Leal, e interpretada por ele e por Ariadna Sampaio. Os dois compartilharam o prêmio de R$ 25 mil, concedido à primeira colocação. O evento foi realizado, sem público presente por causa da pandemia, no auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes do Anexo II da AL, e transmitido ao vivo pela TV e FM Assembleia.

O segundo lugar, com a canção “Amor, Ordem e Progresso”, de Kalíope, recebeu R$ 15 mil, enquanto a cantora e compositora Claudine Albuquerque conquistou a terceira posição com Na Contramão, arrematando o prêmio de R$ 7 mil.

Kalíope levou ainda o prêmio de R$ 5 mil pela coroação como melhor intérprete do festival, enquanto Aparecida Silvino ganhou na categoria júri popular com a canção “Pode Bater Tambor”, composição dela em parceria com Gilvandro Filho, e que conquistou 18,6% dos quase 16 mil votos do público.

Naturais de Itapipoca, Orlângelo Leal e Ariadna Sampaio foram os grandes vencedores da noite. Ele, com uma carreira já consolidada; ela, estreando nos grandes festivais. Para Ariadna, a experiência foi única e especial. “É uma vivência ímpar estar no mesmo palco que tantos grandes nomes, e contemplar toda a diversidade cultural existente em um só lugar”, observa.

Orlângelo, mais experiente, parabenizou a produção do evento realizada pela equipe da Assembleia Legislativa, reconhecendo as dificuldades provocadas pela pandemia. “É um momento atípico e todos estamos tentando nos adaptar”, disse.

Um dos grandes destaques da noite foi o segundo colocado e melhor intérprete, Kalíope. A canção, “Amor, Ordem e Progresso”, assim como sua interpretação e espontaneidade, arrancaram elogios dos apresentadores do evento, os cantores Roberta Fiúza e Levi Castelo Branco.

Com mais de 10 anos de atuação, afirmou que o prêmio o deixa cheio de esperança. "Quero construir história com essa cidade e com a juventude dessa cidade", comentou agradecendo a acolhida e ressaltando a admiração por todos os artistas.

A terceira colocada, Claudine Albuquerque, também impressionou com seu rock “Na Contramão”. A cantora, já conhecida nas noites fortalezenses, lembra que o que vale nesse tipo de experiência é a jornada.“Estamos aqui para conhecer os artistas e para que as pessoas nos conheçam. Trocar histórias e fazer novas histórias acontecerem”. Para ela, esse reconhecimento reforça o sentido de resistência da arte e incentiva a continuar lutando.

Já Aparecida Silvino, grande vencedora da primeira edição do evento, realizada em 2012, com a música “Janela Aberta”, retorna ao palco do Festival de Música da AL com sua nova “Pode Bater o Tambor”. Ela agradeceu a escolha do público, e frisou que a missão da música é chegar ao coração das pessoas.  "Pode Bater o Tambor", composição dela e Gilvandro Filho, cumpriu isso, segundo a artista.

As doze finalistas do festival estarão reunidas em um disco que será lançado em breve, como registro do evento.

Da Agência de Notícias

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

 

InícioAnt123PróximoFim
Página 1 de 3

Temos 399 visitantes e 40 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

EVENTOS / DESTAQUES

QR Code

Portal do Servidor - Mostrando itens por tag: Festival - QR Code Friendly



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500