Fortaleza, Terça-feira, 18 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática

O Festival Varilux de Cinema Francês, em sua edição deste ano, que se inicia nesta quinta-feira (25/11), volta ao formato presencial. Depois de ter sido um dos setores mais afetados pela pandemia da Covid-19, o cinema retorna às salas de projeção, em todo o Brasil. Em Fortaleza, a programação constará de 18 filmes que serão exibidos nos espaços do Shopping Rio Mar, de hoje até 8 de dezembro, e no Cinema do Dragão do Mar, de 9 a 22 de dezembro.

Desde o seu nascimento, o cinema é um espaço fundamental para preservar a vida social, seja num bairro ou numa cidade. É uma experiência única a vivência proporcionada pela comunidade efêmera que se forma à nossa volta na sala escura de um cinema, onde compartilhamos uma mesma emoção.  É  que afirma a curadoria do festival, acentuando que a França defende suas 5.500 salas de cinema, que recebem ajuda financeira dos municípios e do Governo Federal francês, em um esforço para fazer com que nenhuma delas feche suas portas.

Recentemente a comunidade cinematográfica francesa se opôs à realização nos cinemas de um festival organizado pela Netflix – considerado como o “melhor” inimigo do sistema de apoio ao cinema francês e das salas de exibição. Há quem compare essa resistência àquela da pequena aldeia gaulesa do personagem gálico Asterix. Talvez para alguns seja uma causa perdida, mas acreditamos que assistir a filmes no cinema continua a ser uma das “coisas da vida” que valem a pena ser defendidas.

O público cearense poderá reencontrar os maiores atores do cinema francês, como Catherine Deneuve,  incrivelmente comovente ao lado de Benoit Magimel em "Enquanto vivo";  Gérard Depardieu, Sophie Marceau, Pierre Niney, François Cluzet, Mathieu Amalric e André Dussolier, entre outros.

Programação no Cine Rio Mar Fortaleza

Está tudo bem -  dia 25 de novembro às 21 horas, e dia 6 de dezembro às 19 horas.

Adeus Idiotas - dia 27 de novembro às 21 horas e dia 1º de dezembro.

Enquanto vivo - dias 28 e 30 de novembro às 20h55min.

Paris, 13º Distrito - dia 29 de novembro às 21 horas.

Ilusões Perdidas - dia 3 de dezembro às 20h15min.

O Magnífico - dia 7 de dezembro às 19 horas.

JS, com informações do site do Festival Varilux de Cinema Francês e jornal O Povo

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

WhatsApp: 85.99147.6829; Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

Publicado em Agenda Cultural

A noite deste sábado (01/08) foi de comemoração para artistas cearenses, que participaram do II Festival de Música da Assembleia Legislativa, encerrado com a vitória de “No Céu do Jardim”, composição de Orlângelo Leal, e interpretada por ele e por Ariadna Sampaio. Os dois compartilharam o prêmio de R$ 25 mil, concedido à primeira colocação. O evento foi realizado, sem público presente por causa da pandemia, no auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes do Anexo II da AL, e transmitido ao vivo pela TV e FM Assembleia.

O segundo lugar, com a canção “Amor, Ordem e Progresso”, de Kalíope, recebeu R$ 15 mil, enquanto a cantora e compositora Claudine Albuquerque conquistou a terceira posição com Na Contramão, arrematando o prêmio de R$ 7 mil.

Kalíope levou ainda o prêmio de R$ 5 mil pela coroação como melhor intérprete do festival, enquanto Aparecida Silvino ganhou na categoria júri popular com a canção “Pode Bater Tambor”, composição dela em parceria com Gilvandro Filho, e que conquistou 18,6% dos quase 16 mil votos do público.

Naturais de Itapipoca, Orlângelo Leal e Ariadna Sampaio foram os grandes vencedores da noite. Ele, com uma carreira já consolidada; ela, estreando nos grandes festivais. Para Ariadna, a experiência foi única e especial. “É uma vivência ímpar estar no mesmo palco que tantos grandes nomes, e contemplar toda a diversidade cultural existente em um só lugar”, observa.

Orlângelo, mais experiente, parabenizou a produção do evento realizada pela equipe da Assembleia Legislativa, reconhecendo as dificuldades provocadas pela pandemia. “É um momento atípico e todos estamos tentando nos adaptar”, disse.

Um dos grandes destaques da noite foi o segundo colocado e melhor intérprete, Kalíope. A canção, “Amor, Ordem e Progresso”, assim como sua interpretação e espontaneidade, arrancaram elogios dos apresentadores do evento, os cantores Roberta Fiúza e Levi Castelo Branco.

Com mais de 10 anos de atuação, afirmou que o prêmio o deixa cheio de esperança. "Quero construir história com essa cidade e com a juventude dessa cidade", comentou agradecendo a acolhida e ressaltando a admiração por todos os artistas.

A terceira colocada, Claudine Albuquerque, também impressionou com seu rock “Na Contramão”. A cantora, já conhecida nas noites fortalezenses, lembra que o que vale nesse tipo de experiência é a jornada.“Estamos aqui para conhecer os artistas e para que as pessoas nos conheçam. Trocar histórias e fazer novas histórias acontecerem”. Para ela, esse reconhecimento reforça o sentido de resistência da arte e incentiva a continuar lutando.

Já Aparecida Silvino, grande vencedora da primeira edição do evento, realizada em 2012, com a música “Janela Aberta”, retorna ao palco do Festival de Música da AL com sua nova “Pode Bater o Tambor”. Ela agradeceu a escolha do público, e frisou que a missão da música é chegar ao coração das pessoas.  "Pode Bater o Tambor", composição dela e Gilvandro Filho, cumpriu isso, segundo a artista.

As doze finalistas do festival estarão reunidas em um disco que será lançado em breve, como registro do evento.

Da Agência de Notícias

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

 

O II Festival de Música da Assembleia Legislativa do Ceará recebeu 364 inscrições, atestando o sucesso da iniciativa que  abre espaço para artistas cearenses ou residentes do Estado e um esforço da Casa pela valorização da cultura. As inscrições se encerraram na quinta-feira (20/02) e a lista de 24 músicas selecionadas será divulgada no próximo dia 4 de março.

O presidente da AL, deputado José Sarto (PDT), comemorou o número de canções inscritas no Festival realizado pela Casa. Para o parlamentar, o elevado número expressa o potencial da iniciativa para revelar talentos e sinaliza a contribuição para a cena cultural do nosso Estado. “O festival vai estimular o artista cearense ou radicado no Ceará a produzir e apresentar suas canções. O nosso Estado é conhecido no País por ser um celeiro de talentos. Tenho certeza que o festival vai abrir muitas portas, que vamos descobrir grandes nomes que vão fazer muito sucesso", afirma José Sarto.

Para o coordenador de Comunicação Social  da AL, jornalista Daniel Aderaldo, que integra comissão organizadora, o  resultado confirma a efervescência da cultura cearense e a demanda por novos espaços de fruição artística. "Esse festival proporciona visibilidade a músicos e compositores e anima o cenário local. Os artistas anseiam que o trabalho chegue ao público e a população precisa e deseja ter acesso a arte. Será um grande evento", garante Daniel Aderaldo.

O gerente geral da TV Assembleia (canal 31.1), Renato Borges, que coordena a realização do festival, informa que o próximo passo será a escolha das 24 canções que passarão pelas demais etapas classificatórias.  Ele adianta que as músicas serão julgadas por uma equipe de cinco especialistas, composta pelo gerente executivo do Porto Dragão, Ivan Ferraro; o maestro Poty Fontenele; o produtor musical Marcílio Mendonça; o jornalista Nelson Augusto; e o cantor e compositor Humberto Pinho.

“São profissionais qualificados, de diversas setores da área musical, com o intuito de dar lisura e qualidade ao produto proposto pelos artistas”, observa. Segundo ele, nesta edição, há uma grande preocupação em garantir a amplitude na qualidade do material escolhido, no sentido de oferecer  boa música aos espectadores.

Renato Borges acrescenta que o II Festival de Música da AL terá duração de três dias para apresentação das canções selecionadas. As eliminatórias acontecerão nos dias 26 e 27 de março, nos quais doze canções serão apresentadas por dia. Destas, seis selecionadas a cada dia. Já o último dia do evento, 28 de março, reunirá as 12 canções classificadas.

O cantor e compositor Amaro Pena, conhecido como Peninha, responsável pela produção musical do festival, comenta o trabalho envolvendo as 24 músicas que seguirão classificadas.

Após a escolha das canções pela curadoria, conforme explica, haverá o trabalhos de criação dos arranjos e os ensaios com a banda de apoio. Conforme Peninha, a equipe de produção ainda está em processo de escolha dos arranjadores e dos músicos da banda de apoio. A composição dos arranjos, no entanto, também contará com a participação dos seus criadores.

“A banda base será apenas apoio. Caso o compositor tenha um músico específico poderá contar com ele. Então a banda vai variar de acordo com o compositor”, acrescenta.

O II Festival de Música da AL premiará compositores que conquistarem os três primeiros lugares com R$ 25 mil, R$ 15 mil e R$ 7 mil, respectivamente. O melhor intérprete do evento também receberá premiação, de R$ 5 mil. Além dos prêmios, as 12 canções finalistas podem ser registradas em CD e DVD.

A primeira edição do Festival de Música da AL ocorreu em 2012, teve selecionou 36 canções nas eliminatórias e 12 para a final. A composição “Janela Aberta”, de Aparecida Silvino e Gilvandro Filho, foi a campeã do I Festival de Música da AL.

Outras informações sobre o festival podem ser acessadas no endereço http://www.alecefestivaldemusica.online/.

(Da Agência de Notícias da AL)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Um boa opção para quem deseja se encontrar com cultura e boa música durante o período monimo é subir a Serra de Guaramiranga e desfrutar do Festival Jazz & Blues, que  chega a sua 21ª edição, de 22 a 25 de fevereiro, com atrações nacionais e internacionais. Shows, ensaios abertos, bate-papos e oficinas de música, a preços razoáveis ou mesmo gratuitos, marcam a programação que se desenvolve na cidade serrana.

O festival terá em seus palcos, grandes nomes como o da cantora carioca Zélia Duncan, que traz o show "Invento +", acompanhada pelo violoncelista Jaques Morelenbaum, músico internacionalmente conhecido. Também vai se apresentar o pianista mineiro Antônio Carlos Bigonha, na companhia do baixista cearense Jorge Helder e do baterista Jurim Moreira para apresentar o show do disco "Anathema".

Músicos pernambucanos também são atrações nesta edição. Um deles é Nando Cordel, com mais de 500 músicas gravadas em parcerias com nomes como Dominguinhos, Fausto Nilo e Geraldo Azevedo. Já Amaro Freitas chega acompanhado de Jean Elton, no baixo acústico, e Hugo Medeiros, na bateria, para apresentar o show "Rasif".

O Quinteto Aqualtune, do Ceará, formado por Luiza Nobel, Lu Basile, Bárbara Sena, Mirele Alencar e Ayla Lemos, também marca presença no evento e faz tributo a Joyce e João Donato com o show "Elas, o Brasil e o Jazz".

Os guitarristas cearenses Cristiano Pinho e Felipe Cazaux se apresentam em um show conjunto intitulado "Guitarras". Cazaux também estará na apresentação que marca os dez anos de Casa do Blues, projeto que reúne as principais bandas e grandes intérpretes do gênero no Ceará. Estarão presentes ainda os guitarristas Anderson Camello e Gabriel Yang, a cantora Marília Lima e a banda Blues Label.

Serviço: Festival Jazz & Blues 2020 em Guaramiranga. Ingressos: Show das Nove na Cidade Jazz & Blues, em Guaramiranga: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia). O restante da programação tem acesso gratuito. Informações sobre venda de ingressos no site do Festival: www.jazzeblues.com.br

Programação completa:

Dia 22/02 – sábado

10h – Oficina de Guitarra com Felipe Cazaux

Local: AGUA

11h – Café no Tom: Antônio Carlos Bigonha, Jorge Helder e Jurim Moreira (DF)

Local: Restaurante Basílico

14h às 16h– Minicurso de Violão com João Paulo Moreno

Local: Auditório do IFCE Campus Guaramiranga

16h – Ensaio Aberto: Nando Cordel

Local: Cidade Jazz & Blues

17h – Shows das Cinco: “Viva” - Lídia Maria (CE) / “Anathema” - Antônio Carlos Bigonha (DF)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

21h – Show das Nove: “Aconchego” - Nando Cordel (PE)

Local: Cidade Jazz & Blues - Ingressos: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia)

23h – Show das Onze: “Guitarras” - Cristiano Pinho e Felipe Cazaux (CE)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

 

Dia 23/02 – domingo

10h – Palestra: “Viver de música” com Jorge Helder

Local: AGUA

11h – Café no Tom: Trio Corrente (SP)

Local: Restaurante Basílico

14h às 16h– Minicurso de Violão com João Paulo Moreno

Local: Auditório do IFCE Campus Guaramiranga

16h – Ensaio Aberto: Trio Corrente

Local: Cidade Jazz & Blues

17h – Shows das Cinco: “Elas, o Brasil e o Jazz” – Quinteto Aqualtune (CE) / “Rasif” - Amaro Freitas Trio (PE)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

21h – Show das Nove: “Trio Corrente – 20 anos” - Trio Corrente (SP)

Local: Cidade Jazz & Blues - Ingressos: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia)

23h – Show das Onze: “Casa do Blues – 10 anos” – Casa do Blues (CE)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

 

Dia 24/02 – segunda-feira

10h – Palestra-concerto: “Compositoras brasileiras” com Luísa e Natália Mitre

Local: AGUA

11h – Café no Tom: Casa do Blues (CE)

Local: Restaurante Basílico

14h às 16h– Minicurso de Violão com João Paulo Moreno

Local: Auditório do IFCE Campus Guaramiranga

16h – Ensaio Aberto: Zélia Duncan e Jaques Morelenbaum

Local: Cidade Jazz & Blues

17h – Shows das Cinco: “Chegada” - Duo Mitre (MG) / “Coisas do Brasil” - Nonato Lima e Sérgio Groove (CE/RN)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

21h – Show das Nove: “Invento +” - Zélia Duncan e Jaques Morelenbaum (RJ)

Local: Cidade Jazz & Blues - Ingressos: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia)

23h – Show das Onze: “Future Flora” - Black Flower (BEL)

Local: Cidade Jazz & Blues -Gratuito

 

Dia 25/02 – terça-feira

10h – Oficina de Gaita com Pablo Fagundes

Local: AGUA

11h – Café no Tom: Yamile Burich & Ladies Jazz (ARG)

Local: Restaurante Basílico

14h às 16h– Minicurso de Violão com João Paulo Moreno

Local: Auditório do IFCE Campus Guaramiranga

16h30 – Maratona Jazz & Blues: Yamile Burich & Ladies Jazz (ARG) / Trinca Brasília (DF) / De Blues em Quando (CE)

Local: Cidade Jazz & Blues - Gratuito

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

Publicado em Agenda Cultural

A Assembleia Legislativa do Ceará, com o intuito de disseminar a cultura por meio da música e valorizar os talentos locais, realiza a segunda edição do Festival de Música neste ano. O anúncio foi realizado na manhã desta quarta-feira (29/01), pelo presidente do Poder Legislativo, deputado José Sarto (PDT), durante coletiva de imprensa realizada no  Gabinete da Presidência.

''A ideia é fomentar nossa música e era um plano que estava em curso dentro da programação cultural da Assembleia no sentido de fortalecer a ambiência num debate além do tradicional, que é político-partidário. O Ceará tem exemplo de talentos que todos nós conhecemos como Belchior, Fagner, Ednardo, mas um celeiro de artistas locais que estão no anonimato. Quem sabe conseguimos garimpar talentos'', destaca.

Podem concorrer ao  2º Festival de Música da Assembleia Legislativa artistas  naturais e/ou residentes do Estado do Ceará, com idade a partir de 18 (dezoito) anos, que apresentem música inédita composta em língua portuguesa. É  vedada a participação de servidores da Assembleia Legislativa do Ceará e ocupantes de cargos comissionados, terceirizados ou qualquer outro vínculo funcional com a Assembleia.

Como será feita a seleção

O presidente da Assembleia, deputado José Sarto, recorda que o primeiro festival de música foi realizado em 2012, na gestão do então  presidente Roberto Cláudio, atual prefeito de Fortaleza. ''Na época acompanhei de perto como vice-presidente e resolvemos reeditar o festival. Era um das plataformas que a gente imaginou logo o assumir o comando da Mesa Diretora, a de procurar enriquecer o ambiente da Assembleia para além dos debates estaduais'', afirma.

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 20 de fevereiro por meio do link http://www.alecefestivaldemusica.online/inscricaoaviso.php, disponível também no site da ALCE. As músicas selecionadas serão divulgadas no dia 4 de março. Em seguida, haverá uma etapa de preparação de arranjos e ensaios.

Segundo Sarto, o Festival de Música tem o objetivo de dar visibilidade à cultura local, valorizando e incentivando novos compositores. O parlamentar avalia que a iniciativa também colabora para a formação de plateia, estimulando o público cearense a conhecer a produção artística do Estado.

Os três dias de apresentação do Festival contarão com 24 canções selecionadas. As eliminatórias acontecerão nos dias 26 e 27 de março e, o último dia do evento, 28 de março, reunirá as 12 canções classificadas. O júri do Festival de Música será formado por artistas e profissionais com notória atuação na área cultural.

O II Festival de Música da AL premiará compositores que conquistarem os três primeiros lugares com R$ 25 mil, R$ 15 mil e R$ 7 mil, respectivamente. O melhor intérprete do evento também receberá premiação de R$ 5 mil. Além dos prêmios, as 12 canções finalistas podem ser registradas em CD e DVD.

O I Festival de Música da AL aconteceu em 2012, teve mais de 436 músicas inscritas, sendo 36 selecionadas para as eliminatórias e 12 para a final. A composição “Janela Aberta”, de Aparecida Silvino e Gilvandro Filho, foi a campeã do I Festival de Música da AL.

Também participaram da coletiva os deputados Fernando Santana (PT), Elmano de Freitas (PT), Evandro Leitão (PDT), Oriel Nunes Filho (PDT), Augusta Brito (PCdoB) e Renato Roseno (Psol).

(Do Núcleo de Comunicação Interna, com Agência de Notícias da AL)

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL-CE

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

WhatsApp: 85.99147.6829

 

InícioAnt12PróximoFim
Página 1 de 2

Temos 78 visitantes e 2 membros online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500