Fortaleza, Terça-feira, 28 Junho 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Terça, 19 Abril 2022 11:58

Palestra orienta servidores no combate ao mosquito transmissor da dengue Destaque

Avalie este item
(2 votos)
Palestra foi realizada no Auditório Murilo Aguiar Palestra foi realizada no Auditório Murilo Aguiar Foto: Bia Medeiros

A 1ª Companhia do Comando de Bombeiro da Capital da Assembleia Legislativa do Ceará, em parceria com a Regional II da Prefeitura de Fortaleza e com apoio da Célula de Logística e o Departamento de Saúde e Assistência Social (DSAS), realizou, nesta terça-feira (19/04), palestra sobre o combate ao mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti. A iniciativa, voltada para os servidores da Casa, foi ministrada por agentes de pandemia do órgão municipal, no auditório Murilo Aguiar, na sede da Alece.

O comandante da Companhia, coronel Leandro Nogueira, mentor da iniciativa, explicou que atualmente são realizadas visitas aos setores da Casa, e quinzenalmente os agentes da Regional II têm estado no Poder Legislativo com o material próprio e eliminando os focos de mosquitos. Ele salientou que a larva do mosquito leva até 400 dias para eclodir. "Ou seja, mais de um ano. São informações realmente novas, que vão auxiliar muito a todos que participaram da palestra", afirmou.

O oficial também alertou que o Ceará registrou um aumento de 153% nos casos de dengue, zika e chikungunya, nos primeiros meses do ano,  em relação ao mesmo período no ano passado. Durante as cinco primeiras semanas deste ano, houve um salto de 738 para 1.869 ocorrências das doenças, conforme anunciou o coronel Leandro Nogueira.

Os agentes de pandemia da Regional II passaram informações necessárias  para que os colaboradores do Poder Legislativo possam saber quais os cuidados necessários devem ser tomados para evitar a proliferação do mosquito e as ações de prevenção. Os ovos do mosquito são muito resistentes e sobrevivem até mesmo por um muito tempo em um local seco.

"São informações valiosíssimas que serão utilizadas pelos servidores tanto no trabalho quanto em suas residências", disse Leandro Nogueira. Ele informou ainda que todos os prédios da Assembleia, incluindo a sede da Associação dos Servidores (Assalce), estão sendo visitadas rotineiramente para evitar a proliferação dos mosquitos.

Necessidade de apoio da população

A agente de endemias da Regional, Jessicleia Alves, salientou, em sua exposição, que é preciso todos conhecerem como se dá a proliferação das doenças causadas pelo mosquito para que  combatê-las. "Isso não depende tão somente do nosso trabalho, mas também do apoio de toda a população", pontuou.

Durante a palestra, foram também apresentadas as formas de trabalho dos agentes. Segundo afirmou, além de palestras são também realizadas ações lúdicas, com paródias dentro das escolas das comunidades e prédios públicos, locais aonde os agentes são convidados a trazer informações.

Entre as medidas preventivas ao mosquito Aedes aegypti, Jessicleia Alves apontou evitar água parada. "Essa água parada vai além do olhar para um balde. É muito fácil o ambiente rasteiro. Mas é preciso ter cuidado também no que está no alto, como a caixa d'água da residência", afirmou. Ela orientou que em intervalos de seis meses as caixas d’água devem ser examinadas, bem como que não se deve deixar água acumulada na laje, manter os lixos fechados, utilizar areia nos vasos de plantas, deixar garrafas e outros recipientes de cabeça para baixo, deixar as lonas esticadas e retirar a água dos pneus.

Em relação ao convite da Alece para os agentes do município proferirem a palestra, Jessicleia Alves consideradou a ação positiva. "É mais uma porta aberta para o nosso trabalho, quando somos vistos de forma diferenciada, e chamando a população para esse olhar atento a uma questão de saúde pública de suma importância", afirmou. Também participaram da palestra o supervisor de endemias Francisco Valdecir e os agentes Valderi Fabrício e Sílvio Carlos Marques.

Saiba mais

Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), o município de Barbalha, na região do Cariri, é o que apresenta maior incidência de notificações de arboviroses no intervalo de tempo (579 casos por 100 mil habitantes).

Já as cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Brejo Santo, da região do Cariri, também são monitorados pela Sesa diante do potencial de alta transmissão.

JS

 

Núcleo de Comunicação Interna da Alece

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: 85.3257.3032

Página: https://portaldoservidor.al.ce.gov.br/

WhatsApp: 85.99717.1801

Lido 230 vezes
Entre para postar comentários

Temos 544 visitantes e Um membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500