Fortaleza, Terça-feira, 18 Janeiro 2022
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
 PORTAL DO SERVIDOR
 Coordenadoria de Planejamento e Informática
Sexta, 27 Março 2020 13:04

Trajetória de ativista negra estadunidense é atração em minissérie da Netflix

Avalie este item
(4 votos)
Minissérie tem Octavia Spencer como protagonista Minissérie tem Octavia Spencer como protagonista Foto: Divulgação

Se você quer uma opção interessante de minissérie para os próximos dias, uma boa pedida é A Vida e a História de Madam C. J. Walker, disponível no catálogo da Netflix. A trama acompanha a trajetória da personagem-título, vivida por Octavia Spencer (Estrelas Além do Tempo). A história, baseada em fatos reais, conta como Madam C. J. Walker se tornou a primeira mulher negra milionária nos Estados Unidos, construindo seu patrimônio por meio da comercialização de uma linha de produtos capilares e de beleza para cabelos afro.

É curioso que a trama tenha levado mais de um século após a morte de Walker em 1919, para se tornar objeto da minissérie. Adaptada do livro On Her Own Ground, de autoria da tataraneta de Walker, A’Lelia Bundles, e dirigido por mulheres negras (DeMand Davis e Kasi Lemmons), a produção apresenta muitos vestidos coloridos e imagens oníricas ao narrar a vida de uma mulher que é, nas palavras de Spencer, “um exemplo brilhante de excelência negra”.

Narrada com garra, a minissérie foge ao estereótipo dos filmes ou minisséries de época tradicionais, em que a narrativa geralmente se estrutura em apontar como era constituída uma época anterior à nossa. Como exemplo, surgem ocasionalmente cenas imaginárias que reproduzem Madam C. J. Walker em um ringue de boxe, para ilustrar as lutas cotidianas que enfrentava. O que tinha de tudo para desandar em uma trama melosa surpreende, com um material dinâmico, bem-humorado e muitas vezes até leve, diante da temática abordada.

"Acredito que ela é um grande exemplo, não somente para jovens negras, mas para todas as jovens, pois elas também podem sonhar com esse tipo de grandeza. Especialmente em tempos tão misóginos. Eram tempos dificeis para as mulheres, mas isso não impediu seu processo", contou a atriz e produtora para o portal The Wrap.

A minissérie segue Walker desde quando era uma lavadeira lutadora que foi derrubada por preconceitos raciais e de gênero até sua ascensão como empresária astuta e ativista feroz. Blair Underwood interpreta o marido de Walker, e Tiffany Haddish encarna a filha de espírito livre da Madam. O destaque, no entanto, é a atuação de Octavia Spencer. Oscilando entre momentos distintos, dramáticos ou cômicos, ela constrói uma personagem multifacetada, honrando o legado de Madam C. J. Walker.

SC, com sites Observatório de Séries e Adoro Cinema

 

Núcleo de Comunicação Interna da AL

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: 85.99147.6829

Lido 457 vezes Última modificação em Sexta, 27 Março 2020 13:11
Entre para postar comentários

Temos 195 visitantes e Nenhum membro online

Login de Acesso

Por favor, para efetuar o login digitar zeros(0) à esquerda. Ex: 000015. Totalizando 6 dígitos.

CURSOS / PROJETOS

EVENTOS / DESTAQUES



  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará 

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900                           Siga-nos:

  Fone: (85) 3277.2500